Amsterdã, a capital das bicicletas

Data

26 de November, 2014

Share

Amsterdã é uma cidade gourmet, mas sem glamour (no bom sentido) nem os preços surreais que encontramos em muitas metrópoles. É fácil conseguir uma mesa e comer bem sem drama. Tantas nacionalidades reunidas em uma cidade pequena influenciaram de maneira muito positiva a oferta e diversidade culinária na cidade. O atendimento nos restaurantes normalmente é feito por estudantes e a gorjeta não é obrigatória, mas por cordialidade, se gostou do serviço é educado deixar 1 ou 2 euros por pessoa, dependendo do que foi pedido, claro! Se você tomar uma água ou café, não faz sentido deixar gorjeta. Selecionamos então lugares ótimos para almoço, jantar e petiscos, espalhados pela cidade.

Bazar Amsterdam (Albert Cuijp): Veja esse link, adicione muitas luzes coloridas, 5 lustres marroquinos gigantescos, música, um cardápio em cinco idiomas, atendimento rápido e amigável e pronto: esse é o Bazar Amsterdã. Para duas ou mais pessoas, “Nahár” é uma ótima opção no cardápio pois oferece um conjunto de entradas variadas onde vegetarianos e carnívoros podem se deliciar juntos. Endereço: Albert Cuypstraat 182, 1073 BL. Diariamente, das 10 à 0h. Domingo a quinta cozinha é aberta até às 23h; sextas e sábados, a cozinha fecha às 23h30.

Hannekes Boom (Centro)  foi construído com o apoio da população e financiamento coletivo, um projeto do arquiteto Wouter Valkanier, que através da arquitetura sustentável e adaptativa, conseguiu transformar o que em 1662 era apenas uma palafita de apoio no grande canal (IJ) em um café, restaurante e plataforma cultural. De fácil acesso e fora da rota turística é uma alternativa perfeita para quem tem curiosidade em ver Amsterdã por um angulo diferente. Endereço: Dijksgracht 4, 1019 BS. Funciona domingo a quinta, das 10 à 1h, sexta e sábado, das 10 às 3h.

Hannekes Boom. Foto: divulgação facebook

Café de Ceuvel (Noord) um projeto também assinado por Wouter Valkanier, é parte do coletivo Ceuvel, um projeto urbano que pretende ocupar de maneira 100% sustentável, utilizando materiais de demolição como matéria prima. Todos os vegetais utilizados no cardápio são orgânicos e o lugar também tem uma atmosfera bastante especial. Um projeto de vanguarda que acompanha o trendy mundial da necessidade em (re)aproveitar de forma prática, consciente e de bom gosto, materiais que há alguns anos seriam resumidos a lixo. Endereço: Korte Papaverweg 4, 1032 KB. Domingo a quinta, das 11 à 0h; sexta e sábado, das 11 às 2h.

Pllek (Noord) é um espaço múltiplo que abriga um ótimo restaurante, cinema open air durante o verão e shows. O menu é enxuto, mas com boas opções de peixe, saladas, massas e carne. O Pllek chama atenção pela sua construção feita a partir de cointâneirs como estrutura. A frente é toda envidraçada, oferecendo uma boa vista do canal em frente. Tem uma área externa, que no verão vira uma praia. A frequência do lugar é basicamente de locais. Endereço: Tt. Neveritaweg 59, 1033 WB. Funciona de domingo a quinta, das 9h30 à 1h; sexta e sábado, das 9h30 às 3h. 

Pllek. Foto: Amsterdam Top20

Café De Jaren (Centro) para quem está no centro esse é um lugar ótimo para uma paradinha, é espaçoso, tem um terraço ótimo para os dias de sol e a sopa do dia sempre é uma delícia. Endereço: Nieuwe Doelenstraat 20-22, 1012 CP. Segunda a sexta, das 9h30 à 1h30, sextas e sábados, das 9h30 às 2h.

Moeders (Centro): Coisa mais linda esse pequeno restaurante que oferece comida holandesa no cardápio e tem as paredes todas preenchidas com fotos de mães. Leve uma foto da sua que eles encontrarão um cantinho para colocar. A comida é simples e gostosa e reservar é aconselhável, principalmente no horário do jantar e se a mesa for para mais de duas pessoas. $$ Endereço: Rozengracht 251, 1016 SX. Segunda a sexta, das 17 à 0h; Sábado e domingo, das 12 à 0h. A cozinha fecha às 22h30.

Mãe, só há uma. ...Ou não! :) (Foto: divulgação)
Mãe, só há uma. …Ou não! :) (Foto: divulgação)

REM Eiland (West/Docas): Em 2011, a antiga estação de transmissão de rádio e TV localizada no meio do Grande Canal (IJ) foi comprada e renovada para acomodar um restaurante de 22 metros acima do mar com uma vista incrível. É possível ter acesso de carro, bicicleta ou transporte público. O que diferencia esse restaurante é, sem dúvidas, o prédio e localização e o custo-benefício. Reserva não é obrigatória mas aconselhável.  $$$. Endereço: Haparandadam 45, 1013 AK. Diariamente, da partir das 12h. Almoço até às 16h, jantar, das 17h30 às 22h.

Antiga estação de rádio e tv pirata transformada no REM Eiland (Foto: Graafstra.nl)
Antiga estação de rádio e tv pirata transformada no REM Eiland (Foto: Graafstra.nl)

Yamazato (Rivierenbuurt)  No térreo do Hotel Okura, você vai encontrar o restaurante japonês mais estabelecido e especializado de Amsterdã. Há trinta anos o Yamazato (* Michelin) se mantém na agenda dos locais e turistas como parada gourmet obrigatória. O ambiente é composto pela decoração com bastante influência Sukiya-zuruki do século XV e XVI e a vista do jardim japonês, complementados pela maneira tradicional e sofisticada com relação ao atendimento. Reservar é aconselhável. $$$$. Endereço: Ferdinand Bolstraat 333, 1072 LH. Diariamente, das 12 às 14h para almoço; das 18 às 21h30 para jantar.

Sonny (De Pijp) tem o melhor falafel da cidade desde 1992. O Sonny oferece um cardápio vegano e vegetariano com falafel, saladas, humus e fritas, além de ter mais de vinte diferentes molhos para acompanhar o falafel. Essa é dica de ouro. Endereço: Eerste van der Helststraat 43, 1073. Diariamente, das 11 às 21h no inverno; das 11 às 23h no verão.

De Kas (Oost) Em 2011, o chef Gert Jan Hageman (* Michelin) conseguiu permissão da prefeitura para transformar uma antiga estufa de vegetais, usada desde 1926 para o cultivo de vegetais e ervas, em um restaurante, sem desativar a estufa, de maneira que as ervas e vegetais utilizadas nas receitas são cultivadas no próprio restaurante. E sabe o melhor? A estufa pode ser visitada por clientes do restaurante. Desde a sua inauguração o De Kas é um dos restaurantes mais celebrados, badalados e procurados de Amsterdã. A comida é excepcional, o atendimento rápido e personalizado e o lugar é incrível. Tudo isso faz do De Kas muito mais que um restaurante. A reserva é basicamente mandatória e com o máximo de antecedência possível (existe lista de espera). $$$$. Endereço: Kamerlingh Onneslaan 3, 1097 DE. Funciona segunda a sexta, das 12 às 14h e 18h30 às 22h; sábado, 18h30 às 22h. Não abre aos domingos.

De Kas, sofisticação sem extravagância. Uma experiência única. (Fotos: Idesign e divulgação)
De Kas, sofisticação sem extravagância. Uma experiência única. (Fotos: Idesign e divulgação)

La Lotta Pizzabar (Oost) quem adora uma pizza, vai adorar o La Lotta, uma pequena pizzaria super moderninha bem em frente ao Rio Amstel. O menu conta com pizzas individuais, todas divinamente preparadas numa massa fina bem sequinha, massas, saladas, antipastos e, claro, sobremesas típicas italianas e uma boa opção de vinhos. Os preços são também razoáveis e a pizzaria já levou vários prêmios, inclusive de ter a melhor pizza da cidade em 2016. Endereço: Weesperzijde 42A, 1091 EE. Segunda a quinta, das 16 às 22h; sexta e sábado, das 12 às 23h; domingo, das 12 às 22h.

Foodhallen (Oud-West) se estiver na pressa, ou quiser só mesmo um fast-food de qualidade, o Foodhallen é uma grande praça de alimentação em um antigo galpão restaurado, onde todas as banquinhas oferecem comida rápida mas fresca, bem preparada e saborosa. Tem hamburguer, salada, comida árabe, japonesa, italiana, mexicana, coreana e mais um monte de opções. A ilha do centro vende só bebidas, de refrigerante aos drinks mais elaborados. O Foodhallen ainda abriga um estúdio de cinema, uma universidade do jeans, e uma lojinha multimarcas que dá vontade de comprar tudo. Endereço: Bellamyplein 51, 1053 AT. De domingo a quinta, das 11h às 23h30. Sexta e sábado, das 11h à 1h.

Data

26 de November, 2014

Share

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter