Lima: o renascimento da capital peruana

Data

04 de November, 2016

Share

Para Comer

A gastronomia peruana é um assunto infinito. Toda a história, as cultura, as nuances, os detalhes são de uma riqueza incrível que até para explicar é difícil. Tentando fazer um paralelo com a cultura brasileira: sabe como nos sentimos em relação ao futebol? Isto de que somos todos entendedores, participadores, técnicos, somos conhecidos internacionalmente por isso, nossos ídolos, a bola no pé das crianças e dos coroas, dos ricos e pobres? Então, no Peru é com a comida. É o orgulho nacional. É o assunto usado para puxar papo. É degrau para ascensão social. Comida é o que eles são.

Com isto na cabeça, não preciso dizer que a capital gastronômica da América Latina é Lima. A capital peruana tem 3 dos 50 melhores restaurantes do mundo e 9 entre os 50 melhores da América Latina. Não é só de restaurantes estrelados, porém, que é feita a gastronomia peruana. Come-se bem em restaurantes pequenos, come-se bem em vendinhas, come-se bem em lanchonetes e em mercados. Prepara-se.

Foto: Manu Tessinari
Foto: Manu Tessinari

Central – Quarto melhor do mundo e primeiro na América Latina, o Central, do chef Virgílio Martinez é uma ode a comida. À noite, o restaurante só oferece o menu degustação. É uma experiência gastronômica. Você vai comer coisas que nunca imaginou, com uma apresentação incrível. Tudo é pura arte. O melhor de tudo é que o Virgílio é jovem e super simpático, vai na mesa de todos e, apesar de toda a pompa do sucesso, o ambiente do restaurante não é nada fresco. O único senão é o preço. Esteja preparado para pagar uma pequena fortuna. (Santa Isabel 376 Miraflores Lima, Peru +51 1 2428515)  Segunda a Sábado das 19:45 às 23:15, fecha Domingo)

Astrid & Gastón – O mais famoso restaurante da cidade foi fundado pelo chef mais popular do país, Gastón Acurio e sua esposa Astrid. Gastón foi o responsável por colocar a gastronomia peruana no topo da gastronomia mundial e, no país, é celebridade. Seu restaurante, hoje já não comandado por ele nas panelas, tem uma decoração incrível, em um casarão secular no berço de San Isidro. São poucas mesas e um menu degustação de quase 3 horas. Lembrança para toda uma vida. (Av. Paz Soldán 290, San Isidro 15073, Peru Telefone: +51 1 4422777 – Segunda a Sábado 13 às 15, 19 às 23, fecha Domingo)

Huaca Pucllana – Entre tantos restaurantes ditos de comida típica, este é o que vale mais a pena visitar. Localizado dentro de um antigo templo inca, você terá uma vista linda durante sua noite. No cardápio, os diferentes pratos típicos do país. Pode escolher o que mais te agrada porque tudo é muito saboroso. Na reserva, peça mesa na área externa. (Calle General Borgoño cuadra 8 S/n, Distrito de Lima, Peru Telefone: +51 1 6177148- Todos os dias das 12 às 16, e das 19 às 00h00)

Foto: Manu Tessinari
Foto: Manu Tessinari

El Mercado – Cevicheria com toque internacional e super bem freqüentado, é o lugar para ir e esquecer da hora. Lugar para ver e ser visto. As mesas próximas, a musica alta e o clima descontraído fazem o ambiente perfeito para se divertir, paquerar e conhecer gente. Tente reservar para sexta ou sábado, que são os dias mais legais (e lotados!). (Av Hipólito Unanue 203, Miraflores 15074, Peru : +51 1 2211322, Todos os dias, das 12:30 às 17h00)

La Mar – Em Lima, há diversas cevicherias, que correspondem para nós aos nossos barzinhos. São nas cevicherias que as pessoas bebem, se sociabilizam e passam toda a tarde se divertindo nos fins de semana. O La Mar é uma das mais famosas e divertidas. Além da comida deliciosa, o ambiente é muito alto astral, cheio de gente bonita e famosos. Faça reserva ou esteja disposto a esperar, o que também é bacana porque já pode começar a experimentar os tragos… (Av Mariscal La Mar 770, Miraflores 15074, Peru =: +51 1 4213365- Todos os dias, das 12 às 17h00)

Foto: Manu Tessinari
Foto: Manu Tessinari

Pescados Capitales – Queridinho dos brasileiros, é uma cevicheria com mais cara de restaurante. Como é espaçoso, se você estiver em grupo grande e/ou não quiser esperar, esta pode ser sua opção. Os pratos são bem servidos e de ótima qualidade. (Av Mariscal La Mar 1337, Miraflores 15074, Peru –  +51 1 2225731  – Todos os dias das 12h30- 23h00, Domingo fecha 17h00)

Tanta – Os principais bairros da cidade tem uma filial. A probabilidade de você de deparar com um Tanta, quando estiver morrendo de fome, a qualquer hora do dia, é enorme. É um restaurante coringa: ele funciona da manhã até a noite, servindo pratos tipo executivo, lanches e cafés. Você pode provar os mais famosos pratos típicos do país como Aji de Gallina e Lomo Saltado, que são muito bem feitos e com um ótimo preço. Cansado de andar, as cinco da tarde e morrendo de fome? Esqueça o fast food, entre num Tanta. (Pasaje Nicolás de Rivera 142, Lima  + (511) 428-3115 Segunda a Sábado 9h00 a 22h00 – Dom fecha às 18h00) + 3 endereços

La Lucha – Quem curte um lanche rápido ou quer dar uma economizada, no La Lucha você come muito bem e barato. Ele faz sanduíches criollos. Oi? Sim, são sanduíches típicos do país. Nada de hambúrgueres. Aqui tem carde de porco ou peru, com os temperos mais deliciosos do mundo. De acompanhamento, peça batata huayro frita. São batatas da serra peruana fritas com casca. TEM que experimentar. (Av Santa Cruz 847, Miraflores 15074, Peru – +51 997 856 489 – das 08h00 às 01h00)

Foto: Manu Tessinari
Foto: Manu Tessinari

Mercado de Surquillo – É um mercado de frutas, verduras, carnes e afins. É um mercadão mesmo, velho e sujo, mas é um lugar incrível se você tem curiosidade em ver a base da gastronomia peruana. Tudo que você comer pela cidade muito provavelmente saiu daqui. Uma infinidade de grãos, frutas, temperos para serem experimentados. Tudo que você só encontra aqui no Peru. Olhe, pergunte o que é, como se come, compre, experimente ali mesmo. Ali fazem também um ceviche muito bom, no Don Cevichero, com pescado super fresco! (Surquillo 15047, Peru – das 07:00 às 19h00 todos os dias,  Fecha 16h00 aos fins de semana)

Para Tomar um Bom Café

Lima tem cafés espalhados por toda a cidade e são para os limeños sua segunda casa. Você pode passar e comprar um cafezinho, pode tomar seu café-da-manhã, pode fazer reuniões de trabalho, pode jogar cartas (sim! há senhorinhas que se reúnem para jogar cartas a tarde no café!), encontrar com os amigos, almoçar e jantar. Os cafés costumam ter uma carta diversificada e extensa, que te atenderá no que te der vontade naquela hora.

Foto: Adriana Carolina Iwanczuk
Foto: Adriana Carolina Iwanczuk

El Pan de la Chola – Vale a pena não tomar café da manhã no hotel e pelo menos um dia ir nesta padaria/café. Os pães são todos deliciosos, frescos e orgânicos. Toda a produção é artesanal . A decoração meio rústica industrial dá o charme. Para ir sem pressa. (Av Mariscal La Mar 918, Miraflores 15074, Peru 08h00–22h00)

Foto: Manu Tessinari
Foto: Manu Tessinari

La Bodega Verde – É um café vegetariano/orgânico no Barranco. A pequena casa abriga um jardim onde você disfruta seu café embaixo das árvores. Com boa música e bem frequentado pela galera mais alternativa e estrangeira, o lugar preza tranquilidade, apesar de sempre estar movimentado. É para ir, comer um dos seus deliciosos sanduíches naturais e tomar um bom café lentamente, enquanto estuda seu próximo destino. Os chás, tanto gelados como quentes, valem a pena. Se quiser casar dois programas, vá na La Bodega Verde, que está localizado no Museo de Arte Contemporânea, e aproveite para respirar boa arte. (Jiron Mariscal Jose Antonio de Sucre 335A, Distrito de Barranco 15063, Peru +51 1 2478804 – Todos os dias das 9 às 22h00)

Foto: Manu Tessinari
Foto: Manu Tessinari

Dédalo Café – Um casarão no Barranco, entre galerias de artes, está a loja de arte peruana Dédalo. Em cada cômodo, um artista, um tipo de produto, todos enaltecendo a cultura e contra-cultura peruana. Seu maior trunfo, no entanto, é no fundo da casa. Algumas mesas entre o jardim, livros e brinquedos de madeira, um clima bom de conversa entre artistas e intelectuais e música boa (bossa nova inclusive) fazem dessa “portinha” um dos cafés mais incríveis da cidade. ( Diagonal 378, Miraflores 15074, Peru  +51 1 2414435 – Todos os dias das 07:30 às 21h00)

Pastelaria Santo Antônio – Quase um restaurante, quase uma instituição peruana. O Café Santo Antônio é clássico, formal, grande e tem pelo menos um nos principais bairros da cidade. Come-se de sorvete a lasanha e tem muitos tipos de café. Está longe de ser o mais charmoso, mas é importante citá-lo porque é um lugar super limenho. Destes onde senhoras se encontram vestidas em pele para jogar cartas a tarde, onde as famílias tomam café depois da corrida matinal do domingo, onde o povo almoça. Se perdeu a hora do almoço ou quer comer algo antes de ir mais cedo pro hotel dormir, lá você sempre encontrará uma comida gostosa. (Av. Angamos Oeste 1494, Miraflores 15073, Peru –  +51 1 6261313 – das 7 às 22h00)

Para Tomar um Bom Drink

Foto: Adriana Carolina Iwanczuk
Foto: Adriana Carolina Iwanczuk

A bebida mais famosa do Peru é o pisco e, é claro, é com ele que se faz grande parte dos drinks diferentes de Lima. Apesar do Pisco Sour ser o mais famoso deles, e o mais pedido entre os turistas, chegando aqui você descobre que o Chilcano é o queridinho local. Feito com pisco, ginger ale e um xarope doce, o Chilcano tem tantas variações quanto nossas “roskas” brasileiras. Prove os dois, mas mergulhe no cardápio de drinks, peça sugestão ao barman, se arrisque. As chances de sair decepcionado são mínimas.

Se você quer ver e ser visto, o melhor drink da cidade será no almoço da sexta-feira no El Mercado, a cevicheria do chef Rafael Osterling. Concorridíssimo, tem sempre muita gente bonita, clima de happy hour e uma carta de drinks de arrasar, tendo os clássicos e várias inovações deliciosas como o Carmem Miranda, por exemplo. Se sua noitada é mais chique e é mais adepto dos drinks clássicos, opte por começar no bar do restaurante Rafael (ele, de novo), em Miraflores. Pequeno, comporta a elite peruana. Outro lugar que vale a visita (e os drinks) é o Ayahuasca Restobar, considerado um dos melhores de Lima. Imagine um casarão da rica elite do século XIX, com direito a escadarias de madeira e pé direito mega alto, restaurado e decorado por um famoso artista plástico capaz de colocar cadeiras no teto junto com bermudas. Some-se a isto, música alta e uma extensa carta de bebidas. Com tudo isso, entende-se o porquê do sucesso do local. Macerados e outros drinks de pisco misturados com frutas exóticas são os preferidos do público que frequenta o bar. Quer um boteco? O Canta Rana é o mais parecido ao nosso boteco pé-sujo brasileiro.

A Help! Retro Bar  é um ambiente mais moderninho que mistura arte, cultura e música.  Em um clima também mais alternativo, a  La Emolienteria Bar é um resto que reúne a turminha mais hipster.

El Mercado – Av Hipólito Unanue 203, Miraflores 15074, Peru –  +51 1 2211322 – Todos os dias  12h30 às 17h00) 

Rafael – Calle San Martin 300, Miraflores 15074, Peru – +51 1 2424149 Todos os dias  das 13:00–15:00 e 20:00–00:00, Fecha Domingo)

Ayahuasca Restobar  -Av San Martin 130, Barranco 15063, Peru – : +51 1 2476751 – das 20h00 às 03h00 todos os dias, Fecha Domingo) –

Canta Rana Genova 101, Distrito de Barranco 15063, Peru: +51 1 24772740  – Todos os dias, das 11h00 às 22h00, fecha 17h00 aos Domingos e Segundas)

Help, Catalino Miranda 158, Santiago de Surco 15049, Peru +51 1 2477023 – Checar horário, que muda conforme a programação na página do Facebook)

 La Emolienteria Bar Diagonal 598, Miraflores 15074, Peru –  +51 1 4463431 – Todos os dias, das 12h00 às 01hoo. De Sábado fecha às 01h00)

Data

04 de November, 2016

Share

Assine nossa newsletter