Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana no Rio de Janeiro: 23.08

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

22 de August, 2019

Share

Geral na XÊPA

Finde que tem Xêpa é certeza de finde bom. Aquela coisa que elas pregam: Brega acima de tudo, deusas acima de todx Brazil nem existe! A festa volta num lugar novinho em folha no Centro, gostoso e saboroso, com pistinha fechada pra dançar até o chão e paredes ótimas pra pegação, sempre aquele esquema que a gente ama: bebida bonita, gente barata!

Geral na Xêpa. Sábado (24.08) às 23h. Ingressos a partir de R$ 10, aqui.
Geral. Rua Teotonio Regadas, 13 – Lapa.

Vitrolinha com Tata Ogan recebe Lux & Tróia

Segue perfeita sem defeitos essa festinha que a Tata Ogan tem organizado no Rooftop do Selina. Eu amo que quando o carioca descobre um pico bom ele usa até gastar. É por aí mesmo. Quem ainda não foi ao Rooftop do Selina, na Lapa, tem que ir. Essa festa é excelente oportunidade. Nesta edição, Tata recebe a dupla Lux & Tróia, responsável por este remix lindo demais de “Bixinho”, da Duda Beat. Escuta aí!

Vitrolinha com TataOgan recebe Lux & Tróia. Sábado (24.08) das 18h às 23h. Ingressos na porta a R$ 10. Rooftop do Selina
O Hotel Selina fica ao lado da Sala Cecilia Meireles. Largo da Lapa, 09.

Manjar: Para Habitar Liberdades

Solar dos Abacaxis

Como explicar o Solar dos Abacaxis? Só vivendo mesmo a experiência. O Solar é, acima de tudo, resistência, então se você está com a energia meio baixo astral, recomendo. O Solar é uma galeria viva e um espaço de festa e liberdade. Na sexta vai rolar muita coisa, então melhor olhar na evento, mas sempre arte, show e DJs. Nas palavras da própria festa, a Manjar é “Encontro experimental de arte e liberdade / Formas colaborativas para sonhos coletivos”. Deu pra sacar a vibe, né?

Manjar:Para Habitar Liberdades. Sábado (24.08) às 18h. Ingressos: contribuição voluntária até às 19h. Após R$ 20.
Solar dos Abacaxis. Rua Cosme Velho, 857 – Cosme Velho.  

Peraí, que tem mais

Olha que delícia de Happy Hour quinta-feira na Comuna.
Camões Drink Club • convida Luluca. Quinta (22.08) às 20h. Gratuito.
Comuna. Rua Sorocaba, 585 – Botafogo. 

Quem tá com saudade de Rave no Riocentro. Porque parece que tá voltando com tudo! Dei uma olhada no line up e tem muita coisa no bolo, então se você estiver se sentindo jovem e intrépido, acho que vale o revival. Até bloco de carnaval vai ter.
Bunker Festival 2019 – #SomosTodosIguais. Sábado (24.08) às 20h. Ingressos a partir de R$ 90, aqui
. Riocentro. Av. Salvador Allende, 6555 – Barra da Tijuca

Tem live Jazz e tem DJ, mas como o Galpão é um lugar com clima mais de festa, vem pra cá e não pros shows.
Jazz na ladeira : Afro Jazz & Soujazs. Sexta (24.08) às 22h. Ingressos a partir de R$ 15, aqui.
Casarão Floresta. Ladeira dos Guararapes, 115 – Cosme Velho.

Tem roda de conversa, tem show, tem DJ, tem tudo que um bom fervo sapatão tem que ter. O Isoporzinho já é um evento tradicional do circuito LGBTQ+ no Rio, e esse tá especial.
Isoporzinho das Sapatão – Visibilidade Lésbica. Sábado (25.08) às 17h. Gratuito.
Desvio. Rua Ramalho Ortigão, 12 – Centro.

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

22 de August, 2019

Share

Luiza Vilela

Luiza S. Vilela é paulistana naturalizada capixaba, mas foi parar no Rio pra cursar letras há 15 anos e nunca mais saiu. Fugiu da vida acadêmica pra escrever, produzir conteúdo e, mais recentemente, casar pessoas. Já coordenou a editoria de FVM e Culinária da Revista Capitolina e contribuiu com Matador, Noo, Rio Etc, Modices e tantas outras. Bate um papo reto sobre literatura, claro, mas também sobre moda, culinária, feminismo e esportes. Site: www.luizaescreve.com

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.