Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana no Rio de Janeiro: 31.05

Data

30 de May, 2019

Share

Geral

A festa Kode, convidada da Geral | Foto: Awb Fotografia

A paisagem sonora da cidade ganha corpo num lugar chamado Geral. Nesta sexta-feira, a primeira edição da residência artística tocada a muitas mãos recebe dois nomes que despontam na noite carioca: Ananda, residente da Kode, e Vini Alves, da Finalmente. A ideia é compor um espaço voltado para a criação de sons (eletrônicos e orgânicos) que façam o povo se libertar da vergonha de dançar. Os DJs Sugu e Jabour também participam.

Um lugar chamado Geral. Sexta-feira (31.05), às 23h. Ingressos gratuitos (até meia-noite) e R$ 10 após.
Rua Teotônio Regadas, 13 – Lapa.

Mr. Red Monkey

DJs na festa Red Monkey | Foto: High!

Nesta sexta-feira, tem Red Monkey no After Bar. E não será uma after, nada disso. Festa que costuma incendiar a Fosfobox com global bass, trap e future beats, o evento aterrissa agora na casa em Botafogo para uma noite que vive o presente cultivando saudade dos bons tempos do futuro. Nostalgia futurística? Talvez. A carrapetas são comandadas por Jacquelone, Dedé Menezes, Kenyᐱ, DirtyTwo Djs e Vini Por7o.

Red Monkey | After Bar. Sexta-feira (31.05), às 23h. Ingressos a partir de R$ 10, aqui.
After Bar. Rua Paulo Barreto, 63 – Botafogo.

Arraiá da Garagem

A entrada da Garagem: público também se espalha pela rua | Foto: Reprodução

Na Rua da Carioca, no Centro, uma garagem tem acelerado os corpos à noite (quem não lembra do Freeda Baile por ali?). Neste sábado, o endereço recebe a banda Vulcão Erupçado para um bailado junino com fogueira, quentão, coco e forró. Não é mentira: a equipe faz até campanha para que o público compareça no local vestido à caráter. Sim, já é hora de pular quadrilha (abaixo, aliás, separamos outras opções de festa junina: role a tela!).

Arraiá da Garagem | Vulcão Erupçado. Sábado (1º/06), às 22h. Ingressos a partir de R$ 10, aqui.
A Garagem. Rua da Carioca, 85 – Centro.

Peraí, que tem mais

Mais uma edição de experimentações calorosas no CoLAB: comandam o som Jacqueline / Jacquelone, Te Amo Te Odeio e Fabio Heinz / O Boyzinho.
Quente no CoLAB. Quinta-feira (30.05), às 20h. Gratuito.
CoLAB. Rua Fernandes Guimarães, 66 – Botafogo.

A festa Morta faz edição “gala” com o tema camp, em referência ao baile do Met deste ano (a equipe pede que o público vá montadão mesmo). No repertório, aquela mistura de música pop para dançar como se não houvesse amanhã.
Morta | Gala. Sexta-feira (31.05), às 23h. Ingressos a partir de R$ 15, aqui.
Fosfobox. Rua Siqueira Campos, 143 – Copacabana.

O Festival de Ativação Urbana ocupa o Passeio Ernesto Nazareth, na Zona Portuária, com uma rave de respeito, com quase doze horas (!) de festa. Em três palcos diferentes, dezenas de nomes da cena noturna carioca se revezam nas carrapetas: participam da farra atrações como Igor Mascarenhas, TropiCals, Bernardo Campos, Luis Rojas, Bruna Strait e Rodrigo S — o repertório inclui uma mistura de disco, afro house, progressive, pop, funk, carnaval e hip hop.
FAU | Festival de Ativação Urbana. Sábado (1º/06), a partir das 18h. Gratuito, aqui.
Passeio Ernesto Nazareth. Avenida Professor Pereira Reis, s/nº – Santo Cristo.

Peraí, que (já) tem festa junina

Até domingo, o pilotis do Lagoon é ocupado com barraquinhas de comidas típicas e shows de forró, em festa que se estende até o fim da noite.
Festa Junina da Lagoa. Sexta-feira (31.05), das 16h às 23h. Sábado (1º/06) e domingo (02/06), do meio-dia às 23h. Gratuito.
Lagoon. Avenida Borges de Medeiros, 1424 – Lagoa.

No sábado, rola o arraiá de despedida do Kbeça, da Cachaça Axé, que voltará à João Pessoa, em Pernambuco — e faz a festa para arrecadar grana e adquirir alguns equipamentos de som para sua pesquisa (tem link para vaquinha, aqui). A festa será arretada: na Praça Marechal Âncora, no Centro, point de muitos fervos…
Arraiá da Despedida. Sábado (1º/06), às 22h. Gratuito.
Praça Marechal Âncora, s/nº – Centro.

Queridinha entre o público lésbico, a Vaca Profana alimenta o espírito caipira com um festa temática em clima de arraiá: as atrações, desta vez, são a equipe da Transpira e da Realce, além do DJ Edu Castello. As projeções são comandadas por Hugo Mattos.
Arraiá Profano. Sábado (1º/06), às 23h. Ingressos gratuitos, aqui.
BCo. Rua General Luís Mendes de Morais, 210 – Santo Cristo.

Um clássico que não sai de moda. Festa dedicada à música popular brasileira, a Bebete VãoBora faz edição junina, com quadrilha, forró, barraca do beijo e dose dupla de catuaba e cuba libre.
Bebete VãoBora | Edição Junina. Sábado (1º/06), às 23h. Ingressos a partir de R$ 10, aqui.
Gafieira Elite. Rua Frei Caneca, 4 – Centro.

Data

30 de May, 2019

Share

Filipe Isensee e Gustavo Cunha

Filipe nasceu em Salvador, mudou-se aos 9 anos para Belo Horizonte e, aos vinte e poucos, decidiu encarar o Rio de Janeiro. Há quatro anos conheceu Gustavo, cria da capital fluminense. Jornalistas culturais, gostam de receber amigos em casa e ir ao cinema. Cada vez mais são adeptos de programas ao ar livre - sempre que podem, incluem no passeio Chaplin, esperto vira-lata adotado há um ano.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.