Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana no Rio de Janeiro: 28.09

Data

27 de September, 2018

Share

ArtRio

A valorização da arte brasileira se mantém como norte do evento, que chega a sua oitava edição. Dividida em seis linhas, a programação reúne obras de artistas novos e consagrados em uma seleção das principais galerias do país e do mundo. Há espaços dedicados a trabalhos fora do eixo Rio-São Paulo, às videoartes e também àqueles que mostram como a palavra escrita e falada está no processo de criação. Vale também ficar atento ao Conversas ArtRio, com debates e mesas redondas, com participação de curadores, artistas, colecionadores e críticos de arte. Arte, arte, arte, arte, entendeu? Ou Art.

ArtRio. De quinta-feira (27.09) a sábado (28.09), das 13h às 21h. Domingo (30.09), das 13h às 20h. Ingressos a partir de R$ 40. Passaporte para os quatro dias custa R$ 100.
Marina da Glória. Av. Infante Dom Henrique, s/nº – Glória.

Rubens Casara no Encontro com Territórios

Projeto bem maneiro que acontece na estação central do metrô. Um pequeno palco para convidado e entrevistador, com muitos bancos em volta para o público. O bate-papo é organizado pela Estação Leitura, biblioteca popular onde se tem acesso gratuito aos mais de 4 mil livros catalogados. Alberto Mussa, Edney Silvestre, Miriam Leitão e Nélida Piñon já passaram pelo “Encontro com Territórios” e, nesta quinta, é a vez de Rubens Casara. O juiz, professor e escritor vai falar sobre o livro “Estado pós-democrático”.

Rubens Casara no Encontro com Territórios. Quinta-feira (27.09), às 19h30. Gratuito.
Biblioteca Estação Leitura. Estação Central do metrô, ao lado do quiosque Empada com Arte.

Bate-papo com Xênia França

Xênia França fala sobre representatividade, gênero e resistência | Foto: Gabriel Klein/Divulgação

Xênia França comanda o bate-papo promovido pelo Coletivo Viver Bem para discutir  o papel da mulher na contemporaneidade. Também participam da manhã feminina a radialista Fabi Pereira, a diretora de videoclipes Gabi Jacob e a produtora do Circo Voador, Gaby Morenah. Elas falam sobre representatividade, questões de gênero e resistência, além do papel do videoclipe como forma de arte e de luta pela afirmação da mulher dentro de uma sociedade racista e desigual. O belíssimo casarão do Instituto Europeo Di Design abriga o evento.

Coletivo Viver Bem | Xênia França e Convidadas. Sábado (29.09), a partir das 10h. Gratuito.
Instituto Europeo Di Design (IED). Avenida João Luis Alves, 13 – Urca.

Passeata contra #EleNão

Pela mobilização virtual, pelos depoimentos contundentes, pelos corpos presentes, pelos corpos ausentes, pela memória de Marielle, pelo grito, pelo desejo convertido em ação, pela liderança feminina, pelo tempo vivo e pelos ares. Por tudo já dito, a passeata é o ato mais simbólico e importante da temporada. Como somos reis dos memes, não faltam brincadeiras a respeito da mobilização. Não tem problema rir – alguns grupos são mesmo bem divertidos -, mas o mais importante é dar apoio e fazer ecoar o recado. Na época da auto-verdade, eis aqui uma verdade compartilhada por tantos: #elenão. E, sim, a passeata virá impávida que nem Muhammad Ali, apaixonadamente como Peri, tranquila e infalível como Bruce Lee. Virá e será. São muitos grupos para um mesmo não:

Mulheres contra Bolsonaro.
Mulheres, Negros e LGBTQs Contra Bolsonaro!
Legumes contra Bolsonaro
Fãs de Jorge Vercillo contra Bolsonaro.
Educadoras e educadores contra Bolsonaro.
Os Cavaleiros do Zodíaco contra Bolsonaro.
Gente que não sabe flertar contra Bolsonaro.
Alienígenas Contra Bolsonaro.
Sábado (29.09), às 15h.
Cinelândia.

Parada Gay do Rio

E o que dizer da parada? Para além da bandeira colorida, do brilho de rostos, da música, existe a diversidade como resistência e persistência de ser. A parada não deixa de ser uma continuação simbólica do evento na Cinelândia, com a renovação de um grito. Às vésperas das eleições, o tema da 23ª edição não poderia ser mais oportuno: “Vote em ideias, não em pessoas. Vote em quem tem compromisso com as causas LGBTI”. Wanessa Camargo, Lexa e Luisa Sonza estão entre as atrações do dia. Além disso, dois trios especiais serão ocupados pela Treta Festa, pela Eclética e pelo Chá da Alice.

Parada Gay do Rio. Domingo (30.09): a concentração começa às 12h, mas a partir de 9h acontece a ação “Cidadania, Saúde e Serviços”.
Praia do Copacabana. 

Peraí, que tem mais

A Escola de Teatro Popular promove uma oficina com o objetivo de criar uma intervenção durante a marcha das mulheres contra o #elenão. A organização pede que os interessados usem preto.
Teatro contra o fascismo. Sábado (29.09), a partir das 9h30. Gratuito.
Centro de Teatro do Oprimido. Av Mem de Sá, 31 – Lapa.

Data

27 de September, 2018

Share

Filipe Isensee e Gustavo Cunha

Filipe nasceu em Salvador, mudou-se aos 9 anos para Belo Horizonte e, aos vinte e poucos, decidiu encarar o Rio de Janeiro. Há quatro anos conheceu Gustavo, cria da capital fluminense. Jornalistas culturais, gostam de receber amigos em casa e ir ao cinema. Cada vez mais são adeptos de programas ao ar livre - sempre que podem, incluem no passeio Chaplin, esperto vira-lata adotado há um ano.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.