Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana no Rio de Janeiro: 01.02

Data

31 de January, 2019

Share

Chico César + Vitor Ramil

Chico César e Vitor Ramil. Foto: divulgação
Chico César e Vitor Ramil. Foto: divulgação

Amigos de longa data, Chico César e Vitor Ramil resolveram unir forças para uma colaboração artística em conjunto. Apesar das origens distantes – o primeiro é natural da Paraíba; o segundo, do Rio Grande do Sul -, ambos compartilham a mesma abordagem livre e inventiva de seus universos regionais. No palco, poesia e música dividem espaço com conversas descontraídas, embaladas por canções como “Olho d’água, água d’olho”, “Estado de poesia”, “Moer cana”, “Pensar em você”, “Labirinto” e “Estrela, estrela”.

Chico César e Vitor Ramil no Rio. Sexta-feira (31.01), às 19h30. Ingressos a partir de R$ 40, aqui.
Teatro Rival. Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro.

Rosa Neon

Aconteceu por acaso o encontro entre Luiz Gabriel Lopes (do grupo Graveola), Mariana Cavanellas, Marina Sena (d’A Outra Banda da Lua) e Marcelo Tofani. Artistas conhecidos na cena independente, eles formam agora a banda Rosa Neon, que faz sua primeira apresentação no Rio, com participação especialíssima de Ana Frango Elétrico e Tyaro. O quarteto é altamente recomendado pelo rapper Djonga, que já anunciou que o coletivo musical é seu preferido atualmente. Vale mesmo prestar atenção.

Rosa Neon part. Ana Frango Elétrico e Tyaro. Sexta-feira (01.02), às 20h. Ingressos a R$ 20, com nome aqui.
Audio Rebel. Rua Visconde de Silva, 55 – Botafogo.

Lenine

O cantor Lenine | Foto: Flora Pimentel

Apesar da redundância do que será dito, a gente insiste na informação. Sim, há dois bons motivos para Lenine subir ao palco do Circo Voador neste finde: 1) pela primeira vez, o pernambucano apresentará o projeto “Em trânsito” num local que inspira uma aproximação mais quente com o público (a estreia do show aconteceu no Vivo Rio, no fim de 2018); 2) ali, cara a cara com a plateia, o cantor comemorará seu aniversário de 60 anos e entoará sucessos e inéditas com uma roupagem totalmente nova. Tem “Que baque é esse”, “É o que me interessa”, “Virou areia”, “Bicho saudade”, entre outras maravilhas.

Lenine em Trânsito. Sábado (02/02), às 22h. Ingressos a partir de R$ 60, aqui.
Circo Voador. Rua dos Arcos, s/nº – Lapa.

Dado Villa-Lobos & Marcelo Bonfá

Marcos na história da música popular do país, os discos “Dois” e “Que país é este” completam 30 anos em 2019. Para celebrar a data, Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá – ambos integrantes da extinta banda Legião Urbana -sobem ao palco da Fundição Progresso para desfiar canções emblemáticas, como “Tempo perdido”, “Eduardo e Mônica” e “Faroeste caboclo”. Além de Dado na guitarra e Bonfá na bateria, o projeto conta com os vocais de André Frateschi, a guitarra e violão de Lucas Vasconcellos, os teclados e programações de Roberto Pollo e o baixo de Mauro Berman – que também assina a direção musical do show.

Dado e Bonfá tocam Legião Urbana. Sábado (02.02), às 21h. Ingressos a partir de R$ 70, aqui.
Fundição Progresso. Rua dos Arcos, 24 – Lapa.

Peraí, que tem mais

Em meio a intervenções circenses, cerveja gelada e petiscos da baixa gastronomia carioca, a banda El Efecto apresenta o show “Memórias do fogo”, um painel poético de situações, personagens e alegorias que evocam lutas coletivas contra diferentes formas de opressão.
El Efecto na Trincheira de Som e Circo. Quinta-feira (31.01), às 20h. Ingressos a partir de R$ 15, aqui.
Pavilhão do Teatro de Anônimo. Rua dos Arcos, 24 – Lapa.

O grupo Digitaldubs volta ao revival clássico que já virou um clássico: uma noite regada a reggae, rub-a-dub e dancehall.
Digitaldubs. Quinta-feira (31.01), às 23h. Gratuito.
Casa da Matriz. Rua Henrique de Novaes, 71 – Botafogo.

Nome promissor na cena nacional de rap, Flora Mattos volta ao Circo Voador com sua rima afiada. O duo DNasty faz a abertura.
Flora Matos. Sexta-feira (01/02), às 22h. Ingressos a partir de R$ 50, aqui.
Circo Voador. Rua dos Arcos, s/nº – Lapa.

Clássicos do samba ganham forma na roda que Zeca Pagodinho comanda ao lado de uma banda liderada pelo violonista Paulão 7 Cordas. Programão para quem curte um batuque.
Samba do Zeca 2019. Sábado (02.02), a partir das 17h. Ingressos a partir de R$ 100, aqui.
Jockey Club. Praça Santos Dumont, 31 – Gávea.

E por falar em samba… Sábado é dia de feijoada na quadra da Portela. No endereço azul e branco, Alcione e Roberta Sá compartilham os microfones ao lado da Velha Guarda da agremiação.
Feijoada da Família Portelense, com Roberta Sá e Alcione. Sábado (02.02), a partir das 13h. Ingressos a partir de R$ 15, aqui.
Portela. Rua Clara Nunes, 81 – Madureira.

Zé Ramalho faz um passeio pelos maiores sucessos de sua carreira em show único neste fim de semana. No repertório, pérolas como “Sinônimos, “Admirável gado novo”, “Chão de giz” e “Entre a serpente e a estrela”. É para cantar junto, hein.
Zé Ramalho no Vivo Rio. Sábado (02.02), às 21h. Ingressos a partir de R$ 150, aqui.
Vivo Rio. Avenida Infante Dom Henrique, 85 – Aterro do Flamengo.

Data

31 de January, 2019

Share

Filipe Isensee e Gustavo Cunha

Filipe nasceu em Salvador, mudou-se aos 9 anos para Belo Horizonte e, aos vinte e poucos, decidiu encarar o Rio de Janeiro. Há quatro anos conheceu Gustavo, cria da capital fluminense. Jornalistas culturais, gostam de receber amigos em casa e ir ao cinema. Cada vez mais são adeptos de programas ao ar livre - sempre que podem, incluem no passeio Chaplin, esperto vira-lata adotado há um ano.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.