De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

As boas do feriado no Rio de Janeiro: 12.10

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

11 de October, 2018

Share

Viagem ao centro da Terra – temporada Caixa Cultural RJ

A Cia. Solas de Vento se apresenta em curta temporada na CAIXA Cultural Rio de Janeiro com o infantil “Viagem ao Centro da Terra”, espetáculo que estreou em 2015 em São Paulo e foi indicado ao Prêmio São Paulo de Teatro Infantil e Jovem nas categorias de Melhor Trilha Sonora Original, Ator e Espetáculo. Inspirado em um dos maiores clássicos da literatura de ficção científica, escrito pelo francês Júlio Verne, a montagem narra a extraordinária aventura do geólogo Otto Lindenbrock e de seu sobrinho Axel rumo ao centro da Terra. Imperdível para quem quer levar os pequenos pra comemorar o dia das crianças, mas também se entreter com o conteúdo.

Viagem ao centro da Terra – temporada Caixa Cultural RJ. De Sexta (12.10) a Domingo (14.10) às 16h. Ingressos a partir de R$ 8, no local.
Caixa Cultural. Av. Almirante Barroso, 25, Centro. 

O Frenético Dancin´Days (últimas semanas)

Grande sucesso da temporada teatral carioca, o musical ‘O Frenético Dancin´Days’ começa a se despedir da cidade e fica em cartaz até o dia 21 de outubro, no Teatro Bradesco Rio. O espetáculo conta a história da Frenetic Dancing´Days Discotheque, boate idealizada pelos amigos Nelson Motta, Scarlet Moon, Leonardo Netto, Dom Pepe e Djalma Limongi, um espaço de celebração do amor e da liberdade. Ao lado de Patrícia Andrade, o próprio Nelson Motta assina o texto de ‘O Frenético Dancin´Days’, que marca a estreia da coreógrafa e bailarina Deborah Colker na direção de um espetáculo teatral, com realização das Irmãs Motta e Opus e produção geral de Joana Motta. O figurino babado é do Fernando Cozendey.

O Frenético Dancin´Days. De sexta a domingo às 21h na sexta, 17h e 21h no sábado e 18h no domingo. Ingressos a partir de R$ 40, aqui.
Teatro Bradesco Rio. Avenida das Américas, 3900 – loja 160 do Shopping VillageMall.

1º Prêmio Performa Rio

Pra quem curte dança, a boa do feriado é colar na Lona Cultural Carlos Zéfiro, onde acontece o Performa Rio. Um grande festival competitivo de dança envolvendo grandes nomes do Rio De Janeiro. A mostra competitiva conta com Kátia Bezerra, Ramirez Menezes e Washington Cardoso na comissão avaliadora. As vagas são limitadas!

1º Prêmio Performa Rio. Domingo (14.10 a partir das 9h. Ingresso a R$ 20, no local.
Lona Cultural Carlos Zéfiro – Estrada Marechal Alencastro, 4113 – Anchieta

Peraí, que tem mais

Quem perdeu o elogiado  filme “O Processo” no cinema vai poder tirar o atraso e ainda com direito a um debate bem foda depois, no Cineclube das Ciências Sociais da UERJ.
Cine debate – filme: O Processo. Quinta (11.10) às 16h30. Gratuito.
UERJ. Rua São Francisco Xavier, 524, Maracanã. Sala: 9043 F – 9º andar. 

Ainda para as crianças e pais descolados, na manhã do dia 12 de outubro o Theatro Municipal do Rio de Janeiro será o palco de uma grande homenagem ao Dia das Crianças. Regida pelo maestro Jésus Figueiredo, a Orquestra Sinfônica Brasileira vai se apresentar com repertório escolhido especialmente para a criançada: O Carnaval dos Animais, de Camille Saint-Saëns, e Pedro e o Lobo, de Sergei Prokofiev. Com narração do ator Jonas Hammar, o espetáculo terá início às 11h e os ingressos terão preços populares.
OSB no Thetro Municipal (Especial Dia das crianças). Sexta (12.10) às 11h. Ingressos a partir de R$ 10.
Theatro Municipal. Praça Floriano, s/nº – Cinelândia.

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

11 de October, 2018

Share

Luiza Vilela

Luiza S. Vilela é paulistana naturalizada capixaba, mas foi parar no Rio pra cursar letras há 12 anos e nunca mais saiu. Fugiu da vida acadêmica pra escrever, produzir conteúdo e, mais recentemente, casar pessoas. Já coordenou a editoria de FVM e Culinária da Revista Capitolina e contribuiu com Matador, Noo, Rio Etc, Modices e tantas outras. Bate um papo reto sobre literatura, claro, mas também sobre moda, culinária, feminismo e esportes. Site: www.luizaescreve.com

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.