De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boa do fim de semana no Rio: 12.04

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

11 de April, 2019

Share

Mostra SBH 175 anos: Cinema Brasil – Alemanha

Die andere Heimat, um dos destaques da Mostra

Ai como eu amo uma boa mostra de cinema! A Sociedade de Beneficência Humboldt, em comemoração aos seus 175 anos e alinhada à missão de disseminar a cultura alemã, realiza a Mostra SBH 175 anos | Cinema Brasil – Alemanha. Com o apoio do Consulado Geral da Alemanha no Rio de Janeiro e do Goethe-Institut, a mostra, sob curadoria da cineasta Rejane Zilles, trará filmes já consagrados, além do inédito “Die andere Heimat”, do cineasta Edgar Reitz. Dei uma espiada nos filmes que vão passar e destaco o lindo, lindíssimo, inesquecível “Cinema, aspirinas e urubus”, cuja oportunidade de ver na tela grande você não deve perder. É isso.

Mostra SBH 175 anos | Cinema Brasil – Alemanha. De sexta a domingo (12 a 14.4) vários horários. Gratuito. Casa de Cultura Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176 – Ipanema. 

OSB apresenta Choro em Concerto

Orquestra Sinfônica Brasileira regida por Lee Mills
Orquestra Sinfônica Brasileira regida por Lee Mills

Pensa no quanto que isso vai ser lindo: Alfredo da Rocha Vianna Filho, mais conhecido como Pixinguinha, emprestou sua data de nascimento para a celebração do Dia Nacional do Choro – 23 de abril. Antecipando as comemorações, a Orquestra Sinfônica Brasileira, sob a batuta do maestro Lee Mills, leva ao palco do Theatro Municipal o espetáculo “Choro em Concerto”. Parceria com a Casa do Choro, apresentação terá Pixinguinha, Darius Milhaud, Marcílio Lopes, Paulo Aragão, Jayme Vignoli e Maurício Carrilho no programa.

OSB apresenta Choro em Concerto. Sexta (12.04) às 20h. Ingressos a partir de R$ 10, aqui.
Theatro Municipal. Praça Marechal Floriano, s/n – Centro. 

A fábrica de cachorros

Com direção da dupla Julia Stockler e Julianna Firme, o espetáculo, escrito durante a corrida eleitoral no Brasil de 2018, marca a estreia da roteirista, escritora e militante feminista Renata Corrêa no teatro. Ouvi falar muito bem da peça e sugiro como leitura esta matéria da Vivian Pizzinga sobre a montagem, de onde tiro a aspas a seguir: “Segundo Renata, o argumento em primeira pessoa nasceu de um ensaio sobre silenciamento que tinha como figura central o mito grego de Cassandra que, ao se recusar a se deitar com o Deus Apolo, foi amaldiçoada. Mesmo sendo a maior profetiza do mundo antigo, ninguém acreditaria em suas previsões, que estariam sempre corretas.” Só mulher incrível, gente.

A fábrica de cachorros. De sexta a domingo (12 a 14.04) às 19h30. Ingressos no local.
Teatro Nathalia Timberg. Avenida das Américas, 2000. Tel:(21)2442-5188. Shopping Freeway. Barra da Tijuca. 

Peraí, que tem mais

“Ato de Comunhão”,  peça super premiadas com o ator Gilberto Gawronski, está em cartaz aqui no Rio, no Teatro do Planetário.
Ato de comunhão. De sexta a domingo (12 a 14.04) às 21h sex/sab e às 19 dom. Ingressos a partir de R$ 40. Teatro do Planetário. Av. Padre Leonel Franca , 240 – Gávea

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

11 de April, 2019

Share

Luiza Vilela

Luiza S. Vilela é paulistana naturalizada capixaba, mas foi parar no Rio pra cursar letras há 12 anos e nunca mais saiu. Fugiu da vida acadêmica pra escrever, produzir conteúdo e, mais recentemente, casar pessoas. Já coordenou a editoria de FVM e Culinária da Revista Capitolina e contribuiu com Matador, Noo, Rio Etc, Modices e tantas outras. Bate um papo reto sobre literatura, claro, mas também sobre moda, culinária, feminismo e esportes. Site: www.luizaescreve.com

Ver todos os posts

Comentários

  • A associação de moradores do horto está com uma vakinha para ajudas os moradores que tiveram as casas destruídas. Por favor, ajudem!! ID da vaquinha: 536997 https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajuda-aos-moradores-do-horto?utm_campaign=facebook&fbclid=IwAR2sqjCqckfuVKOwIs8O0Clulnhm9fVGGoUYl5Hwbn0-UHoUNxFTiTc64X8
    - Carolina Florentino

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.