De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana no Recife: 18.01

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

17 de January, 2019

Share

Márcio Oliveira

Márcio Oliveira. Foto: Karen Fontana
Trompetista apresenta projeto solo junto com convidados. Foto: Karen Fontana

O cara é uma figura-chave nas cenas musicais pernambucanas contemporâneas. Já tocou com quase todo mundo, sempre com empolgação. Como se nada, além de ser fodão no trompete, Márcio Oliveira também tem uma forte inquietação artística com ricos projetos autorais, como um músico completo que vai muito além do sopro. Sábado, vai rolar mais uma oportunidade única de ver seu show solo, desta vez acompanhado pelos convidados Jr Black, Zé Brown, Jam da Silva, Juliano Valença, Manu Autran e outras surpresas, em uma “celebração da música afrobrasileira”.

Márcio Oliveira e Convidados. Sábado (19.01) às 20h. Ingressos a partir de R$ 15.
Casbah. Rua 27 de Janeiro, 7, Praça do Carmo, Olinda.

Peraí que tem mais

Coisas (1965), de Moacir Santos, um dos melhores discos de todos os tempos, ganha releitura eletrônica ao vivo com o projeto Grassmass, de Rodrigo Coelho.
Moacir Dub Session. Quinta (17.01) às 22h. Grátis.
Texas Café Bar. Rua Rosário da Boa Vista, 163, Pátio de Santa Cruz, Centro.
Moacir Dub Session 2. Sábado (19.01) às 21h. Grátis.
A Caverna. A Caverna. Rua Fernando Lopes, 78, Vila da Capunga, Graças.

Show de uma boa representante da nova cena recifense de música conceitual.
Estesia. Quinta (17.01) às 19h30. Grátis.
Apolo 235. Rua do Apolo, 235, Bairro do Recife, Centro.

A banda Casamarela vai testar se a Zona Sul também curte um forrozinho.
Forró do Pina. Quinta (17.01) às 21h. Grátis.
Empório Nova Raiz. Galeria Joana d’Arc. Avenida Herculano Bandeira de Mello, 513, Pina.

Clássicos manguefônicos em versão de forró com Urêa no vocal.
Forrólindense. Sexta (18.01) às 22h. Ingressos a partir de R$ 12,50.
Recanto do Ingá (antigo Xinxim). Avenida Sigismundo Gonçalves, 742, Carmo, Olinda.

O mitico boneco de Olinda ganha uma homenagem afropercussiva.
Homem da Meia-Noite na Xambá. Sábado (19.01) às 19h. Grátis.
Centro Cultural Bongar. Rua Iêda, 103, São Benedito, Olinda.

Tem troças de frevo pelas ruas de Olinda em pleno sábado de janeiro.
Trinca de Ás e Boi da Macuca. Sábado (12.01) a partir das 17h. Grátis.
Concentração no bar Manny Deck. Rua do Sol, 468, Carmo, Olinda.

Djonga e Diomedes estão entre os sete shows da noite dedicada ao novo hip hop brasileiro.
Festival Rap de Vitrine. Sábado (19.01) a partir das 18h. Ingressos: R$ 80.
Baile Perfumado. Rua Carlos Gomes, 390, Prado.

A psicodelia musical brasileira dos anos 70 ganha releitura forrozeira.
Panis et Forró. Sábado (19.01) às 21h. Ingressos: R$ 10.
Poço das Artes. Rua Álvaro Macedo, 54, Poço da Panela.

A lendária banda de trash metal continua na ativa e chega a Olinda em minifestival junto com mais três grupos de peso.
Hanagorik. Domingo (20.01) às 17h. Ingressos a partir de R$ 20.
Recanto do Ingá (antigo Xinxim). Avenida Sigismundo Gonçalves, 742, Carmo, Olinda.

Atitude política, punk rock e hardcore com as bandas Subversivos, Noise MFC, Guerra Urbana e ruína.
Subúrbio Geral Antifascista. Domingo (20.01) às 18h. Ingressos: Contribuição voluntária.
Quadra do Mangueirão. Rua Lindolfo Collor, Paratibe, Paulista.

Cambinda Nova, Leão das Cordilheiras, Estrela de Ouro e Leão Formoso fazem suas sambadas neste fim de semana.
Ensaios de Maracatus Rurais. Sábado e domingo às 21h30 (sábado) e às 14h30 (domingo).
Sedes das agremiações. Cidades de Nazaré da Mata, Condado e Glória do Goitá.

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

17 de January, 2019

Share

Júlio Cavani

Durante três meses em Nova York em 2010, Júlio não trabalhou e nem estudou. dedicou todos os dias e noites da viagem a shows, exposições e cinemas. Na verdade, a vida dele é assim o ano inteiro, todos os anos, em qualquer cidade onde esteja. Quando trabalha, procura sempre algo relacionado a arte, filmes e música. Quando tem tempo livre, busca as mesmas coisas (ou ambientes com muita natureza). Também desenvolve os próprios projetos artísticos, influenciado por tudo o que vê e ouve. Ele ainda é conhecido por conseguir provar que sempre é possível encontrar coisas legais para fazer no Recife e por estar em vários lugares ao mesmo tempo.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.