De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana no Recife: 18.01

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

17 de January, 2019

Share

Joana Lira

A exposição está em cartaz na nova área do museu Cais do Sertão. Foto: Everton Ballardin

Todo mundo já conhece o trabalho que Joana Lira fez para o Carnaval do Recife há alguns anos. Foi uma coisa bem marcante. Agora, na exposição em cartaz no Cais do Sertão, é possível sentir e compreender melhor a profundidade artística e as referências presentes naquele projeto, que passa pela obra de gênios das artes plásticas de Pernambuco, como Abelardo da Hora, Petrônio Cunha, Lula Cardoso Ayres, Vicente do Rego Monteiro, Cícero Dias, Bete Paes e Tereza Costa Rêgo. Neste domingo, às 16h, o percussionista Maurício Badé conversa com o público sobre a trilha sonora da esposição, que está em cartaz de terça a domingo.

Exposição de Joana Lira. Aberta de terça a sexta, das 9h às 17h. Sábados e domingos, das 13h às 17h.
Cais do Sertão. Avenida Alfredo Lisboa, Bairro do Recife, Centro.

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

17 de January, 2019

Share

Júlio Cavani

Durante três meses em Nova York em 2010, Júlio não trabalhou e nem estudou. dedicou todos os dias e noites da viagem a shows, exposições e cinemas. Na verdade, a vida dele é assim o ano inteiro, todos os anos, em qualquer cidade onde esteja. Quando trabalha, procura sempre algo relacionado a arte, filmes e música. Quando tem tempo livre, busca as mesmas coisas (ou ambientes com muita natureza). Também desenvolve os próprios projetos artísticos, influenciado por tudo o que vê e ouve. Ele ainda é conhecido por conseguir provar que sempre é possível encontrar coisas legais para fazer no Recife e por estar em vários lugares ao mesmo tempo.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.