Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

O que você precisa saber antes de viajar para Israel

Quem escreveu

Dara Liberman

Data

22 de April, 2019

Share

Israel é um dos países mais fascinantes que já conheci. São 22 mil  km² de área, 6 horas de carro de norte a sul, e diferentes visuais pelo caminho. Apesar de ser um país pequeno (é menor do que Sergipe), tem muito para ver por aqui: o Mar Morto no ponto mais baixo da terra, os lugares sagrados de Jerusalém, o Monte Hermon coberto de neve no inverno, e por aí vai. Recomendo uma visita de no mínimo uma semana, ou de 10 a 15 dias para ver quase tudo com calma. Se estiver planejando a sua viagem para Israel, aqui vão algumas dicas básicas para começar a se preparar.

Temperatura

Jerusalém. Foto: Robert Bye / Unsplash
Vista de Jerusalém. Foto: Robert Bye / Unsplash.

Qualquer época é uma boa época para visitar Israel. O inverno é bem menos rigoroso que o europeu, e o verão é quente pra dedéu. Se você não vier para um feriado ou evento específico, recomendo maio/junho para temperaturas mais amenas. Dá pra pegar praia sem suar que nem um camelo.

Visto e Aeroporto

Brasileiros não precisam de visto para entrar em Israel, basta ter o passaporte válido por mais de 6 meses. Ao entrar e sair do país, seu passaporte não será carimbado – você receberá um papel, e é só guardá-lo durante a visita. No mais, Israel é conhecido pela segurança reforçada na entrada e saída do país. O protocolo é comum para todos, sejam turistas ou nativos, por isso, responda às perguntas com calma, explique os motivos da visita, e se necessário, mostre a confirmação da estadia.

Moeda e Preços

Jaffa e Tel Aviv. Foto: Shai Pal / Unsplash
Jaffa e Tel Aviv vistas de cima. Foto: Shai Pal / Unsplash.

Prepare o budget porque, apesar do Shekel estar cerca de 1 pra 1 com o Real, Israel não é um país barato. Uma garrafa de água custa em média 8 reais, uma cerveja, 30 reais, e um jantar sai 80 reais por cabeça, sem contar a gorjeta. A passagem custa em média US$800 com escala na Europa ou Etiópia, mas vale pesquisar os novos vôos diretos da LATAM que saem mais em conta em determinadas épocas.

Segurança

Apesar do que você provavelmente lê na mídia brasileira, Israel é um dos países mais seguros do mundo. Discussões políticas à parte, no dia a dia eu ando pra cima e pra baixo usando meu celular na rua, e volto da night andando sozinha às 3 da manhã sem me preocupar. Claro, te aconselho ficar sempre de olho nos seus pertences onde quer que esteja, principalmente em locais turísticos como mercados e praias. E nunca, repito, nunca deixe sua mochila sozinha e desamparada – os riscos dela ser destruída pelo esquadrão antibomba são altos.

Idioma

Mar Morto. Foto: Robert Bye / Unsplash
Flutuando no Mar Morto. Foto: Robert Bye / Unsplash.

O idioma oficial é o hebraico, mas todas as placas de trânsito incluem árabe e inglês. Em cidades maiores como Tel Aviv e Jerusalém é tranquilo se comunicar falando em inglês, e em outras cidades, a maioria sabe um basic ABC. Por ser um país que oferece cidadania para descendentes de judeus, Israel recebe em média 30 mil pessoas por ano de todas as nacionalidades. Por isso, não se impressione se escutar português ou outras línguas por aqui.

Feriados e Shabat

Pessach em abril e Rosh Hashaná em setembro/outubro são as grandes festas, e costumam ser as épocas em que as empresas fecham, os israelenses viajam e os preços de hotéis e passagens sobem. Já o Shabat é um dia curioso para quem não conhece. O dia do descanso para o Judaísmo acontece semanalmente no anoitecer da sexta-feira até o anoitecer do sábado. Em Israel, isso significa uma pausa no transporte-público e o fechamento da maioria das lojas, supermercados e restaurantes. Pra não ser pego desprevenido, programe-se para estar em Tel Aviv neste dia, a cidade mais internacional do mapa. Ah, e o domingo é um dia útil por aqui – todo mundo trabalha e estuda no clima de segunda-feira.

Jardins Bahai do Monte Carmel. Foto: Konstantin Stupak / Pexels
Jardins Bahai do Monte Carmel. Foto: Konstantin Stupak / Pexels.

Não faltam motivos para conhecer Israel, seja você religioso, baladeiro ou um(a) apaixonado(a) por conhecer novas culturas. Mesmo pequeno, Israel não passa despercebido. É e sempre será um país polêmico, conturbado, inspirador e surpreendente. Garanto muitas surpresas positivas na sua aventura pela terra oficialmente do leite e mel, e obcecada por café, homus e tahine. 

*Foto capa: Estradas de Yeruham por Virpeen Syp / Unsplash.

Quem escreveu

Dara Liberman

Data

22 de April, 2019

Share

Dara Liberman

Dara é produtora e gerente de projetos, e mora em Tel Aviv desde 2015. Adora pensar nos próximos destinos de viagem, organizar roteiros e descobrir todas as dicas quentes antes da partida. Estudou arquitetura e artes visuais, e ama fotografar pessoas desconhecidas pela cidade.

Ver todos os posts

Comentários

  • Olá Dará Estou indo para Israel no dia 19/02/2020 e ficarei até 27/02/2020. Gostaria que me desse uma dica de quantos dias devo ficar em Tel Aviv e Jerusalém para que consiga aproveitar bem de cada lugar e sugestão de guias para ambas as cidades. Falamos inglês básico, terei necessidade de guia em Tel Aviv? Penso que em Jerusalém não terei como não ter o guia, sendo assim aguardo seu retorno. Obrigada desde já
    - Cássia
    • Oi Cássia. A Dara apenas colaborou com esse texto, então não sabemos responder, mas você pode participar do nosso grupo no Facebook que lá sempre tem gente com boas informações pra compartilhar: https://www.facebook.com/groups/chickenorpasta/
      - Lalai Persson
  • Oi Dara!!! Meu sonho é conhecer as cidades de Israel. Mas eu não falo Inglês... Só lamento por mim mesmo...
    - Jose Onaldo

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.