Nicarágua: uma ilustre desconhecida

Quem escreveu

Rê no Rolê

Data

15 de February, 2018

Share

O que nós brasileiros sabemos sobre a Nicarágua?! Antes de chegar aqui, eu não sabia quase nada. Um país da América Central pobre e em guerra. Nada disso. A Nicarágua tem muito turismo a oferecer e os brasileiros ainda não a descobriram. Grande parte do turismo centro-americano dos brazucas é para o Panamá e para a Costa Rica. Na Nicarágua conheci só uma brasileira que vive aqui, em mais de 30 dias de rolê.

Dia-a-dia em La Rosita, Nicaragua. Foto: Adam Cohn / flickr.com
Dia-a-dia em La Rosita, Nicaragua. Foto: Adam Cohn / flickr.com

Banhada pelo mar do Caribe à leste e pelo Pacífico à oeste, a Nicarágua é um paraíso virgem e oferece diversos estilos de entretenimento: esportes, trilhas em vulcões, caminhadas na selva, reservas indígenas, escalada, surf, além das cidades. A capital, Manágua, tem cerca de 1.4 milhão de habitantes e é uma cidade em desenvolvimento. Ainda não tem Uber, mas tem bar, tem balada, tem agito como toda capital. Tem também uma grande biblioteca com a história do país, a Biblioteca Nacional Rubén Darío. Granada e León são as duas cidades coloniais que costumavam brigar entre si para se tornarem a capital. Vida noturna e muita arte encontram-se por lá.

Por-do-sol no Lago Nicaragua. Foto: Eric Molina
Por-do-sol no Lago Nicaragua. Foto: Eric Molina / flickr.com

Outra atração na Nica é o Cocibolca, conhecido também como Lago da Nicarágua, o maior lago de água doce da América Central, que mais parece o mar de tão grande. Diz a lenda que este é o único lago do mundo que tem tubarão de água doce, uma espécie endêmica que pode chegar a 7 metros de comprimento. Mas tem tanto peixe no lago que dificilmente os tubas estariam interessados em carne humana.

Sobre a guerra civil, o turista vê como resquício o atraso no desenvolvimento. Como em todos os países em que uma elite não se desfaz de seus privilégios. Qualquer semelhança com o Brasil não é mera coincidência. E hoje a Nicarágua está à venda. Um país que passou pela guerra civil e tem um governo “de esquerda”, não conseguiu ofertar ainda aos seus cidadãos nenhuma igualdade social. Tem os milionários, aquela meia dúzia, e a massa dos trabalhadores fodidos. E os gringos, que estão por aqui colonizando a costa do Pacífico, em pleno século 21. Você dá um rolê pela costa, visita as praias (que são lindas e muitas ainda virgens) e o que encontra são dezenas de placas de vende-se. A colonização das Américas ainda está em curso. Mas agora é a América do Norte se apossando da Central. Mas a Nica é linda, seu povo é gente finíssima, tem lugares incríveis e nos próximos posts vou contar um pouco do que conheci por aqui. Acompanhe a minha aventura por aqui!

*Foto destaque: Nicaragua por @danebrian

Quem escreveu

Rê no Rolê

Data

15 de February, 2018

Share

Rê no Rolê

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.