Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.
As boas do feriado no Rio: 02.11

As boas do feriado no Rio: 02.11

Quem escreveu

Kamille Viola

Data

01 de November, 2017

Share

Rio ArtMix Festival

Rico Dalasam é uma das atrações. Foto: divulgação

Em sua primeira edição, o evento reúne bandas nacionais de diversas vertentes do rock, divididos em duas noites. Nesta quinta, as atrações são Nove Zero Nove, Drenna, CPM 22, Alf Sá (ex-Rumbora), Autoramas e Black Alien. Sexta, é a vez de Monstros do Ula Ula, Deia Cassali, SuperCombo, Rocca Vegas, Rico Dalasam e Raimundos.

Festival Rio Art Mix. Quinta e sexta-feira, às 20h. Ingressos: R$ 80
Vivo Rio. Av. Infante Dom Henrique, 85 – Aterro do Flamengo

Festival Villa-Lobos

Guinga comemora 50 anos de carreira. Foto: divulgação/Manfred Pollert

Em sua 55ª edição, o evento apresenta 13 espetáculos musicais, com homenagens a Baden Powell (com Yamandu Costa, Orquestra Sinfônica Cesgranrio e Eder Paolozzi, quinta, no CCBB), a Tom Jobim (com Lívia Nestrovski & Fred Ferreira, Renato Braz e Cristóvão Bastos, sexta, no Teatro Oi Casagrande) e a Guinga (pelos 50 anos de carreira do artista, com o lançamento do CD ‘Avenida Atlântica’, com o próprio Guinga e o Quarteto Carlos Gomes, sábado, no Teatro Oi Casagrande). Também acontecem conferências, mesas-redondas e a mostra Cine Brasil Música. Veja a programação completa.

Festival Villa-Lobos. De quinta-feira a domingo (05.11). Grátis
Diversos locais

MecaUrca

Washed Out, projeto de Ernest Greene, atração do MecaUrca. Foto: Divulgação/Band Photo

O evento do festival Meca sobe até o Morro da Urca, um dos principais cartões-postais da cidade com atrações musicais. O line up traz a disco music moderna e ativista da norte-americana Nomi Ruiz (que foi vocalista do Hercules and Love Affair), o dream pop dançante do canadense Homeshake (pseudônimo e projeto solo de Peter Sagar, que foi guitarrista de Mac DeMarco durante anos), que estreia em solo brasileiro, e o americano Washed Out (o cantor e multi-instrumentista Ernest Greene), pioneiro do chillwave, caracterizado pelo uso de efeitos sonoros, sintetizadores, loops e samples de vocais melódicos. Guga Roselli, Carol Emmerick, Pathy Dejesus, Larissa Busch, Pedro Zuim, Heavy Baile, Minha Luz é de Led, Balako e Filipe Raposo completam o time.

MecaUrca. Sábado (04.11), às 22h. Ingressos: R$ 60 (meia-entrada) a R$ 120
Morro da Urca. Av. Pasteur, 520 – Urca

Peraí, que tem mais

O grupo de samba, que tem à frente o vocalista João Cavalcanti, comemora seus 16 anos de carreira no palco do Rival.
Casuarina. Quarta-feira (01.11), às 20h. Ingressos: R$ 60
Teatro Rival. Rua Álvaro Alvim, 33 / 37- subsolo – Cinelândia

A cantora Ana Claudia Lomelino, a Mãeana, se apresenta ao lado dos músicos Bem Gil (seu marido) e Pedro Fonte, e conta com as participações especiais de Giulia Drummond e Camila Costa.
Mãeana. Quarta-feira (01.11), às 20h. Ingresso: R$ 20
Audio Rebel. Rua Visconde de Silva, 55 – Botafogo – 3435-2692

Aos 40 anos de carreira, o trompetista Silvério Pontes lança seu primeiro CD autoral, ‘Reencontro’, que passeia por diversos gêneros musicais.
Silvério Pontes. Quarta-feira (01.11), às 19h. Ingressos: R$ 40
Casa do Choro. Rua da Carioca, 38 – Centro

Os dois artistas se encontram em diversos projetos. Nesta noite, os dois chegam juntos ao palco da Ganjah de forma intimista, sem repertório certo:  podem ir do rock ao samba, do reggae ao folk, ou passar pelo baião.
Chico Chico e João Mantuano. Quinta-feira (02.11), às 21h. Grátis
Ganjah Botafogo. Praia de Botafogo, 454/sobrado – Botafogo

Residente da casa às quintas, a dupla convida a reviver o clima dos antigos bares que serviam bebidas alcoólicas ilegalmente durante os anos da Lei Seca nos Estados Unidos, ao som canções foxtrot esquecidas dos anos 10, 20 e 30 executadas pela dupla de contrabaixo acústico e ukulele.
Digga Digga Duo. Quinta-feira (02.11), às 21h. Grátis
Crazy Cats Bistrô. Rua Sorocaba, 19 – Botafogo – 99106-9336

Oruã é um grupo de kraut rock formado por Lê Almeida, João Luiz e Daniel Duarte e Phill Fernandes, que lançou em agosto seu primeiro disco, ‘Sem bênção/sem Crença’. Já a cantora Laura Lavieri, que foi reconhecida pela parceria com Marcelo Jeneci, com quem gravou os dois álbuns lançados pelo compositor até aqui, prepara seu primeiro álbum solo e adianta algumas canções.
Oruã e Laura Lavieri. Quinta-feira (02.11), às 20h. Ingresso: R$ 20
Audio Rebel. Rua Visconde de Silva, 55 – Botafogo – 3435-2692

Reconhecida no mundo da ópera pelo seu timbre de veludo, sua voz quente e seu vibrato elegante, a soprano sul-africana Pumeza Matshikiza se apresenta ao lado da pianista Priscila Bomfim.
Pumeza Matshikiza. Quarta-feira (01.11), às 20h. Ingresso: R$ 40
Sala Cecília Meireles. Rua da Lapa, 47 – Lapa – 2332-9223

Save the date

Castello Branco

Castello Branco mostra o disco ‘Sintoma’. Foto: Ana Alexandrino

O artista apresenta o show de lançamento de seu segundo trabalho, ‘Sintoma’, dentro do projeto A.Nota, com as participações especiais de Alice Caymmi, Mãeana, Duda Beat e Verônica Rocha Bonfim.

Castello Branco. Terça-feira (07.11), às 20h30. Ingresso: R$ 15 (meia-entrada) e R$ 30
Teatro Ipanema. Rua Prudente de Morais, 824 – Ipanema

Nina Becker

Nina Becker lança novo CD. Foto: divulgação/André Passos

Nina lança o CD ‘Acrílico’, ao lado da banda formada por Pedro Sá, Domenico Lancellotti, Alberto Continentino e Rafael Vernet.

Nina Becker Quarta-feira (08.11), às 20h30. Ingresso: R$ 30
Teatro Ipanema. Rua Prudente de Morais, 824 – Ipanema

Quem escreveu

Kamille Viola

Data

01 de November, 2017

Share

Kamille Viola

Kamille Viola é jornalista cultural, apaixonada por música, comida e viagens. Adora mostrar cantos menos conhecidos do Rio para quem vem de fora - e quem é da cidade também. É daquele tipo de gente para quem escrever não é uma escolha: é a única opção.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.