Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana em São Paulo: 24.05

Quem escreveu

Tava Passando

Data

23 de May, 2019

Share

Nova Fotografia 2019 – Limbus, de Gustavo Gusmão

Limbus / Foto: Gustavo Gusmão
Limbus / Foto: Gustavo Gusmão

A mostra Nova Fotografia traz todo ano vários novos fotógrafos de diversos lugares do país para mostrar seu trabalho no MIS. Na segunda edição de 2019, Gustavo Gusmão registra os cemitérios de Manila, capital das Filipinas, para falar sobre limbos – “o estado daquilo que é negligenciado, esquecido”. Durante dois anos, o fotógrafo mostrou este lugar entre a vida e a morte – representado pelas grandes comunidades que habitam nos cemitérios de Manila – e que criaram sua própria sociedade, com estrutura e funcionamento particulares, comportando pequenas moradias, mercadinhos, botecos e muitos barracos, em situação que beira a extrema pobreza.

Nova Fotografia 2019 – Limbus, de Gustavo Gusmão. A partir de terça (21.05). Terça a sábado, das 10h às 22h, domingos e feriados, das 9h às 20h. Gratuito.
MIS SP. Avenida Europa, 158, Jardim Europa

Vaivém

 Vaivém / Foto: Rodrigo Casagrande
Vaivém / Foto: Rodrigo Casagrande

Por ser um objeto tão do nosso cotidiano, pode passar batido a importância simbólica que uma simples rede de descanso pode ter. Antes de tudo, ela é símbolo da cultura indígena e também um objeto presente na criação da identidade brasileira – e isto tudo está registrado na nova exposição do CCBB Vaivém, que apresenta as redes de dormir na arte e cultura visual no Brasil em mais de 300 obras dos séculos 16 ao 21. O objeto está presente em trabalhos de cerca de 140 artistas, incluindo nomes como Bispo do Rosário, Claudia Andujar, Djanira, Ernesto Neto, Mestre Vitalino, Tarsila do Amaral e Tunga, e a exposição investiga as relações entre as redes de dormir e a construção da identidade nacional no Brasil – mas sem querer reforçar os estereótipos da tropicalidade. Além disso, ela conta com a participação de mais de 30 artistas contemporâneos indígenas, como Arissana Pataxó, Denilson Baniwá e Gustavo Caboco, muitos com trabalhos criados especialmente para o projeto.

Vaivém. A partir de quarta (22.05). Segunda a domingo das 9h às 21h (fechado às terças).
Gratuito.
CCBB. Rua Álvares Penteado, 112, Centro

Do começo do mundo | Zé Bezerra

Zé Bezerra / Foto: divulgação
Zé Bezerra / Foto: divulgação

O projeto Novos Para Nós é incrível: criado pelo pesquisador Renan Quevedo, ele busca e descobre artistas populares do Brasil inteiro e apresenta para o resto do país, em busca da visibilidade e valorização que estes artistas merecem. Agora, em parceria com o Coletivo Ondina 55, eles realizam sua primeira exposição.”Do Começo do Mundo” traz obras do artista Zé Bezerra, que já expôs em grandes galerias e museus do Brasil e também fora, em um recorte de sua própria coleção, incluindo suas maiores peças já feitas. Nascido no agreste pernambucano, Zé Bezerra usa umburana morta e retorcida como matéria-prima, aproveitando o movimento natural da madeira para dar forma aos seres do seu imaginário. No dia da abertura rola também um bate-papo com o curador e com a psicanalista Cristina Leão.

Do começo do mundo | Zé Bezerra. A partir de sábado (25.05), às 16h, com bate-papo apenas neste dia, às 18h30. De quarta a sexta, das 11h às 19h, sábado, das 10h às 17h. Gratuito.
Coletivo Ondina 55. Rua Olímpio Catão, 74, Perdizes

Peraí que tem mais

O Museu de Arte Sacra traz um conjunto precioso de obras que revelam o início da produção artística no continente americano.
Pintura Ibero-Andina – A arte religiosa na América Hispânica. Até 02.06. De terça a domingo, das 9 às 17h. Ingressos: R$ 6 e R$ 3.
Museu de Arte Sacra de São Paulo. Avenida Tiradentes, 676, Luz

Último fim de semana da expo, com pinturas sobre os conflitos entre a sociedade e a luta dos indivíduos em busca de seus objetivos.
Rafael Hayashi. Até domingo (26.05). Gratuito.
Cartel 011. Rua Artur de Azevedo, 517, Pinheiros

Cerca de 20 desenhos e pinturas resultantes das incursões do artista em fragmentos da Mata Atlântica, no interior de Pernambuco.
II Mostra Fuerte – Fillipe Lyra. Até 02.07. Segunda a sexta das 10h às 18h, sábado das 10h às 16h. Gratuito.
Casa Fuerte. Rua Tito, 1469, Lapa

Nessa expo, 17 artistas como Mundano e Priscila Barbosa criam globos terrestres baseados nos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da ONU.
17 ODS para um Mundo Melhor. A partir de quarta (22.05) às 22h. Até 21.06. Gratuito.
Memorial da América Latina. Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda

O Sarau faz um tour pelas Bibliotecas Municipais de São Paulo, levando arte com responsabilidade, respeito, amor e brilho.
Sarau Bixaria Literária. Quinta (23.05) às 14:30, sexta (24.05) às 10h, sábado (25.05) às 14h e domingo (26.05) às 11h. Gratuito.
Várias bibliotecas da cidade

O mundo real se entrelaça com o mundo virtual dos videogames nessa exposição que é um mergulho no universo dos games eletrônicos.
I, Game: Interpretar, Investigar, Imaginar. A partir de sexta (24.05), das 10h às 20h. Até 16.06. Gratuito.
CCSP. Rua Vergueiro, 1000, Paraíso

Conjunto de trabalhos inéditos, produzidos entre 2018 e 2019 e construídos a partir de um olhar sobre as coisas do mundo, do gesto e da circulação de mercadorias nas ruas.
Acordo / Mano Penalva. A partir de sábado (25.05) às 14h. Gratuito.
Central Galeria. Rua Bento Freitas, 306, República

Encontro do site sobre cultura pop escrito por mulheres, com bate-papo, exposição e venda de produtos, tattoo e muito mais.
Minas Nerds Day. Sábado (25.05) das 18h à 0h. Gratuito.
O Corvo – Burger & Beer. Rua Fortunato, 119, Santa Cecília

Junto às novas instalações de Giselle Beiguelman, o museu apresenta o debate “Relações entre arte, patrimônio e cidade”.
Diálogos no Museu. Sábado (25.05) das 10h às 12:30. Gratuito.
Museu da Cidade de São Paulo. Rua Roberto Simonsen, 136, Sé

João Trevisan apresenta pinturas, desenhos e vídeo/performance, onde utiliza madeira, tinta e ferro, transcendendo a vertente tridimensional de sua produção.
Corpo-Trajeto, João Trevisan. A partir de sábado (25.05) às 15h. Gratuito.
Adelina Instituto. Rua Cardoso de Almeida, 1285, Perdizes

Mostra pop-up composta por duas fotografias, de Mônica Paes e André Cunha, da Baró Galeria em parceria com o INC-Photography.
(IN) cluir. Sábado (25.05) das 14h às 18h. Gratuito.
Baró Galeria. Rua da Consolação, 3417 e 3387, Cerqueira César

Quem escreveu

Tava Passando

Data

23 de May, 2019

Share

Tava Passando

Tavapassando e cliquei. Danilo Cabral e Flavia Lacerda registram seu dia a dia e todos os lugares por onde estão passando, em um mini-guia de shows, restaurantes, ruas e pixos no Instagram.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.