Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana em São Paulo: 05.07

Quem escreveu

Tava Passando

Data

04 de July, 2019

Share

KL Jay

Não basta ser membro de uma das maiores bandas brasileiras de todos os tempos, nem ser um dos DJs mais queridos e admirados do rap brasileiro, nem tampouco ser um produtor e revelador de talentos de mão cheia. Tudo isso ainda é pouco para KL Jay, que no auge de sua carreira – nunca tocou tanto na noite e se prepara para uma turnê de 30 anos de sua banda-mãe, os Racionais MCs – e prestes a completar 50 anos de idade, acaba de lançar o segundo volume de seu trabalho solo, “Na Batida”, desta vez com o subtítulo de “No Quarto Sozinho”. Porém Kleber não está sozinho nessa: nos dois shows de lançamento do disco uma renca de parceiros enorme foi convidada para subir no palco com o mestre, como Edi Rock, Rincon Sapiência, Sandrão (RZO), Xis, Kamau, MC Guimê, Aori e mais um monte de gente fera. KL Jay está em casa!

KL Jay. Quinta (04.07) e sexta (05.07) às 21h30. Ingressos: De R$ 9 a R$ 30.
Sesc Pompeia. Rua Clélia, 93, Pompeia

Festival Dogma

No segundo e derradeiro final de semana do bacana Festival Dogma, mais atrações novas e inéditas no Brasil se apresentam no Sesc Pompeia. Na quinta (04), uma pequena amostra da música experimental africana, com o produtor ZULI e sua mistura de jungle e techno com sonoridades árabes e o descendente de nigerianos Chino Amobi, que faz uma espécie única de hip-hop, onde as bases super desconstruídas são colagens sonoras de inspiração africana. Na sexta (05), o ritmo baixa um pouco e o jazz e a música experimental são a tônica da noite, com apresentações da Mariá Portugal mostrando seu primeiro disco solo e do americano Ben LaMar Gay e sua música eletrônica experimental baseada no free jazz. Fechando a tampa do festival, no sábado (06) é a vez dos extremos sonoros, com a maluquice maravilhosa do Tantão e Os Fita, além da inusitada fusão de black metal (!) com gospel e soul (!) da banda Zeal & Ardor.

Festival Dogma. Quinta (04.07), sexta (05.07) e sábado (06.07) às 21h. Ingressos: De R$ 15 a R$ 50.
Sesc Pompeia. Rua Clélia, 93, Pompeia

Bixiga 70

É bonito de ver o amadurecimento do Bixiga 70. Seu último disco, o elogiado “Quebra-Cabeça”, lançado no ano passado, é fruto da experiência acumulada em cima dos palcos pelo mundo todo e pelas jam-sessions intermináveis no habitat natural da banda, o Estúdio Traquitana. O resultado final é um disco que mostra que o Bixiga vai muito além do afrobeat, incorporando elementos da música brasileira, do jazz e, há quem diga, até Frank Zappa entrou no molho. Uma banda muito mais coesa, com musicalidade aflorando por todos os poros dos seus 10 integrantes, onde clima festivo dá o tom e o groove é a espinha dorsal de suas apresentações ao vivo. Nesta sexta (05) e sábado (06), a banda lança a versão em vinil de “Quebra-Cabeça” que, como todos sabemos, é o jeito certo de ouvir o som do Bixiga.

Bixiga 70. Sexta (05.07) e sábado (06.07) às 21h30. Ingressos: De R$ 9 a R$ 30.
Sesc Belenzinho. Rua Padre Adelino, 1000, Belenzinho

Peraí que tem mais

A multi-tarefa e super talentosa Danna Lisboa apresenta músicas de seu primeiro trabalho dentro do projeto Música no Vão.
Danna Lisboa. Quinta (04.07) às 18h. Gratuito.
Museu de Arte de São Paulo – MASP. Avenida Paulista, 1578, Cerqueira César

A dupla mistura beats eletrônicos com rap, poesia e performance.
Craca e Dani Nega. Quinta (04.07) às 20h. Gratuito.
Centro Cultural Olido. Avenida São João, 473, Centro

O soul garageiro do Garotas Suecas junto com o pop dos irmãos gêmeos Fernando e Felipe Soares.
Garotas Suecas e 2DE1. Quinta (04.07) às 21h. Ingressos: De R$ 15 a R$ 25.
Mundo Pensante. Rua Treze de Maio, 830, Bela Vista

Décima quinta edição do festival em três anos de vida, parabéns galera!
Áudio Insurgência. Sexta (05.07) às 19h. Ingressos: R$ 15.
FFFront. Rua Purpurina, 199, Vila Madalena

Lia Paris faz lançamento de seu novo álbum Multiverso acompanhada do rapper Luccas Carlos, de John Evans (vocalista Lumen Craft) e do Daniel Hunt (Ladytron).
Lia Paris: Multiverso. Sexta (05.07), às 21h. Ingressos: R$ 15 e R$ 30.
Auditório Ibirapuera. Av. Pedro Alvares Cabral, s/n – Portão 2 do Parque do Ibirapuera

Projeto de sucesso do Rael, onde ele empunha o violão, homenageia seu mestre e não esquece do rap!
Rael Canta Vinicius de Moraes. Sexta (05.07) e sábado (06.07) às 21h e domingo (07.07) às 18h. Ingressos: De R$ 9 a R$ 30.
Sesc Ipiranga. Rua Bom Pastor, 822, Ipiranga

A banda alemã Tusq se apresenta no Z, junto com o projeto do Chuck Hipólitho.
Tusq + Chuck & Os Crush. Sexta (05.07) às 21h. Ingressos: De R$ 20 a R$ 25.
Z. Avenida Brigadeiro Faria Lima, 724, Pinheiros

Sonoridades latinas em formatos diferentes e ambos muito divertidos!
Cigarra e Cumbia Calavera. Sexta (05.07)  a partir das 22h. Ingressos: De R$ 15 a R$ 30.
Estúdio Bixiga. Rua Treze de Maio, 825, Bela Vista

O disco de estreia da musa Letrux foi lançado há dois anos e ainda rende shows lotados!
Letrux. Sexta (05.07) e sábado (06.07) às 22h. Ingressos: De R$ 25 a R$ 120.
Casa Natura Musical. Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros

A música brasileira cheia de suíngue e balanço da big band de Samuel Samuca.
Samuca e a Selva. Sexta (05.07) às 23h. Ingressos: De R$ 15 a R$ 30.
Mundo Pensante. Rua Treze de Maio, 830, Bela Vista

O músico Rico Ayade convida Vanessa Bumagny, Selma Fernands, Stefano e Veiga para pocket shows no House Of All.
Sarau do Rico. Sábado (06.07) às 15h. Gratuito.
House of All. Rua Doutor Virgílio de Carvalho Pinto, 61, Pinheiros 

A lendária banda baiana comemora 10 anos de lançamento de “Nem Sempre Tão Normal”.
Vivendo do Ócio. Sábado (06.07) às 18h. Ingressos: De R$ 30 a R$ 40.
Beco 203. Rua Augusta, 609, Consolação

Duas noites de Lô Borges no Sesc Pompeia, em preparativos para a turnê com a volta do Clube da Esquina.
Lô Borges. Sábado (06.07) às 21h e domingo (07.07) às 18h. Ingressos: De R$ 9 a R$ 30.
Sesc Pompeia. Rua Clélia, 93, Pompeia

Pode misturar bloco de carnaval com arraial tardio? É claro que pode!
Monobloco. Sábado (06.07) às 22h. Ingressos: De R$ 40 a R$ 100.
Audio Club. Avenida Francisco Matarazzo, 694, Água Branca

Música experimental brasileira da melhor qualidade.
Guilherme Granado, Bugio e ACruz Sesper Trio. Domingo (07.07) às 14h. Ingressos: R$ 10.
Estúdio Fitacrepe. Rua da Consolação, 2582, Consolação

O produtor musical Mahal Pita faz “uma celebração da cultura de resistência da Bahia a partir da música eletrônica afrodiaspórica e do multiverso do samba reggae” cheio de convidados.
MahalPita Konvida O Novíssimo Edgar, Mc Tha E Rico Dalasam. Domingo (07.07) às 15h. Gratuito.
Galeria Olido. Avenida São João, 473, Centro

A cantora acaba de lançar seu terceiro disco e faz show na faixa no Sesc Pompeia.
Clarice Falcão. Domingo (07.07) às 18h. Gratuito.
Sesc Pompeia. Rua Clélia, 93, Pompeia

Usando sample, beats, baixo acústico e bateria, a banda mostra seu trip hop orgânico.
OZU. Domingo (07.07) às 19h30. Ingressos: De R$ 20 a R$ 40.
Blue Note SP. Avenida Paulista, 2073, Cerqueira César

Quem escreveu

Tava Passando

Data

04 de July, 2019

Share

Tava Passando

Tavapassando e cliquei. Danilo Cabral e Flavia Lacerda registram seu dia a dia e todos os lugares por onde estão passando, em um mini-guia de shows, restaurantes, ruas e pixos no Instagram.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.