Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Setembro sem carne – Vol. 5

Quem escreveu

Jo Machado

Data

01 de October, 2019

Share

Foram-se trinta dias. Trinta dias sem consumir nada morto. Para alguns, nada demais. Para essa pessoa que vos escreve, um propósito concluído com êxito.

Talvez o agronegócio predatório não tenha sentido nenhum efeito. Talvez o planeta também não. Mas cá entre nós, aqui dentro, teve mudança, teve saúde melhor, sono melhor, pouco gasto e teve um sentimento que tava fazendo falta e eu nem sabia: sensação de começar e terminar algo que vai além da minha zona de conforto sem sofrer.

Bom, o #setembrosemcarne chega ao fim, com dicas de porque adotar, onde comer, onde se inspirar e os números sobre o vegetarianismo no mundo de hoje. Queria ter colhido a experiência de cada um aqui do CoP para compartilhar. Mas com a loucura do dia-a-dia e leva de coleguinhas partindo pra outro continente, ficou um pouco inviável. Mas entre nós, tem gente esperando esse post sair para correr para um bife à milanesa. Mas não vou dar nome aos bois…digo, brócolis.

Eu creio que sigo no vegetarianismo até a vontade de comer carne bater à porta. E eu sei que isso vai acontecer. E naturalmente vou voltar ao vegetarianismo e assim, sucessivamente. Porque se tem uma coisa que se tira de lição em toda experiência pessoal é ser fiel consigo mesmo. Então, se me der vontade, eu vou comer. Com mais cautela, com melhor escolha, entendendo o impacto daquele pedaço de carne para mim e para o planeta que eu vivo.

E para encerrar esse experimento de sucesso, como sempre, tem diquinhas. No caso, 5 receitas vegano/vegetarianas para fazer em casa, gastando pouco e que ficam uma delícia. Testadas e aprovadas por mim.

Mas se você não leva jeito nenhum na cozinha e mora em São Paulo, tá tudo bem. Vou ressuscitar uma listinha de ouro: 5 restaurantes em São Paulo para comer vegetariano/vegano por até 20 reais. Arrazei, né?

Então, voltamos a falar sobre #setembrosemcarne em 2020! Mas seguimos na vigilância, com os zóio vidrado nessa turma do agronegócio e do veneno, apadrinhada pelo Sr. Presidente Taokey.

Bora para as receitas. Bom apetite!

Salada de Refrescante de Alpiste

(6 porções | 20 minutos de preparo + 30 minutos de resfriamento | dificuldade baixíssima)

Ingredientes
400g de alpiste sem casca
50ml de água fervente
2 rabanetes frescos
1 maço de coentro picado
2 limões sicilianos (raspas e suco)
4 cls. de sopa de azeite de oliva
sal e pimenta à gosto

Preparo
Lave bem o alpiste e depois cozinhe na água com um pouco de sal até estar al dente e deixe esfriar bem. Enquanto isso, fatie os rabanetes bem fininhos com ajuda de uma mandolina. Quanto o alpiste estiver frio, acerte o sal e a pimenta, adicione o suco de 2 limões sicilianos, azeite de oliva e misture bem. Em seguida adicione as raspas de 2 limões sicilianos, o coentro picado, as fatias de rabanete e está pronto para servir.

Montagem
Sirva em um prato ou tigela da sua preferência com mais uma salpicada de coentro. 

Salada de lentilhas ao pesto de tomate


(4 porções | 20 minutos de preparo + 30 minutos de resfriamento | dificuldade baixíssima)

Ingredientes
400g de lentilhas vermelhas
2 tomates maduros – preferencialmente orgânicos
1/2 cebola média picada em cubinhos
1 dente de alho
1 folha de louro
10 cls de sopa de azeite de oliva
50g de amêndoas defumadas
sal e pimenta a gosto

Preparo
Deixe a lentilha de molho por 12 horas – pelo menos – para retirar os fitatos e facilitar o cozimento.

Em uma panela, refogue o alho e a cebola em 2 cl de sopa de azeite de oliva, adicione a folha de louro, a lentilha, sal e cubra com 1L de água quente. Deixe cozinhar por aproximadamente 5 minutos. Escorra a água e jogue a lentilha em água fria para cessar o cozimento. Escorra novamente e coloque na geladeira por uns 30 minutos.

Lave bem os tomates, tire a parte do caule e coloque no processador ou no liquidificador. Adicione o alho, sal e pimenta a gosto e 6 cl de sopa de azeite. Pressione o botão pulsar do liquidificador/processador por algumas vezes até obter um creme com pedaços pequenos. Outra opção para quem não usa liquidificador/processador é ralar os tomates e o alho.

Pique/quebre as amêndoas defumadas.

Montagem
Em um prato ou bowl, coloque a lentilha. regue com o restante do azeite, e mexa bem. Adicione o pesto de tomate por cima e salpique as amêndoas.

Spätzle Vegano com Pesto de Tomates

(6 porções | 30 minutos de preparo | dificuldade baixíssima)

Ingredientes
1 maço de espinafre lavado
3 xíc. de farinha de trigo
20ml de água
6 tomates maduros sem pele
4 dentes de alho
1 xíc. de folhas de manjericão
1 xíc. de azeite de oliva
sal e pimenta à gosto

Preparo
Pré-aqueça o forno à 220ºC. Em um refratário ou forma, disponha os tomates sem pele cortados ao meio, os dentes de alho, as folhas de manjericão e regue com metade da xícara de azeite de oliva e deixe assar até ficarem tostados. 

Enquanto isso, em um liquidificador coloque as folhas de espinafre e a água e bata até virar um suco. Tempere com sal e pimenta e transfira para um bowl maior. Incorpore a farinha até virar uma massa mole, meio pegajosa. Você vai precisar de uma panela  grande com água quente e salgada para preparar o spätzle, então já coloque ela no fogo.

Quando os tomates tiverem bem tostados, leve-os para o liquidificador ou mixer e com a tecla pulsar, bata algumas vezes até obter uma consistência pastosa mas com pedaços maiores aparentes. 

Para preparar o spätzle existem várias técnicas. Todas muito simples. A mais fácil é usar uma máquina que você pode comprar online. Mas se você não quiser comprá-la, pode usar um espremedor de purê de batatas, um escorredor de massa ou ainda comprar uma frigideira simples para fazer diversos furos no fundo dela. Com um desses instrumento em mãos, coloque-o sobre a panela de água fervente, despeje um pouco da massa e com o auxílio de uma espátula vá fazendo movimentos circulares. Os pingos de massa cairão na água e assim que boiarem, assim como o nhoque, estarão prontos. Escorra e jogue em uma frigideira bem quente com o restante do azeite de oliva, salteie-os rapidamente e sirva.

Montagem
Sirva em um prato ou tigela da sua preferência com uma generosa camada do pesto de tomate por cima. 

Bolonhesa Vegana de lentilhas vermelhas

(4 porções | 20 minutos de preparo | dificuldade baixíssima)

Ingredientes
500g de lentilhas vermelhas
4 cl. de sopa de azeite de oliva
3 latas de tomates pelados
1 xíc. de água filtrada
1 cebola média picada
1 dente de alho picado
1 cl. de sopa de páprica defumada
1 cl. de sopa de páprica picante
1 cl. de sopa de orégano fresco
sal e pimenta à gosto

Preparo
Deixe a lentilha de molho por 12 horas – pelo menos – para retirar os fitatos e facilitar o cozimento.

Numa panela doure a cebola e o alho no azeite até ficarem transparentes. Adicione as lentilhas já escorridas, os temperos, o sal e a pimenta e refogue. Adicione os tomates pelados, amassando bem eles com as mãos. Ou então pique-os. Não desperdice a “sujeira” que sobrou nas latas, passe uma água, chacoalhe e adicione na panela.

Adicione a xícara de água e deixe cozinhar sem mexer muito até chegar a um molho consistente. Enquanto isso, prepare o macarrão de sua preferência.

Montagem
Sirva o macarrão em um prato ou refratário e cubra com o molho. Salpique queijo ralado ou manjericão picado.

Abobrownie

(8-10 porções | 60 minutos de preparo | dificuldade baixíssima)

Ingredientes
2 xíc. de abobrinha ralada
1/2 xíc. de óleo de girassol ou canola
1+1/2 xícs. de acúcar cristal
1/2 xíc. de cacau em pó
2 xícaras de farinha
1cl. de sopa de fermento químico
1/2 xíc. de nozes picadas
1/2 xíc. de castanhas de cajú torradas e picadas
1/2 xíc. de castanhas do pará picadas
1/2 xíc. de nibs de cacau
1/2 semente de cumaru ralada
1/2 colher de chá de sal

Preparo
Pré-aqueça o forno à 180ºC.

Rale as abobrinhas, e escorra o excesso do líquido com ajuda de um pano de prato limpo. Mas não escorra tudo! É essencial que se mantenham bem úmidas.

Em uma tigela grande, misture o óleo e o açúcar e bata vigorosamente para dissolver os cristais do açúcar e adicione a abobrinha ralada. Em outra tigela misture a farinha, o cacau em pó, o sal e as sementes de cumaru raladas. Aos poucos adicione os secos aos líquidos e incorpore bem. Adicione as castanhas, as nozes e as nibs de cacau e misture. Por último, o fermento químico. Mexa delicadamente.

Coloque a massa em uma assadeira (31cm x 21cm) untada com óleo de coco e farinha e asse por 25-30 minutos, ou até o brownie ficar firme e com uma crosta na superfície.

Sirva quente, acompanhado de sorvete vegano ou caramelo de coco.

Quem escreveu

Jo Machado

Data

01 de October, 2019

Share

Jo Machado

O Jo é do tipo que separa pelo menos 30% do tempo das viagens para fazer o turista japonês, com câmera no pescoço e monumentos lotados. Fascinado pelas diferenças culturais, fotografa tudo que vê pela frente, e leva quem estiver junto nas suas experiências. Suas maiores memórias dos lugares são através da culinária, em especial a comidinha despretensiosa de rua. Seu lema de viagem? Leve bons sapatos, para agüentar longas caminhadas e faça uma boa mixtape para ouvir enquanto desbrava novos lugares. Nada é melhor do que associar lindas memórias à boas canções.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.