De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

5 restaurantes em São Paulo para comer vegetariano/vegano por até 20 reais

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

11 de September, 2018

Share

Existe uma discussão antiga quando falamos de vegetarianismo /veganismo de que o movimento é elitista. Isso não significa que é caro, os dois termos são bem diferentes (se você ficou curioso com a discussão, dá uma olhada nesse texto aqui). E, em se tratando desse último, é muito fácil achar boa comida por um preço bem justo em São Paulo. São vários restaurantes com o objetivo de popularizar e tornar mais acessível esse estilo de vida. E o melhor: eles te ganham não só pelo bolso, mas também pelo estômago. Quer ver? A gente te dá cinco sugestões:

Pop Vegan Food

 

View this post on Instagram

 

😁 Feliz terça-feira #SemCarne #SemPapelão e #ComAmor 💘 100% #VEGAN 💚 🌱 Pastel de soja moída*🌾 🌱 Batatalhoada 🌱 Lentilha defumada 🌱 Sabji de legumes 🌱 Farofa crocante 🌱 Penne ao pesto com tomate seco 🌱 Creme de milho 🌱 Feijão carioca 🌱 Arroz integral 🌱 Arroz branco Foto: @pedreiravegana *🌾Itens que contêm trigo/glúten – os demais itens podem conter traços, não indicados a celíacos 🚫 🕦 Das 11h30 às 15h 🍛 R$15 à vontade (bebidas e sobremesas à parte) 🍹 R$5 à vontade: mate com limão ou suco de guaraná 📍 Rua Fernando de Albuquerque, 144 – Consolação 💳 💰 Aceitamos débito, crédito e dinheiro 🚇 Próximo ao metrô Consolação ou Paulista 💝 Filiado à @sociedadevegetariana? Chá mate e suco de guaraná cortesia! #Vegan #Veganism #VegansOfIg #VegansOfInstagram #VeganLove #VeganPower #VeganFoodLovers #VeganShare #VeganEats #VeganFoodShare #VeganForLife #GoVegan #VeganVibes #PlantBased

A post shared by Pop Vegan Food (@popveganfood) on

O Pop Vegan causou frison quando abriu no ano passado oferecendo almoços por 10 reais na segunda-feira. E, mesmo depois desse tempo, é difícil passar por lá e não ver uma fila. O almoço é no esquema self-service com preços para comer a vontade. Apesar de segunda ser o dia mais famoso, todos os dias são bem em conta: de terça a sexta, o buffet fica a R$15 e nos sábados e feriados, a R$ 18. A casa funciona também como uma pizzaria a noite, com opções a partir de R$ 40.

Pop Vegan Food
R. Fernando de Albuquerque, 144 – Consolação
Almoço de segunda a sexta, das 11h30 às 15h; sábado e feriados, das 11h30 às 16h.
Pizzaria de terça a sexta e domingo, das 18h às 23h; Sábado, das 18h às 0h

Boteco do Gois

 

View this post on Instagram

 

Uma terça feira tipo quarta! #vegan #veganpower #botecodogois

A post shared by Denis Veronese (@denis.edge) on

O Boteco do Gois é o único lugar dessa lista que não é estritamente vegetariano/vegano mas eles tem muitas opções para os dois públicos. Localizado do lado do metrô Santa Cecília, eles oferecem à parmegiana (vegano e vegetariano), à milanesa com bife de soja, jaca louca, estrogonofe, panqueca, caldinho, coxinha, vários sanduíches e até chocotone. Mas falando nos pratos por até 20 reais, o Gois tem 4 tipos de comercial que custam R$ 16 cada: Com bife de soja, hambúrguer de lentilha, hambúrguer de quinoa e hambúrguer de soja. Todos eles são acompanhados de arroz, feijão e salada.

Boteco do Gois
Rua das Palmeiras, 130 – Santa Cecília
Segunda a sexta, das 9h às 00; Sábado, das 9h às 21h

Subte

O Subte fica escondidinho em um mezanino no centro de São Paulo, perto da Galeria do Rock e do Sesc 24 de Maio, mas vale muito a procura. São três pratos por dia: O principal, que pode ser paella, mexicano, indiano, ou, o nosso preferido, bahiano às sextas, sai por R$ 20; o PF de hambúrguer de lentilha, também por R$ 20; e por último o bife de seitan acebolado, por R$ 18. Esses valores são para os dias de semana, mas no sábado os pratos – sempre feijoada e mais uma opção – não passam de 25 reais. Vale dizer também que o restaurante tem boas sobremesas crudíveras e a trilha sonora é sempre uma delícia.

Subte Vegan
Rua Dom José de Barros, 301 – República
Segunda a sábado, das 12h às 15:15h

Toya Culinária Vegan

Dona Selma e companhia tem um fã clube em São Paulo: é impossível ir no restaurante que fica perto da Praça Roosevelt e não se apaixonar. A comida é bem simples, tem picadinho, parmegiana de seitan, panqueca, lasanha de abobrinha, feijoada, tudo a partir de 12 reais. Eles têm também salgados, como pastel de diversos sabores e doces, tudo com um ótimo custo-benefício.

Toya Culinária Vegan
Rua da Consolação, 331, loja 6 – Consolação
Segunda a sexta, das 10h às 19h

That Vegan Brand

O Vegan Brand é novo na cidade: abriu em fevereiro desse ano encabeçado por Marcela Teixeira e Jux Curtis. A ideia inicial era abrir para almoço só durante o fim de semana, mas desde o começo do mês estão abrindo todos os dias. O cardápio é 100% vegano e tem muita coisa boa, como pratos, lanches, saladas e sobremesas. De segunda a domingo, você pode pedir um dos pfs, o com hambúrguer, por 18 reais, ou o com linguiça calabresa acebolada, por 20. Nos dois casos, os acompanhamentos são arroz branco ou integral, feijão e fritas.

That Vegan Brand
Rua Aimberê, 91 – Perdizes
Segunda, das 12h às 15; terça a sexta, das 12h às 15h e das 18h às 01; Sábado, das 12h às 1h; Domingo, das 12h às 22h

* Foto de capa: René DeAnda / Unsplash

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

11 de September, 2018

Share

Dani Valentin

A Dani gasta todo o seu dinheiro com viagens. Um de seus maiores orgulhos é dizer que já pisou em cinco continentes. É do tipo sem frescura, que prefere localização a luxo e não se importa de compartilhar o banheiro de vez em quando. Adora aprender palavras no idioma do país que vai visitar e não tem vergonha de bancar a turista.

Ver todos os posts

Comentários

  • Ótimas dicas! Obrigado
    - Nilson Dias

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.