Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

14 motivos para amar o Japão

Quem escreveu

nonormal japao

Data

29 de July, 2019

Share

É verdade… amar o Japão não é uma tarefa nada difícil! Tudo bem que eu tenho um monte de desculpas para isso: ser descendente de japoneses, ter crescido na comunidade japonesa em São Paulo, assistir a programas japoneses desde pequena. Contudo, acredito que mesmo se eu não tivesse tido toda essa influência, ainda assim, amaria o Japão! Por isso, quis fazer esta lista como uma declaração de amor – um tanto inusitada – ao país.

1. Jpop dos anos 90

Não tem como eu começar esta lista sem pensar naquilo que influencia muito a minha vida até hoje: as músicas pop japonesas (Jpop) dos anos 90! Sou uma adolescente dos anos 90 e, para mim, Smap, Namie Amuro, Globe e Mr. Children eram tudo! Toda semana, eu ia com o meu pai para a Liberdade na Haikai para alugar CD e fitas em VHS de programas de música japoneses – como o Music Station e o Utaban. 

2. Animes

Além da música japonesa, os animes foram fundamentais para diversas fases da minha vida. Afinal, foi por meio deles que pude viver muitas vidas que eu não conseguiria de outra forma. Eu queria ser um Cavaleiro do Zodíaco, eu queria ser uma Sailor Moon, eu queria ser a Chihiro. Pude sentir na pele os horrores da Segunda Guerra Mundial vendo O Cemitério dos Vagalumes, todo o desespero de Kaneda em Akira, e eu queria (às vezes) ter o caderno do Death Note. 

 

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

A post shared by nonormal japão (@nonormal.jp) on

3. Transporte público

Preciso confessar que eu realmente não gosto de dirigir, e é por isso que eu amo o transporte público japonês. Todo o Japão é muito bem conectado seja via trem, metrô ou ônibus e simplesmente adoro a liberdade que isso nos dá. Se eu quiser fazer um bate-volta em alguma cidade vizinha, provavelmente terá algum meio de transporte que me levará até lá. Não é preciso ficar se preocupando demais em alugar carro, etc. 

motivos para amar o Japão
Trem em Tóquio Foto: Liam Burnett-Blue / Unsplash

4. Restaurantes bons e baratos

Um dos meus restaurantes japoneses favoritos é um que vende soba (macarrão) gelado com molho de gergelim no meio de Shibuya, o restaurante Sagatani. Na verdade, este restaurante não tem nada de muito especial, mas ele mora no meu coração porque sempre que eu estava na região e não podendo esbanjar na comida, eu ia nele pois sabia que sairia feliz de lá. O prato custava menos de 500 ienes (ou 5 dólares, aproximadamente) e, assim como ele, há muitos restaurantes bons e baratos perdidos pelo Japão.

motivos para amar o Japão
Soba gelado Foto: flic.kr/p/bECPYJ

5. Doces japoneses

Para quem me conhece, sabe que sou uma formiguinha! – devo ter engordado a maioria dos meus colegas de trabalho 😇 Por isso, estou sempre tentando descobrir onde fica o melhor doce da região! Mas no Japão, isso era um “trabalho” bem complexo… É muito difícil encontrar um doce ruim. Seja o doce do konbini (loja de conveniência), seja o doce da loja de departamentos chique, não tinha como errar!

motivos para amar o Japão
Raspadinha de gelo japonesa Foto: flic.kr/p/XX6bFS

6. Outono japonês

As estações do ano no Japão são muito bem definidas, por isso, a paisagem muda dramaticamente ao longo do ano. E, para mim que amo o friozinho e as cores mais vivas, não tem nada mais lindo do que o outono japonês! Sim, a primavera é linda com o mar de rosa das cerejeiras. Mas, para mim, o vermelho intenso das folhas no outono em contraste com o céu azul é muito inspirador. 

motivos para amar o Japão
Outono no Japão Foto: Unsplash

7. Vasos sanitários eletrônicos

É como jogar vídeo game enquanto faz as necessidades! 😏

 

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

A post shared by nonormal japão (@nonormal.jp) on

8. Produtos sazonais

Já contamos que o Japão tem quatro estações do ano bem definidas, o que faz com que a produção de produtos agrícolas seja bem diferenciada ao longo do ano também. Por isso, não são só os agricultores que acompanham as estações para gerenciar as suas vendas, mas o comércio como um todo também. 

Na primavera, na época das cerejeiras, por exemplo, é possível comprar muitas coisas feitas com sakura (cerejeira). Chocolates e doces no geral, alimentos nas cadeias de fast food, produtos de higiene e limpeza, papelaria com o cheirinho próprio, e até roupas feitas de sakura! E assim como na primavera, as outras estações acabam tendo os seus próprios produtos também, o que significa muita variedade durante o ano todo.

motivos para amar o Japão
Converse com flor de cerejeira (sakura) – Imagem: PR Times

 

9. Design minimalista

A Muji vem logo à mente! Acredito que a maioria das pessoas que entra em contato com o minimalismo japonês concorda em uma coisa: ele realmente nos traz uma paz de espírito. É como se fosse possível visualizar todos os passos que o designer tomou para executar aquela obra, um verdadeiro ASMR.

 

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

A post shared by nonormal japão (@nonormal.jp) on

10. Design maximalista

Ao mesmo tempo que eu amo o minimalismo japonês, acredito que é com a estética maxi que a cultura pop japonesa realmente se expressa. Seja nos pôsteres, na moda, no design editorial das revistas, e até mesmo em programas de TV, tudo o que é mais, é mais mesmo, e eu adoro!

 

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

A post shared by nonormal japão (@nonormal.jp) on

11. Moda

Quando eu era criança, eu queria ser muitas coisas! E uma delas era ser estilista porque eu queria fazer as minhas próprias roupas. Porém, infelizmente, quando eu me tornei adolescente, eu passei a odiar comprar roupas porque como eu era mais gordinha, nunca achava que nada ficasse bem em mim. 

Foi só quando eu eu comecei a viajar mais para o Japão que o meu amor pela moda voltou! Apesar das japonesas serem bem magrinhas, a moda japonesa não se preocupa em mostrar o corpo, ou a sensualizá-lo. A preocupação está com a arquitetura da roupa, e como construir uma composição que fique esteticamente interessante. Por isso, as roupas japonesas conseguem vestir bem pessoas com os mais diversos corpos, de uma forma mais universal.

 

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

A post shared by nonormal japão (@nonormal.jp) on

12. Crianças novinhas indo ou voltando da escola sozinhas

Algo muito comum de se ver no Japão – e um pouco chocante para os estrangeiros – é ver crianças bem novinhas indo para a escola sozinhas. E, muitas vezes, essas escolas não ficam na vizinhança; muitas crianças precisam pegar trens, fazer baldeações para chegar até lá. 

Isso é algo que eu realmente acho incrível por inúmeros motivos. Primeiro é o senso de segurança que dá ao resto de nós ao vê-las andando sozinhas. Segundo é a independência e o senso de responsabilidade que elas precisam adquirir desde muito cedo. E, terceiro, porque é simplesmente algo muito fofo de se ver ❤️

Vídeo em inglês mostrando um menino de 7 anos indo à escola

13. Vending machines (máquinas de vendas automáticas)

Salvaram a minha vida inúmeras vezes! Apesar de ter máquina de tudo – bebidas geladas e quentes, cigarros, camisinhas, comidas, produtos de higiene – eu usava mais para comprar bebidas mesmo. Para mim, não tinha nada melhor do que comprar uma bebida quentinha, quando eu ficava a espera pelo o trem na plataforma gelada em pleno inverno. 

motivos para amar o Japão

14. Konbini (loja de conveniência)

A minha coisa favorita de todas, o konbini! Para quem não sabe, as lojas de conveniência japonesas vendem de tudo o que é “essencial” na vida dos clientes. Produtos de higiene e limpeza, papelaria, jornais, uma boa variedade de comidas e bebidas, e até serviços de impressão, ATM, e compra de ingressos.

Há alguns anos, eu fiz um arubaito (trabalho temporário) em uma fábrica de doces de uma loja de conveniência, e posso dizer que era tudo bem feitinho. As frutas eram frescas, tudo bem limpo, e os ingredientes bem selecionados (acho, isso não tem como eu ter muita certeza 😅). Isso me fez admirar ainda mais os konbinis – pois, além de serem realmente convenientes, eles têm uma preocupação com qualidade impressionante considerando a escala com que trabalham. 

Estas são apenas algumas das razões que me fazem amar o Japão – tenho uma lista quase infinita na verdade, mas vamos aos poucos! E você? Tem interesse pelo Japão? Para mais informações sobre o Japão, é só dar uma olhada neste post incrível aqui do Chicken or Pasta.

*Foto de destaque: Steven Su / Unsplash

Quem escreveu

nonormal japao

Data

29 de July, 2019

Share

nonormal japao

Cultura pop, gastronomia, arte, moda, comportamento, viagem, e tudo o que há de mais apaixonante sobre o Japão – por Soraya Tengan. Também no www.instagram.com/nonormal.jp

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.