Gastronomia

Primeira edição do Mundo na Mesa Pop-Up apresenta: Bunny Chow

Quem escreveu

Jo Machado

Data

03 de July, 2017

Share

A comida é uma parte essencial de uma boa viagem, isso ninguém pode negar. Aprendemos muito sobre uma cultura diferente da nossa através da culinária. O bom é que, se muitas vezes não tempo ou dinheiro para conhecer um lugar novo, pelo menos podemos recriar as receitas locais em casa mesmo, para pelo menos sentir um gostinho, sem trocadilho.

Aqui no CoP, a gente sempre tenta trazer alguma delícia das cozinhas do mundo para você fazer em casa, através da nossa coluna Mundo na Mesa. Já tivemos pratos do Havaí, do Alasca, Espanha, Peru, Tailândia, e vários outros lugares. Mas vamos combinar que não é todo mundo que tem vontade ou tempo de ir pra cozinha, certo? Então, para não deixar ninguém passar vontade e trazer alguns sabores do mundo para mais perto, resolvemos transformar nossa coluna em evento. E seguindo esse desejo, nasceu o Mundo na Mesa Pop-Up, que vai trazer diversos pratos da gastronomia mundial, preparados com ingredientes escolhidos com critério, sempre respeitando ao máximo a originalidade das receitas.

O primeiro Mundo na Mesa Pop-Up vai rolar nessa sexta, dia 7 de julho, lá no House of Food, e o prato que vai ser servido é o delicioso Bunny Chow, um ícone da gastronomia sul-africana, e que nós já demos a receita aqui. Esse sanduíche é muito mais que só uma bela refeição. Ele conta um pouco da história dos imigrantes indianos na África do Sul, durante os anos do apartheid.

O evento acontece na House of Food, em São Paulo, das 12h às 22h. E já já teremos outras edições com o melhor da gastronomia mundial, sempre em clima despojado, precinho amigo e sabores marcantes. E já dá para adiantar que a próxima edição vai ser dedicada a um dos países mais curiosos do mundo, o Irã, e será preparado por uma imigrante iraniana.

Então, se você tem alguma receita internacional inesquecível e quer se aventurar na cozinha, ou conhece algum chefe que manda bem em algum prato gringo ou ainda se conhece algum imigrante que arrasa na comida típica, manda um e-mail para gente. Vamos criar juntos um momento de encontro entre sabores e passaportes!

Quem escreveu

Jo Machado

Data

03 de July, 2017

Share

Assine nossa newsletter