Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.
As boas do fim de semana no Rio de Janeiro: 05.04

As boas do fim de semana no Rio de Janeiro: 05.04

Data

04 de April, 2019

Share

Jards Macalé

O cantor Jards Macalé | Foto: Leo Lara

Após apresentações esgotadas em São Paulo, Jards Macalé lança no Rio, enfim, o elogiado álbum “Besta fera”, em show com as participações de Rômulo Fróes e Kiko Dinucci, no Circo Voador. Disco de inéditas, a produção foi elaborada a muitas mãos e inclui composições assinadas por nomes promissores da nova cena musical, como Tim Bernardes, Ava Rocha, Juçara Marçal e Rodrigo Campos. Caetano Veloso definiu a obra como um artigo essencial para a MPB: “É para quem quer sentir o que, de fato, a música popular tem mesmo sido no Brasil”.

Jards Macalé. Sábado (06.04), às 22h. Ingressos a partir de R$ 40, aqui.
Circo Voador. Rua dos Arcos, s/nº – Lapa.

Baco Exu do Blues

Baco Exú do Blues. Foto: Divulgação
O cantor Baco Exu do Blues | Foto: Divulgação

Fenômeno recente no país, Baco Exu do Blues ultrapassa a imagem de figura associada ao rap. Sim, ele é do rap, mas não só. Festejado por tribos variadas, o baiano de apenas 23 anos prova que é muito mais do que um símbolo de determinado gênero musical. Ele veio mesmo para ficar – e ir para um lugar além. Após lotar o Circo Voador em duas apresentações concorridíssimas, o cantor volta a arrebanhar um público vasto: em apresentação única, ele entoa sucessos do álbum “Bluesman”, sem deixar de relembrar pérolas de “Esú”, como “Te amo, desgraça”. Corra para garantir o ingresso.

Baco Exu do Blues. Sábado (06.04), às 21h. Ingressos a partir de R$ 70, aqui.
Fabrika. Estrada das Furnas, 1805 – Itanhangá.

Peraí, que tem mais

Vencedora do Grammy 2019 na categoria Melhor Álbum de Rock, a banda americana Greta Van Fleet antecipa, em solo carioca, o show que apresentará no Lollapalooza. O repertório dedicado ao hard rock inclui as canções de “Anthem of the Peaceful Army”. O grupo potiguar Fran From Alaska faz a abertura.
Lolla Side Shows – Greta Van Fleet. Sexta-feira (05.04), às 22h30. Ingressos a partir de R$ 90, aqui.
Fundição Progresso. Rua dos Arcos, 24 – Lapa.

Consagrada banda de heavy metal, a californiana Black Label Society vem ao Rio para apresentar o álbum recém-lançado “Grimmest Hits”, cujas faixas jamais foram tocadas por aqui. Chance de ver de perto o lendário guitarrista Zakk Wylde, braço direito na carreira solo de Ozzy Osbourne.
Black Label Society no Rio de Janeiro. Sexta-feira (05.04), às 20h. Ingressos a partir de R$ 150, aqui.
Circo Voador. Rua dos Arcos, s/nº – Lapa.

Liderado por Marcelo D2 e BNegão, o Planet Hemp repassa os maiores sucessos de sua história em show no Morro da Urca. Certamente, estarão no repertório clássicos como “Legaliza já”, “Mantenha o respeito”, Queimando tudo” e “Stab”.
Planet Hemp no Morro da Urca. Sábado (06.04), às 22h. Ingressos a partir de R$ 140, aqui.
Morro da Urca. Praça General Tibúrcio, s/nº – Urca.

Data

04 de April, 2019

Share

Filipe Isensee e Gustavo Cunha

Filipe nasceu em Salvador, mudou-se aos 9 anos para Belo Horizonte e, aos vinte e poucos, decidiu encarar o Rio de Janeiro. Há quatro anos conheceu Gustavo, cria da capital fluminense. Jornalistas culturais, gostam de receber amigos em casa e ir ao cinema. Cada vez mais são adeptos de programas ao ar livre - sempre que podem, incluem no passeio Chaplin, esperto vira-lata adotado há um ano.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.