Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana no Recife: 03.05

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

02 de May, 2019

Share

Mostra Entremoveres

Exposição reúne artistas a partir de recorte não-branco. Foto: Abiniel Nascimento

Alerta de exposição imperdível no Museu da Abolição: Entremoveres revela o trabalho de 30 artistas, entre mulheres (travestis, cis e trans) e pessoas não-binárias, reunidas pelo Grupo Trovoa (RJ), que agita a arte contemporânea a partir de um pensamento não-branco. As particpantes são Aline Sales, Amanda Souza, Ana Lira, Anne Souza, Ariana Nuala, Benedita Arcoverde, Biarritzzz, Deba Tacana, Erzulie Timboiá, Gi Vatroi, Ianah, Juma Gitirana, Kalor, Karla Fagundes, Kildery Iara, Letícia Barros, Lia Letícia, Liz Santos, Magú, Mariana de Matos, Mitsy Queiroz, Nathê Ferreira, Nena Callejera, Polly Souza, Priscilla Buhr, Priscila Ferraz, Priscilla Melo, Preta Afoita, Rebeca Gondim e Mun-Ha. Vai ser incrível, principalmente para quem gosta de descobrir novas expressões artísticas nascidas fora de sistemas hegemônicos.

Entremoveres. Abertura sábado (04.05) às 16h. Em cartaz até 4 de agosto. Entrada grátis.
Museu da Abolição. Rua Benfica, 1150, Madalena.

Peraí que tem mais

Artistas responsáveis pelas séries animadas pernambucanas Bia Desenha (Raul Souza, Carnaval Filmes), Além da Lenda (Marília Feldhues, Viu Cine) e Foi Assim, Foi Assado (Chia Beloto, Produções Ordinária)conversam sobre seus processos de direção de arte.
Debate sobre Animação. Sexta (03.05) às 15h. Grátis.
Capitania Coworking. Rua Primeiro de Março, 25, sexto andar, Bairro de Santo Antônio, Centro.

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

02 de May, 2019

Share

Júlio Cavani

Durante três meses em Nova York em 2010, Júlio não trabalhou e nem estudou. dedicou todos os dias e noites da viagem a shows, exposições e cinemas. Na verdade, a vida dele é assim o ano inteiro, todos os anos, em qualquer cidade onde esteja. Quando trabalha, procura sempre algo relacionado a arte, filmes e música. Quando tem tempo livre, busca as mesmas coisas (ou ambientes com muita natureza). Também desenvolve os próprios projetos artísticos, influenciado por tudo o que vê e ouve. Ele ainda é conhecido por conseguir provar que sempre é possível encontrar coisas legais para fazer no Recife e por estar em vários lugares ao mesmo tempo.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.