Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana em São Paulo: 02.08

Quem escreveu

Tava Passando

Data

01 de August, 2019

Share

Festival Palco Giratório

Festival Palco Giratório / Foto: Brunno Martins
Festival Palco Giratório / Foto: Brunno Martins

O Palco Giratório é o circuito nacional de artes cênicas do Sesc, que já está na 22ª edição e roda o Brasil apresentando um importante panorama cultural da produção em artes cênicas do país. Este ano ele começou em Natal, passou por outras 5 cidades e chega agora a São Paulo, em 9 unidades do Sesc na capital e interior. São 20 companhias, com espetáculos que envolvem linguagens como dança, circo, teatro adulto, teatro para crianças e performances – 7 deles inéditos por aqui, como “Meu Seridó” do grupo potiguar Casa de Zoé (foto), “Voa” (Coletivo Antônia – DF), “A Mulher Arrastada” (Dramaturgia Diones Camargo – RS) e “Naquele Bairro Encantado – Episódio I: Estranhos Visitantes” (Teatro Público – MG). Este ano o festival também traz novidades em formatos e temáticas: Cena Expandida, com oficinas estendidas e mapeamento de artistas junto à comunidade local, e Lugar de Fala, que traz espetáculos do circuito que dão voz às mulheres negras, comunidades indígenas e pessoas com deficiência.

Festival Palco Giratório. A partir de sexta (02.08) às 21h. Até 31.08, várias sessões. Ingressos: de gratuito a R$ 25.
Várias unidades do Sesc

23º Festival de Cinema Judaico

23º Festival de Cinema Judaico / Foto: divulgação
23º Festival de Cinema Judaico / Foto: divulgação

O Festival de Cinema Judaico comemora 23 anos de debate, reflexão, combate a preconceitos e grandes filmes, que misturam momentos de alegria e grandeza humana com momentos trágicos e de tristeza. O programa deste ano exibe 33 filmes, com destaque para um panorama sobre Israel, uma sessão especial com o recém restaurado “A Cidade Sem Judeus”, filme mudo de 1924, e a nova mini-mostra de curtas com apenas 3 filmes, mas que traz o vencedor do Oscar de Melhor Curta-Metragem “Skin” de Guy Nattiv. Outros filmes legais: “O Intérprete” da Eslováquia, com dois homens bem diferentes em uma road trip em busca de notícias de seus antepassados na guerra, “A Outra História” de Avi Nesher, “Projeto Samuel” sobre o jovem Eli descobrindo a história do seu avô Samuel, e ainda os documentários “A Alma Imoral”, do brasileiro Sylvio Tendler baseado no livro do rabino Nilton Bonder, “It Must Schwing!” que conta a incrível história dos dois judeus que foram pra Nova York e fundaram a gravadora Blue Note Records, e o absolutamente imperdível “Três Estranhos Idênticos”, sobre trigêmeos adotados por diferentes famílias judias nos Estados Unidos.

23º Festival de Cinema Judaico. De sábado (03.08) até quarta 14.08) em diversos horários. Ingressos: De R$ 16 a R$ 32.
Clube Hebraica SP. Rua Hungria, 1000, Jardim Europa

Festival Arena Hilda Hilst

Festival Arena Hilda Hilst / Foto: divulgação
Festival Arena Hilda Hilst / Foto: divulgação

O grupo de teatro paulistano Companhia Barco apresenta o Festival Arena Hilda Hilst, que acontece no Teatro de Arena Eugênio Kusnet em todos os finais de semanas de agosto, e tem apoio institucional do Instituto Hilda Hilst. A ideia veio durante o processo de pesquisa do espetáculo “Ensaio da Fantasia” (que está na programação): eles perceberam que a obra multifacetada e densa da escritora merecia olhares plurais em diálogo, e isso se estendeu neste festival multiartístico, com a participação de vários coletivos, tendo a obra de Hilda Hilst como ponto comum de criação. São mais de 60 artistas se dividindo em apresentações de música e teatro; oficinas de encadernação manual, grafite, atuação, improvisação vocal e escrita; além de debates e mesas sobre a obra de Hilda Hilst e de escritoras contemporâneas que se inspiram em seu trabalho.

Festival Arena Hilda Hilst. A partir de sábado (27.07) até 01.09. Sextas, sábados e domingos, com várias sessões. Ingressos: contribuição consciente.
Teatro de Arena Eugênio Kusnet. Rua Teodoro Baima, 94, Centro

Peraí que tem mais

Peça que expõe um debate sobre rumos e estratégias pelo fim da discriminação racial fundamentados nas ideologias dos dois ícones norte-americanos.
O Encontro – Malcolm X & Martin Luther King Jr. Quinta (01.08), sexta (02.08) e sábado (03.08) às 21h e domingo (04.08) às 18h. Ingressos: De R$ 12 a R$ 40.
Sesc Consolação. Rua Doutor Vila Nova, 245, Vila Buarque

Como parte da exposição da Björk, exibição do clássico filme de Lars Von Trier estrelado por ela, seguido de debate.
Björk Talks + “Dançando no Escuro”. Quinta (01.08) e sexta (02.08) às 19h e sábado (03.08) às 18h. Gratuito.
Museu da Imagem e do Som – MIS. Avenida Europa, 158, Jardim Europa

Espetáculo da Cia Sansacroma, que geralmente leva aos palcos políticas e poéticas que circundam a negritude brasileira.
Rituais De Suspeição. Quinta (01.08), sexta (02.08) e sábado (03.08) às 21h30 e domingo 18h30. Ingressos: De R$ 6 a R$ 20.
Sesc Pompeia. Rua Clélia, 93, Pompeia

Festival multimídia envolvendo corpo, arte e tecnologias.
Perfídia – Festival de Performance e Novas Mídias. Até sábado (10.08) em diversos horários. Gratuito.
Em diversas casas de culturas e espaços urbanos na região da Luz

De volta ao palco do Teatro Oficina!
Roda Viva. Sexta (02.08) e sábado (03.08) às 20h e domingo (04.08) às 19h. Ingressos: De R$ 30 a R$ 60.
Teatro Oficina Uzyna Uzona. Rua Jaceguai, 520, Bela Vista

Filme + debate para conversar sobre A Representatividade do Homem-Aranha no Aranhaverso.
CineDebate Minas Nerds: “Homem-Aranha no Aranhaverso”. Sábado (03.08) às 17h30. Gratuito.
O Corvo Burger & Beer. Rua Fortunato, 119, Santa Cecília

O clássico da dramaturgia brasileira de Nelson Rodrigues chega aos palcos em uma releitura cênica pelas mãos dos diretores Carolina Guimarães e Vitor Moreno.
Toda Nudez Será Castigada. Sábado (03.08) às 18:30, domingo (04.08) e segunda às 20h. Até 26.08. Ingressos: R$ 40 e R$ 20.
Teatro Sergio Cardoso. Rua Rui Barbosa, 153, Bela Vista

A clássica animação da Disney, em sessão gratuita!
Cine Kids – “A Dama e o Vagabundo”. Sábado (03.08) às 11h. Gratuito.
MIS SP. Avenida Europa, 158, Jardim Europa

Espetáculo com dramaturgia criada a partir de depoimentos reais.
Projeto Revide. Sábado (03.08) às 21h e domingo (04.08) às 19h. Gratuito.
Teatro Cacilda Becker. Rua Tito, 295, Lapa

Filme + debate para comemorar a chegada do homem na Lua há 50 anos.
CineCiência – “Estrelas além do tempo”. Domingo (04.08) às 15h. Gratuito.
MIS SP. Avenida Europa, 158, Jardim Europa

Quem escreveu

Tava Passando

Data

01 de August, 2019

Share

Tava Passando

Tavapassando e cliquei. Danilo Cabral e Flavia Lacerda registram seu dia a dia e todos os lugares por onde estão passando, em um mini-guia de shows, restaurantes, ruas e pixos no Instagram.

Ver todos os posts

Comentários

  • Todos envolvidos no LINE https://www.residentadvisor.net/events/1289425 evento https://www.facebook.com/events/365723954143801/ acrescentar Dj & Produtor "Guilherme VAC" https://soundcloud.com/guilhermevac Guilherme VAC, som com muita atitude e com influência de música brasileira, VAC é um dos nomes por trás do coletivo Boli + Teremos a presença especial das artistas visual e performers Isabela Gregoris, Gabriella G. Van de Beld e Bibi Babydoll da Redoma.
    - Núcleo BOLi

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.