Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Exposições de arte para ver em São Paulo até o fim do ano

Quem escreveu

Renato Salles

Data

21 de November, 2019

Share

Apresentado por

Tá sentindo esse clima de fim de ano no ar? As decorações de Natal cheias de veludo que em nada combinam com o calor úmido do verão que se aproxima, as ruas vibrando na loucura das compras de presentes, convites e mais convites para happy hours e amigos secretos. 2019, o ano que nunca acaba, está finalmente acabando. E num ano intenso como esse, a dezembrite promete vir como um furacão.

Então que tal aproveitar esses 40 dias restantes do ano para deixar todos os compromissos de lado e se dar de presente uma bela exposição de arte? Mesmo com o foco em tantas outras coisas, São Paulo está numa temporada recheada de mostras excelentes, de artistas fenomenais. Pode abrir a agenda aí e separar um tempinho para visitar uma (ou muitas) delas, antes que elas cheguem ao fim e as filas fiquem gigantescas. Combinado?

Carlos Cruz-Diez: A Liberdade da Cor

Cruz Diez, Porto Seguro, Exposições de arte em São Paulo

O artista venezuelano, falecido no mês de julho, dedicou grande parte dos seus 95 anos ao estudo das cores. Por conta disso, seu trabalho cai inevitavelmente na abstração, mas longe do formalismo de tantos colegas contemporâneos. Antes, as pinturas e instalações dele ensinam o espectador a enxergar as interações entre as cores, que acabam sempre influenciadas pelas vizinhas. Entretanto, a mostra em cartaz no Espaço Cultural Porto Seguro traz, entre suas 28 obras, também uma coleção de fotografias em preto e branco feitas por Cruz-Diez, que dificilmente associaríamos às obras mais conhecidas.

Carlos Cruz-Diez: A Liberdade da Cor
Espaço Cultural Porto Seguro – Al. Barão de Piracicaba, 610, Campos Elíseos
De terça a sábado, das 10h às 19h. Domingo e feriados, das 10h às 17h
Grátis
Até 2 de fevereiro

Chiharu Shiota – Linhas da Vida

Chiharu Shiota, Japan House, Exposições de Arte em São Paulo

A primeira vez que ouvi falar dessa artista, foi lendo sobre o Pavilhão do Japão na Bienal de Veneza de 2015. Ali ela fez uma instalação gigantesca com mais de 50 mil chaves penduradas em uma densa teia vermelha, uma obra visualmente muito impactante. Desde então sempre quis conhecer melhor seu trabalho. Pois o CCBB-SP e a Japan House abriram as portas da esperança juntando forças para trazer essa exposição dupla. No CCBB estão 70 obras de Shiota, distribuídas em 4 andares, e ainda uma belíssima instalação devorando todo o vão interno, que faz bonito no Instagram de qualquer um. Na Japan House, uma única instalação tomou o saguão, mas que em nada deixa a desejar. Ainda dá para aproveitar a visita à Japan House para ver a mostra de Naoki Urasawa e seus mangás no andar superior.

Chiharu Shiota – Linhas da Vida
Centro Cultura Banco do Brasil – Rua Álvares Penteado, 112, Centro
De quarta a segunda, das 9h às 21h
Japan House – Av. Paulista, 52, Bela Vista
De terça a sábado, das 10h às 20h. Domingo, das 10h às 18h
Grátis
Até 27 de janeiro

Léon Ferrari – Nós não sabíamos

Leon Ferrari, Pinacoteca, exposições de arte em São Paulo

O artista argentino, além de ser um nome de calibre mundial, tem um trabalho que conversa diretamente com o momento que vivemos. Seja em telas, gravuras, esculturas, instalações ou vídeos, a arte de Ferrari sempre denunciou o sistema político, a instituição da arte, a moral e a religião. Ato contínuo, ele teve que viver em São Paulo por 14, exilado pela ditadura militar de seu país. A Pinacoteca apresenta, pela primeira vez, 94 peças que fazem parte do seu próprio acervo. Fora isso, a Pinacoteca ainda tem mais 9 exposições em cartaz, entre as fixas e as temporárias. Programão, sempre.

Léon Ferrari – Nós não sabíamos
Pinacoteca – Praça da Luz, 2, Luz
De quarta a segunda, das 10h às 17h30.
Ingressos: $10 (inteira) e $5 (meia). Grátis aos sábados
Até 16 de fevereiro

Cildo Meireles – Entrevendo

Cildo Meireles, Sesc Pompeia, Exposições de arte em São Paulo

Sim, tem brasileiro nessa lista. E que nome! Cildo Meireles é um dos maiores nomes da arte conceitual brasileira, com uma produção riquíssima que nunca perde a relevância. O Sesc Pompeia reuniu a maior retrospectiva do artista já feita na América Latina, começando lá nos anos 60 e vindo até os dias de hoje. Estão lá grandes instalações, como a que dá nome à exposição e a densa ‘Volátil’, esculturas profundas como a intensa ‘Missão Missões’, e ainda colagens, áudios, e mais. São 150 obras, originais ou atualizadas. É o caso das ‘Inserções em Circuitos Ideológicos’, que substituíram o jornalista Herzog pela deputada executada Marielle Franco.

Cildo Meireles – Entrevendo
Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93, Água Branca
De terça a sábado, das 10h às 21h30. Domingos e feriados, das 10h às 19h30.
Grátis
Até 2 de fevereiro

*Imagem de destaque: Renato Salles

Quem escreveu

Renato Salles

Data

21 de November, 2019

Share

Apresentado por

Renato Salles

Para o Renato, em qualquer boa viagem você tem que escolher bem as companhias e os mapas. Excelente arrumador de malas, ele vira um halterofilista na volta de todas as suas viagens, pois acha sempre cabe mais algum souvenir. Gosta de guardar como lembrança de cada lugar vídeos, coisas para pendurar nas paredes e histórias de perrengues. Em situações de estresse, sua recomendação é sempre tomar uma cerveja antes de tomar uma decisão importante. Afinal, nada melhor que um bom bar para conhecer a cultura de um lugar.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.