Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Como se preparar para uma viagem de esqui

Quem escreveu

Renato Salles

Data

24 de June, 2019

Share

Apresentado por

As montanhas branquinhas, o céu azul mesmo com vento polar, as crianças fazendo bonecos de neve, e você lá na frente da lareira, com uma bela taça de vinho na mão, sem nada para fazer além de esperar o próximo dia para pegar seus esquis e subir nos teleféricos. Toda viagem de esqui é um verdadeiro sonho para quem quer se desligar de verdade, e deixar o tempo passar sem nenhuma preocupação na cabeça.

Porém, passar uma temporada numa estação de esqui requer alguns cuidados que podem fazer tuas férias bem mais tranquilas. A primeira, sem dúvida, é estar com o guarda-roupa em ordem. A gente já te contou aqui como deve ser a roupa ideal para praticar esqui ou snowboard. Agora, para você ficar bem preparado para sua próxima temporada na neve, nós te damos algumas dicas que não parecem muito óbvias, mas vão te salvar de alguns perrengues.

Tenha na mala

Brasileiro não está acostumado com a neve, e a gente acaba dando umas bobeadas que podem ser críticas. Apesar de estar muito frio, o sol no alto da montanha é inclemente. Mais que em Ipanema no verão! A brancura da neve funciona como um espelho para os raios solares, então os raios ultravioletas ficam duplicados. Além disso, lá no alto estamos mais perto do sol, e com o ar mais rarefeito, o que deixa os filtros naturais aos raios menos eficientes. Então a proteção da pele e dos olhos é fundamental.

Na tua mochila do dia-a-dia você tem que ter bons óculos escuros, e um protetor solar com FPS 50 no mínimo. Como você está coberto de roupa até o queixo, a preocupação é com a cabeça. Além do rosto, não esqueça de aplicá-lo também nas orelhas e na nuca, que sempre passam batido e é onde as pessoas acabam vermelhas como camarão. E lembre-se de, sempre que estiver no sol, usar os óculos escuros. A luz refletida é tão forte que pode machucar as retinas dos nossos olhos. As lentes polarizadas também te ajudam a enxergar melhor na neve.

viagem de esqui, férias na neve, Valle Nevado
Na hora de esquiar, todo mundo usa óculos de neve. No resto do tempo, óculos escuros sempre! – foto: Valle Nevado | Divulgação

Tenha sempre um bom protetor labial com você, o dia inteiro. O frio queima os lábios e quase ninguém escapa de ter a boca rachada em algum momento. Qualquer batom já ajuda, mas eu gosto mesmo de usar um da marca Blistex. Essa pomada é mais do que só um hidratante, pois tem um medicamento na fórmula que deixa a boca digna de uma Kardashian a viagem inteira.

E uma coisa boa para ter com você o dia inteiro também é um pacotinho de lenços de papel. O ar quente que expiramos pelo nariz condensa ao entrar em contato com o ar gelado de fora, o que faz o nariz escorrer o tempo todo. Calma, é pura água. No aperto, pode limpar na manga do casaco que ninguém vai te julgar. Mas um lencinho nessa hora é de bom tom. E não esqueça de reaplicar o protetor solar no nariz depois de assoá-lo. Como a neve reflete os raios solares, o sol vem também do chão, e você pode queimar a parte de baixo do nariz. Não deve ser muito agradável.

Prepare os joelhos

Bota a mão no joelho, dá uma esquiadinha, vai descendo gostoso na montanha branquinha… (desculpe, não pude evitar.)

Se você falar com qualquer pessoa que já foi se aventurar com esqui, ela provavelmente lamentou sobre seus joelhos. Você também vai. Esquiar é uma sensação única e maravilhosa, mas você tem que fazer uma força considerável com seus pobres joelhinhos. Então, se você anda  pagando a academia sem ir, está na hora de fazer valer esse investimento. Tente, pelo menos no mês que antecede sua viagem, fazer caminhadas para dar uma lubrificada nas articulações das pernas, que você vai me agradecer. Se puder, fazer exercícios para abdome e costas também ajuda muito. Quem sabe você não aproveita e desperta o atleta que anda adormecido em algum lugar aí dentro?

Respeite a montanha

Não são todas as estações, mas algumas ficam em montanhas muito altas. Isso quer dizer que o corpo pode precisar de um tempinho para se aclimatar. Por exemplo, o Valle Nevado fica a mais de 3000m de altitude, e a subida de Santiago vence um aclive de mais de 2500m em menos de duas horas. Algumas pessoas podem sentir dor de cabeça, tontura e náusea nas primeiras horas. Então considere não esquiar logo no dia da chegada. Aproveite a chegada para alugar o equipamento, conhecer os arredores e descansar (um paracetamol simples resolve a dor de cabeça). Ou vá até o bar, peça um pisco sour e relaxe um pouco admirando a paisagem. Só não abusa porque a ressaca nesses primeiros dias também pode ser cruel.

viagem de esqui, férias na neve, Valle Nevado
Um pisco sour com essa vista, bicho! – foto: Renato Salles

Não vire um frango congelado

A regra é clara: onde tem sangue circulando, você se mantem aquecido. Mas ao longo do dia, as nossas extremidades podem ter o fluxo de sangue reduzido, e o congelamento de dedos é uma realidade séria. A bota, principalmente, fica bem apertada nas canelas, e o pé acaba sofrendo mais. Sentiu os pés doerem de frio? Hora de parar um pouco e abrir as fivelas da bota. Ou então uma boa dica é abrir as fivelas quando for subir no teleférico, e fechar de novo na hora de descer. Se as mãos estiverem congelando, dê pulinhos com os braços esticados para baixo. Isso ajuda a forçar o sangue a descer dos ombros até os dedos.

Fique atento em especial para alguns momentos do dia quando o corpo está mais suscetível ao frio. De manhã, o corpo ainda está pouco aquecido. E no período da tarde, depois do almoço, o sangue se concentra no estômago para fazer a digestão, e sobra menos fluxo para mãos e pés.

Alongue-se!

Terminou o dia nas pistas, e já começou o after-ski? Antes de pegar a sua primeira merecida cerveja, tente alongar um pouco o corpo. É batata: depois de passar o dia esquiando, no segundo dia você sente dores em músculos que nem imaginava que tinha; no terceiro você anda gemendo o dia inteiro; e no quarto você acha que não vai conseguir levantar da cama. Mas é aquela dor gostosa da primeira semana da academia. E se você for guerreiro, vai perceber que no quinto dia as dores somem! Para evitar se sentir como um soldado voltando da guerra, o alongamento diário é primordial. Pernas, braços, tronco e, principalmente, a bunda (tem um músculo ali no meio que, olha…). Não sabe alongar a bunda? Eu te ajudo.

Sauna, hidromassagem, banheira

Até agora, parece que esquiar é um perrengue, né? Mas além de ser bom demais para compensar tudo que falei até agora, tem essa parte que vai fazer valer ainda mais a pena. A maioria dos hoteis e resorts de montanha tem uma boa piscina aquecida, uma hidromassagem, uma sauna, ou pelo menos uma banheira no quarto. Use e abuse! O calor da água e o vapor da sauna ajudam a dilatar as veias e relaxar os músculos. Você vai se sentir bem molenga depois, o que te ajuda a dormir melhor e acordar com menos dores no corpo. Fora que, tem desculpa melhor que essa para perder uma horinha por dia boiando como se estivesse numa panela de canja?

viagem de esqui, férias na neve, Valle Nevado
No Valle Nevado, a piscina aquecida fica de frente para as pistas – foto: Divulgação

Água, água, água

Debaixo daquela roupaiada toda, todo esquiador acaba o dia ensopado de suor por dentro. Esquiar e fazer snowboard são exercícios físicos bem intensos, e você vai perder muita água ao longo do dia. Para piorar, a calefação dentro de casa deixa o ar muito seco. Então hidratação é um ponto importantíssimo das suas férias da neve. Eu costumo levar uma garrafa de água para a cama, porque mesmo no meio da noite a sede é grande.

Como eu falei, parece coisa demais para quem queria só deslizar um pouco nas montanhas nevadas. Mas vale muito a pena. Uma semana numa estação de esqui é o programa ideal para quem quer desligar a cabeça nas férias. Durante o dia você se exercita e se diverte num dos cenários mais lindos do mundo, e a noite você descansa, come e bebe sem culpa, e se prepara para fazer tudo isso de novo no dia seguinte. Duvido você não voltar renovado de umas férias como essas.

Quem escreveu

Renato Salles

Data

24 de June, 2019

Share

Apresentado por

Renato Salles

Para o Renato, em qualquer boa viagem você tem que escolher bem as companhias e os mapas. Excelente arrumador de malas, ele vira um halterofilista na volta de todas as suas viagens, pois acha sempre cabe mais algum souvenir. Gosta de guardar como lembrança de cada lugar vídeos, coisas para pendurar nas paredes e histórias de perrengues. Em situações de estresse, sua recomendação é sempre tomar uma cerveja antes de tomar uma decisão importante. Afinal, nada melhor que um bom bar para conhecer a cultura de um lugar.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.