Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Singita Castleton, conforto em meio à vida selvagem sul-africana

Quem escreveu

Jo Machado

Data

07 de February, 2017

Share

Não sei vocês, mas a primeira coisa que vinha à minha mente quando pensava ou falava em África do Sul, a vida selvagem daquele país. Em seguida vêm, obviamente, as belas paisagens, que além de serem de tirar o fôlego – como já contei sobre no post sobre Rota Panorâmica – também estão por todos os lados na Terra do Arco-Íris. Sem mencionar a alegria, simpatia e hospitalidade sul-africanas, claro, que são um aspecto a parte disso tudo.

Por do sol na Kruger Park. Foto: Jo Machado
Por do sol na Kruger Park. Foto: Jo Machado

Agora, eu nunca pensei que um hotel pudesse reunir todas essas maravilhas em um lugar só, onde as janelas de uma luxuosa casa de campo se abrem para um dos parques de vida selvagem mais belos do planeta. Pois bem, o Singita Castleton Camp tem tudo isso e mais um monte de surpresas incríveis, com todas as facilidades modernas, mantendo aquela sensação de estar em casa, de aconchego do lar.

Um paraíso em meio a selva africana - Foto: Jo Machado
Um paraíso em meio a selva africana – Foto: Jo Machado

Localizado na porção leste do Kruger National Park, o Castleton está dentro de uma área de 18 mil hectares inexplorados de selva africana, por onde corre do Rio Sand e é lar de uma grande variedade de animais selvagens. Animais esses que a gente acha que só vai ver em livros, mas que por lá fazem parte de um mise-en-scène mágico, de cair o queixo. 

20160511_0933O lago em frente ao Singita é o ponto de encontro de diversos animais selvagens - Foto: Jo Machado
O lago em frente ao Singita é o ponto de encontro de diversos animais selvagens – Foto: Jo Machado

O hotel, que já foi uma casa de campo, hoje recebe os hóspedes com muito conforto e exclusividade em seis cabanas separadas, com capacidade para até 12 pessoas. Imagine você, em qualquer uma das cabanas do Castleton é possível admirar elefantes passando enquanto toma um relaxante banho de banheira. E eu fiz duas vezes durante minha estadia lá. Um solzinho gostoso, um banho quente e ao fundo o Sr. Elefante bebendo água, enquanto eu o admirava.

Vizinhos selvagens transitam livremente pelos arredores do hotel - Foto: Jo Machado
Vizinhos selvagens transitam livremente pelos arredores do hotel – Foto: Jo Machado
A visão da camas de uma das cabanas - Foto: Jo Machado
A visão da camas de uma das cabanas – Foto: Jo Machado
Vista frontal de uma cabana dupla, com dois quartos e dois banheiros - Foto: Jo Machado
Vista frontal de uma cabana dupla, com dois quartos e dois banheiros – Foto: Jo Machado

No centro dessas cabanas, rodeada por um belo gramado, com vista para um lago onde animais vêm matar a sede, a casa principal. E é nela que são servidas a maioria das refeições e onde as amplas varandas são um convite à contemplação, afinal, os animais chegam bem pertinho. Falando em refeições, salivei! A comida por lá é uma experiência à parte. Com um chef próprio, que virou meu amigo pessoal, a cozinha do hotel combina os sabores da cozinha local com as mais novas tendências internacionais e proporciona momentos memoráveis à mesa. É garantido que, por lá, sempre se vá comer além da conta. Para acompanhar, uma das maiores seleções de vinhos sul-africanos do país. Comida e bebida ‘a la vontê’!

A deliciosa varanda da casa principal. Foto: Jo Machado
A deliciosa varanda da casa principal. Foto: Jo Machado
Tomar um cafézinho com essa vista não é nada mal, hein! Foto: Jo Machado
Tomar um cafézinho com essa vista não é nada mal, hein! Foto: Jo Machado
A sala de estar e jantar da casa principal. Foto: Jo Machado
A sala de estar e jantar da casa principal. Foto: Jo Machado
Meu novo melhor e talentoso amigo Walkin, sous chef do Singita Castleton
Meu novo melhor e talentoso amigo Walkin, sous chef do Singita Castleton
Aquele café da manhã substancioso pós safari. Foto: Jo Machado
Aquele café da manhã substancioso pós safari. Foto: Jo Machado
Turminha maravilhosa em uma das nossas diversas refeições temáticas no Castleton. Foto: Jo Machado
Turminha maravilhosa em uma das nossas diversas refeições temáticas no Castleton. Foto: Jo Machado
Duvido não salivar com essa comida! Foto: Jo Machado
Duvido não salivar com essa comida! Foto: Jo Machado

Memoráveis também são as vivências no safari de observação oferecido pelo hotel. Já de manhã cedo, antes do café, uma primeira investida ruma ao encontro das espécies que vivem dentro da reserva. E o frio da manhã, que não é brincadeira, em torno dos 5º, não atrapalha em nada. Pelo contrário! Ao entardecer, uma segunda saída revela não só a rotina dos animais, mas uma das mais belas despedidas que sol pode dar. E é nessas saídas que é possível ter contato próximo com as mais diversas espécie de animais, como antílopes, elefantes, girafas, zebras e grandes felinos. Sendo que o maior disso tudo é um encontro com os famosos “Big Five“( leão, elefante, búfalo, leopardo e rinoceronte). Minha experiência por lá foi emocionante, para dizer o mínimo.

Nosso primeiro encontro foi com esse mocinho comendo seu lanche. Foto: Jo Machado
Nosso primeiro encontro  foi com esse mocinho comendo seu lanche. Foto: Jo Machado
Enquanto isso, dona Hiena espera as sobras. Foto: Jo Machado
Enquanto isso, dona Hiena espera as sobras. Foto: Jo Machado
Final de tarde com os hipotótamos - Foto: Jo Machado
Final de tarde com os hipotótamos – Foto: Jo Machado
O grande rei da selva em momento descontraído. Foto: Jo Machado
O grande rei da selva em momento descontraído. Foto: Jo Machado
20160510_170457Dona girada curtindo um por do sol na savana. Foto: Jo Machado
Dona girada curtindo um por do sol na savana. Foto: Jo Machado
Os rangers, nossos companheiros e seguranças no safari. Foto: Jo Machado
Os rangers, nossos companheiros e seguranças no safari. Foto: Jo Machado
Hello Mr. Rino! Foto: Jo Machado
Hello Mr. Rino! Foto: Jo Machado
20160511_0759180
Família de zebras. Foto: Jo Machado
No melhor hotel, as melhores companhias! Foto: Natália da Luz
No melhor hotel, as melhores companhias! Foto: Natália da Luz

Além do maravilhoso e inesquecível safari, o hotel oferece outras atividades, como tours comunitários em um dos bairros do povoado próximo chamado Justicia, passeios no bosque, arco e flecha e tênis. E ainda é possível fazer uma massagem relaxante e terapias corporais no spa que tem por lá.

Se hospedar no Singita Castleton foi uma das experiências mais incríveis que eu vivi na África do Sul e no vídeo abaixo, um dos momentos mais marcantes desta experiência.  Mas caso você não tenha a sorte de ter sido convidado como eu tive, pode preparar o bolso. O hotel é super exclusivo e a brincadeira é um pouco salgada. Mas vale muito a pena, pois vai marcar para sempre a sua vida. Confira as tarifas aqui.

Bom, pra finalizar, meus profundos e sinceros agradecimentos à Dani da Marketing Collection Deluxe Experiences, a South African Tourism e a South African Airways pelo convite. Vocês não só mostraram um produto, um destino, marcaram um coração! ;)

Singita Castleton Camp
[email protected]
+27 (0) 21 683 3424

Quem escreveu

Jo Machado

Data

07 de February, 2017

Share

Jo Machado

O Jo é do tipo que separa pelo menos 30% do tempo das viagens para fazer o turista japonês, com câmera no pescoço e monumentos lotados. Fascinado pelas diferenças culturais, fotografa tudo que vê pela frente, e leva quem estiver junto nas suas experiências. Suas maiores memórias dos lugares são através da culinária, em especial a comidinha despretensiosa de rua. Seu lema de viagem? Leve bons sapatos, para agüentar longas caminhadas e faça uma boa mixtape para ouvir enquanto desbrava novos lugares. Nada é melhor do que associar lindas memórias à boas canções.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.