Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Destino África: 5 razões para ir para Botsuana

Quem escreveu

Vanessa Mathias

Data

29 de June, 2016

Share

Botsuana é a queridinha da vez: antes desconhecido, o país anda bombando entre os viajantes mais aventureiros. Não é a toa: afinal, tem uma das maiores (e melhores) vidas selvagens do mundo. 38% do país é dedicado a parques nacionais e reservas, que, diferente dos vizinhos,  mantém os animais livres, preservando todos os instintos de migração, comida e reprodução.

botswana

Na INDABA/2016 falamos com a Obenne Mbaakanyi, gerente de turismo do país. Ela contou o quanto o governo investiu para colocar Botsuana no mapa nos últimos anos, incentivando a construção de roteiros, hotéis e turismo comunitário. Na sua opinião, 5 razões para você colocar Botsuana na lista de lugares para conhecer:

1. Um turbilhão de emoções: o delta de Okavango

Okavango River

O delta de Okavango é a porta de entrada de um espetáculo da natureza selvagem: você sente o coração bater mais forte em um barquinho pertinho de leões ou elefantes, mas também respirar a calma e serenidade de navegar por um rio intocado pelo homem, com cenas de beleza incontestável.

2. As paisagens da National Geographic:  o Kalahari Central

KALAHARI-SCENIC
A reserva é a maior e mais remota da África subsaariana, e a segunda maior do mundo, todos que foram para Kalahari saem embasbacados. Por mais que você esteja preparado, a imensidão dessa reserva ultrapassa qualquer expectativa. A grama dourada contrasta com as árvores verdinhas, logo abaixo de um céu azul turquesa. À noite há mais estrelas e com mais brilho do que você já presenciou na vida (sim, eles apostam!).

3. Do fundo do lago: o salar de Makgadikgadi

salar

Imagine uma área do tamanho de Portugal quase inabitada por humanos:  essa é Makgadikgadi – um dos maiores salares do mundo. É o que restou do lago  Makgadikgadi,  que secou alguns milhares de anos atrás.

4. Junto aos animais: o Chobe National Park

boat-safari

Imagine um fim de tarde passeando em um Safári e passarem mais de cem elefantes de uma vez, se dirigindo ao rio para tomar banho e brincar: isso é apenas mais um dia no Chobe. Um dos mais visitados na África, é destino para quem procura animais exóticos: desde leões, girafas, búfalos, hipopótamos e até pica-paus de cauda azul (só para mencionar uma das mais de 460 espécies de pássaros catalogadas).

5. A herança cultural Bahurutshe

Traditional Dance

Para preservar a cultura aborígene do país, várias vilas começam a oferecer acomodação nos rondavels (casas tradicionais), artesanatos e danças, além das comidas típicas. Esses tours tradicionais ajudam a manter a economia local – uma ótima forma de aprender e fazer o bem ao mesmo tempo.

Ficou com vontade de saber mais? Visite o site oficial do turismo do país Botswana Tourism.

Essa é uma série especial sobre alguns bons motivos para visitar países africanos. Falamos também sobre o MoçambiqueMalawi , Quênia, Uganda, RDC , ZâmbiaTanzânia e Lesoto.

Quem escreveu

Vanessa Mathias

Data

29 de June, 2016

Share

Vanessa Mathias

Seu exacerbado entusiasmo pela cultura, fauna e flora dos mais diversos locais, renderam no currículo, além de experiências incríveis, MUITAS dicas úteis adquiridas arduamente em visitas a embaixadas, hospitais, delegacias e atendimento em companhias aéreas. Nas horas vagas, estuda e atua com pesquisa de tendências e inovação para instituições e marcas.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.