Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana no Rio de Janeiro: 18.08

Data

17 de August, 2017

Share

Apresentado por

Metá Metá

Juçara Marçal tem uma das vozes mais celebradas da atualidade e não é por menos, é suave e forte e claro, linda. Junto ao Metá Metá, ela faz um show-poesia delícia com os companheiros de palco e música: Kiko Dinucci e Thiago França. A banda é uma das melhores produções brasileiras da atualidade, que mistura ritmos brasileiros, com música africana, jazz, pitadas de rock e muita criatividade por todo lado.  Pra completar, a banda Rakta abre o show. Daqueles que tem que ir.

Metá Metá  e  Rakta. Sexta-feira (18.08), abertura dos portões 22h. Ingressos: R$40 (meia). 
Circo Voador.  Rua dos Arcos, s/nº – Lapa

Scott Bradlee’s Postmodern Jukebox

A Postmodern Jukeboz tem músicos que se revezam nas apresentações das turnês. Foto: Divulgação/Reprodução

Uma das coisas mais legais que surgiram nos últimos tempos. A big band de Scott Bradlee, leva a gente numa viagem do pop ao ritmo do jazz (ou swing, doo-wop, ragtime e outros sons vintage) com um resultado delicioso. Vocais perfeitos em uma viagem musical. Quando você se der conta, estará cantando uma música da Britney Spears e estalando os dedinhos no ritmo do doo-wop.

Scott Bradlee’s Postmodern Jukebox. Sexta-feira (18.08), às 22h. Ingressos: R$140 (meia pista), R$200 (meia balcão), R$250 (meia frisa) Vendas online
Vivo Rio – Av. Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo

Mojubá – Afrojazz, Larissa Luz e Jesuton

O Afrojazz se apresenta com Larissa Luz e Jesuton no show Mojubá. Foto: Bruno Monteiro

“Mojubá – Uma Reverência à Consciência” une Afrojazz, Larissa Luz e Jesuton em um espetáculo com base na valorização da cultura negra, interpretando no palco do Rival obras de Elza Soares, Nina Simone, Wilson Simonal, Erykah Badu, Luiz Melodia e músicas autorais. Poderoso e necessário!

Mojubá. Sábado.  (19.08), às 20h. Ingressos: R$40 (vendas antecipadas). 
Teatro Rival – Rua Álvaro Alvim, 33 – Cinelândia

Quanto Mais Tropicália, Melhor

Tom Zé é uma das atrações dos shows em homenagem à Tropicália. Foto: André Conti

Já são 50 anos do tropicalismo e o CCBB aproveita o embalo e vai homenagear o movimento com shows e exposição (abertura será no dia 18.08, sexta). Os shows serão do Pato Fu e Céu na sexta e Pedro Luís e a Parede e Tom Zé no sábado, tocando clássicos tropicalistas (é claro) e canções autorais no Centro Cultural dos Correios.

Festival CCBB – Quanto Mais Tropicália, Melhor: Patu Fu e Céu (sexta 18.08) e Pedro Luís & A Parede e Tom Zé (sábado 19.08), às 22h. Ingressos: R$20. 
Centro Cultural Correios – Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro

Peraí, que tem mais

Experimentações sonoras (“bossa-pop-rock decadente com pinceladas punk.”) e o melhor nome artístico EVER. Ana Frango Elétrico apresentará seu novo Mormaço Queima, que ainda não foi oficialmente lançado, Thiago Nassif abre os trabalhos com suas experiências sonoras.
Ana Frango Elétrico / Thiago Nassif. Quinta (17.08), às 20h. Ingressos: R$ 10 (meia).
Teatro Ipanema – Rua Prudente de Morais, 824 – Ipanema

No repertório do show, Teresa traz canções como “O Mundo é um Moinho”, “Alvorada”,O Sol Nascerá”, “As Rosas Não Falam” e outros grandes sucessos de Cartola.
Teresa Cristina Canta Cartola. Quinta (17.08), às 21h. Ingressos: R$80 a R$160
Teatro Bradesco – Shopping Village Mall – Av. das Américas, 3900 – Barra da Tijuca

A inspiração de Thiago vem do lema de Sun Ra – “Space is the place” – passando por uma sonoridade jazzística brasileira que bebe da psicodelia, do rock, funk, do afro-futurismo e mais.
Thiago França: Space Charanga Quarteto. Quinta (17.08), às 20h. Ingressos: R$10 (meia)
Audio Rebel. Rua Visconde Silva, 55 – Botafogo 

O cantor e compositor reúne canções de Babies (2016) e do recém lançado Corpos são feitos para encaixar e depois morrer (2017), ambos em parceria com a banda Exército de bebês.
Bruno Cosentino. Sexta (18.08), às 20h. Ingressos: R$10.
Escritório. Rua da Constituição, 64 – Centro

Quem aí cantou “meu pai era surfista profissional, minha mãe fazia mapa astral legal”? Então vem, que depois do show ainda tem festa com músicas dos anos 80.
Sempre Livre e Geração 80. Sexta (18.08), às 2oh. Ingressos: R$25 (meia).
Solar de Botafogo – Rua General Polidoro, 180 – Botafogo

Márcio Lugó divide o palco com a banda Capela (ambos de SP)levando músicas do seu último trabalho: “Pêndulo”.
Márcio Lugó e Capela. Sexta (18.08), às 20h. Ingressos: R$20 meia
Espaço Sérgio Porto – Rua Humaitá, 163 – Humaitá

Já viu que os anos 1980 voltaram com força, né? Leo Jaime, com os convidados João Penca e Leoni? Nostalgia pura.
Leo Jaime – Participação: João Penca e Seus Miquinhos Amestrados & Leoni. Sexta (18.08), às 21h. Ingressos: R$40 a R$140
Teatro Bradesco – Shopping Village Mall – Av. das Américas, 3900 – Barra da Tijuca

Aqueles shows que a gente sabe cantar todas as músicas. O Barão no palco é ótimo, vá sem nem pensar duas vezes.
Barão Vermelho. Sábado (19.08), às 20h. Ingressos: de R$60 a R$120.
Vivo Rio. Avenida Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo

A voz grave e aveludada conquista a cada acorde. Vai ouvindo aí o trabalho de Ava Rocha, se você não conhece ainda, pra esquentar pro show.
Ava Rocha. Sábado (19.08), às 22h. Ingressos: R$25 (antecipados) e R$30 (na hora).
Audio Rebel . Rua Visconde Silva, 55 – Botafogo

Afinadíssima e com repertório que leva sambas e músicas que cantou ao longo da carreira, é pra cantar junto do começo ao fim.
Roberta Sá . Sábado (19.08), às 22h. Ingressos: R$50 (meia).
Circo Voador – Arcos da Lapa

Roberta se inspira nas divas da música Ella Fitzgerald, Sarah Vaughan e junto do trompetista Roy Hargrove (que já tocou com Wynton Marsalis) faz um show redondinho no Vivo Rio.
Roberta Gambarini e Roy Hargrove. Domingo (20.08), às 19h. Ingressos: R$100 a R$220.
Vivo Rio. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Flamengo. 

Save The Date

Computambor  – Marcelo Vig e Marcos Suzano

Marcelo Vig e Marcos Suzano se apresentam juntos no projeto A.Nota. Foto: Suirá Silva

A inédita união sonora entre um baterista e um percussionista – ambos reconhecidos produtores brasileiros – para fazer show que traz uma mistura entre tambores e batidas eletrônicas, criando uma música tecnologicamente ancestral, orgânica e digital. Marcelo Vig e Marcos Suzano têm em comum a paixão pelos tambores, pela música eletrônica e pelas possibilidades sonoras das misturas que esses elementos trazem.  As projeções em vídeo, já usadas por Vig em seus shows, ampliam a experiência do público.

Festival A.Nota –  Computambor – Marcelo Vig e Marcos Suzano. Terça-feira (22.08), às 20h30. Ingressos:R$ 30
Teatro Ipanema. Rua Prudente de Morais, 824A – Ipanema

 

 

 

Data

17 de August, 2017

Share

Apresentado por

Maria Claudia Pompeo

Maria Claudia Pompeo é carioca, consultora de moda para marcas e pessoas e produz conteúdo de moda e comportamento online há 15 anos. Coleciona revistas de moda e sofre quando tem que se desfazer de algumas, por pura falta de espaço. Viciada em internet desde os primórdios, teve inúmeros blogs e colaborou com algumas revistas online. Atualmente escreve sobre moda e tendências na sua página e faz a curadoria de suas pesquisas de imagem e comportamento no Instagram - @mcpompeo. Site: facebook.com/mcpompeoconsultoria

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.