De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana no Recife: 30.11

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

29 de November, 2018

Share

Elza Soares: My Name Is Now

O documentário é um ensaio poético que transmite a essência da artista. Foto: Paolo Giron

Música, fluxos de ideias manifestadas livremente, poemas recitados e belas imagens alegóricas transmitem a força de Elza Soares no filme My Name Is Now, da diretora Elizabete Martins Campos. O foco das cenas são detalhes do rosto da cantora em várias épocas, suas expressões faciais e sua voz, em um formato de documentário intensamente poético, que contempla também o papel biográfico sem precisar de entrevistas, narrações ou depoimentos didáticos. Com filmagens e material de arquivo, além de um belo trabalho de som, é uma obra que transmite a essência de uma artista a partir de recortes apresentados em um samba-esquema jazzístico.

Elza Soares: My Name Is Now. Quinta (18h05), sexta (20h), sábado (15h15) e domingo (17h35).
Cinema São Luiz. Rua da Aurora, 175, Boa Vista, Centro.

Peraí que tem mais

O fodástico artista visual e cineasta Steve McQueen (12 Anos de Escravidão) lança mais uma provocação nos cinemas.
As Viúvas. Em cartaz diariamente. Ingressos a partir de R$ 11.
Cinemas dos shoppings da Zona Sul e Moviemax Rosa e Silva.

Premiado nos festivais de Berlim e do Rio, o filme queer gaúcho Tinta Bruta chega ao Recife em sessão com debate.
Tinta Bruta. Sábado (01.12) às 20h. Ingressos: R$ 5 (meia) e R$ 10.
Cinema São Luiz. Rua da Aurora, 175, Boa Vista, Centro.

O documentário Burkinabè Rising: The Art of Resistance in Burkina Faso e o curta Coração do Mar são exibidos em parceria com o festival Palco Preto.
Cineclube Bamako. Quinta (29.11) às 19h. Grátis.
Espaço OVNI. Estrada dos Pintos, 3, Dois Irmãos.

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

29 de November, 2018

Share

Júlio Cavani

Durante três meses em Nova York em 2010, Júlio não trabalhou e nem estudou. dedicou todos os dias e noites da viagem a shows, exposições e cinemas. Na verdade, a vida dele é assim o ano inteiro, todos os anos, em qualquer cidade onde esteja. Quando trabalha, procura sempre algo relacionado a arte, filmes e música. Quando tem tempo livre, busca as mesmas coisas (ou ambientes com muita natureza). Também desenvolve os próprios projetos artísticos, influenciado por tudo o que vê e ouve. Ele ainda é conhecido por conseguir provar que sempre é possível encontrar coisas legais para fazer no Recife e por estar em vários lugares ao mesmo tempo.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.