Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Revistas de viagem para se inspirar (e colecionar)

Quem escreveu

Sarah Galvao

Data

23 de September, 2020

Share

A mídia impressa não morreu (viva!). As grandes tiragens ficaram no passado, e hoje a maneira como as revistas são conceituadas e distribuídas mudou. Antes, somente os grandes grupos tinham bala na agulha para colocá-las em circulação nas bancas. Hoje em dia (e que bom!), tem muita gente com ideias na cabeça e realizando publicações bem cuidadas, sejam impressas ou online. Com as revistas de viagem, não é diferente.

Com pautas bem diferentes das que encontramos nas bancas tradicionais, as revistas de viagem independentes contam histórias que vão muito além do onde comer ou se hospedar. São artigos sobre pessoas, tradições, inovações e muita observação sobre o que compõe as cidades. Separamos algumas que inspiram e que de tão lindas, merecem um lugar na coleção.

Ìrìn Journal

Essa publicação independente com sede em Lagos, na Nigéria, mostra a cultura africana através de viagens e comunidades. Cada número é focado em uma cidade e, para criá-lo, a equipe colabora com um time local de artistas e empreendedores que contam porque aquele lugar é único. O conceito do Ìrìn Journal é informar as pessoas sobre a diversidade da cultura africana e fazer com que elas se sintam inspiradas a explorá-la. As fotos são um espetáculo à parte.

Revista de viagem para inspirar: Ìrìn Journal (Foto divulgação)

Desired Landscapes

Com o desejo de explorar a identidade dos lugares e indo contra a ideia de que exista uma única narrativa que a defina, a Desired Landscapes mostra as cidades do ponto de vista de quem está as transformando. Em um formato pocket, cada número divide ensaios fotográficos, crônicas e entrevistas inspiradas em diferentes cidades. A exploração extrapola o papel: com sede em Atenas, os editores organizam um tour especial pela cidade, aberto a turistas e locais.

Revistas de viagem para inspirar: Desired Landscapes (foto divulgação)

Fare Magazine

Existem diversas maneiras de explorar outras culturas e talvez a mais deliciosa delas seja através da comida. A gastronomia desarma até mesmo os mais reacionários e faz com que muros virem portas. Dessa interseção entre comida, cultura e historia, nasceu a Fare Magazine.

Bi-anual, cada numero é focado em uma cidade e praticamente feita por locais, o que traz uma olhar autentico sobre aquele lugar. O número 6 explora Tbilisi, a capital da Geórgia, que é uma das cidades queridinhas do momento. Mas estou apaixonada pela capa do número 7, sobre a Antuérpia: uma foto atual que parece uma pintura flamenga do século XVI.

revistas de viagem: Fare Magazine
Revistas de viagem para inspirar: Fare (foto divulgação)

Flaneur Magazine

A Flaneur vai mais fundo no quesito nicho: diferente das outras revistas que se dedicam a explorar várias ou uma cidade em um número, ela se foca em uma rua e a disseca. Os artistas convidados passam 2 meses naquela localidade para contar historias sob o seu olhar dessa experiência.

Segundo a revista, o intuito é explorar um micro-cosmo para contar histórias universais, daquelas que se cruzam mesmo com milhares de quilômetros de distância. Baseada em Berlim, a Flaneur já dedicou um numero inteiro sobre a Rua Treze de Maio, em São Paulo. Aqui, a gente conta também porque vale o rolê nela.

revistas de viagem: Flaneur Magazine
Revistas de viagens para inspirar: Flaneur

Suitecase Magazine

Viagens nos conectam com outras pessoas e suas culturas, porém os efeitos negativos do overtourism são cada vez mais evidentes e nos fazem refletir sobre como queremos viajar de uma maneira mais responsável. A Suitcase Magazine traz historias que nos inspiram em conhecer novos lugares de uma maneira mais consciente.

A revista impressa é trimestral e se foca em um tema central, como design, viagem de aventuras, slow living, ilhas e por aí vai. O volume 7 é dedicado à Copa do Mundo no Brasil e por isso explora destinos nacionais e de nossos vizinhos. O site é sempre atualizado para quem quer continuar viajando, mesmo que seja somente online.

revistas de viagem: suitcase magazine
Revistas de viagem para inspirar: Suitcase Magazine (foto: divulgação)

Links

Ìrìn Journal
Desired Landscapes
Fare Magazine
Flaneur Magazine
Suitcase Magazine

Veja também:
Livros de viagem para inspirar o/a viajante que você ama
Filmes para conhecer lugares inóspitos durante a quarentena

*Imagem de destaque – Charisse Kenion on Unsplash

Quem escreveu

Sarah Galvao

Data

23 de September, 2020

Share

Sarah Galvao

A Sarah morou em 5 cidades diferentes nos últimos 9 anos, seja a trabalho ou no sabático que tirou em Barcelona. Na hora de planejar uma viagem, gasta 70% do tempo pensando onde vai comer, porém tenta queimar as calorias conhecendo as cidades de bike . Já teve que renovar passaporte por falta de espaço para novos carimbos mas ainda tem a África e Oceania como pendências.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.