De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Hacktown, a versão mineira do SXSW, anuncia sua edição 2019

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

17 de April, 2019

Share

Em 2018 eu resolvi ir conhecer o Hacktown, festival de inovação que acontece em Santa Rita do Sapucaí, em Minas Gerais. Eu tenho um pé atrás com qualquer evento que se auto-compara com o SXSW, mas chegando lá eu confirmei: o Hacktown parece de fato uma mini versão do maior festival de inovação do mundo. Ele toma conta da área central da cidade, se espalha por diversos lugares, alguns bem inusitados e abriga uma programação bem diversa.

Voltei bem satisfeita e admirada com o que vi e vivi nos dias em que fiquei por lá. O FOMO (medo de perder alguma coisa) esteve presente, assim como ele é constante durante o festival texano. São muitas palestras simultâneas, mas muitas mesmo, com uma curadoria super apurada dentro de uma grade de programação bem interessante. Além das palestras, rolam muitos shows, a maioria de rock. Já está confirmada a volta do Sofar Sounds para 2019. :)

Banda Wasadog que eu descobri durante o Hacktown e me apaixonei. Foto: Lalai Persson
Banda Wasadog que eu descobri durante o Hacktown e me apaixonei. Foto: Lalai Persson

Assuntos como inteligência artificial, realidade virtual, blockchain, mercado da música, audiovisual, futurismo dos mais diversos assuntos, biomimética, designer, saúde, e por aí vai. Se no ano passado o festival abrigou cerca de 300 atividades, esse ano o Hacktown anuncia mais de 600 atividades confirmadas acontecendo simultaneamente por 4 dias de evento, entre 5 e 8 de setembro.

A entrada de Santa Rita do Sapucaí. Foto: Lalai Persson
A entrada de Santa Rita do Sapucaí. Foto: Lalai Persson

Mas por quê Santa Rita do Sapucaí? A cidade é conectada à tecnologia desde a década de 1960, quando criaram a ETE, o Inatel e a FAI, transformando esse município mineiro num polo de inovação. Atualmente a cidade abriga mais de 160 empresas de tecnologia o que rendeu a ela o apelido de “Vale da Eletrônica”.

A programação ainda não foi divulgada, mas as datas já estão confirmadas para quem se animar a programar passar o feriado se inspirando, assistindo show, aumentando o networking e, claro, tomando bons drinks ou as ótimas cervejas artesanais da região.

Quanto custa participar do Hack Town 2019?

O ingresso que dá direito a todas as atividades oficiais sai por R$250,00 no lote 1 (meia ou inteira com doação de livro), em vigor. As entradas podem ser adquiridas pelo cartão de crédito, à vista ou parcelado em até 12x (com juros).

Onde se hospedar?

A essas alturas todos os hotéis da cidade estão tomados (isso mesmo!). Porém no grupo do Facebook rolam várias ofertas para se hospedar em casas de locais. No ano passado muitos moradores alugaram quartos em torno de 80 a 100 reais por pessoa/dia. Outra opção é se hospedar em Pouso Alegre, que fica a 33km de Santa Rita do Sapucaí e a meia-hora de carro, mas nessa opção só vale mesmo a pena se estiver com carro, porque táxi ou Uber não foram práticos de encontrar no ano passado. A desvantagem é que à noite rolam festinhas e aí beber e dirigir não combinam. Eu tive que me segurar no ano passado pra dar conta do rolê de volta.

Como chegar?

Santa Rita tem uma localização bem fácil. Fica a cerca de 220 km de São Paulo, 400 km do Rio de Janeiro e 430 km de Belo Horizonte. Dá pra ir de carro ou de ônibus se estiver nessas regiões. No caso de distâncias maiores, vale pegar um voo até a capital paulista.

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

17 de April, 2019

Share

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

Comentários

  • Participei da edição 2018 e fiquei ABSOLUTAMENTE apaixonado pelo evento! Falei sobre Aprendizagem Ativa e Blockchain nas salas e depois para minha surpresa a conversa com a platéia continuava espontaneamente nas ruas, padarias e festas, com se fossemos um grupo de amigos antigos. Foi 24x7 de pura troca de idéias. Aprendi muita coisa, fiz muitas amizades, e desenvolvi muitos negócios. Este ano certamente arrasto meus filhos!
    - Manoel Belem

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.