De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Berlim em 2016

Quem escreveu

Domingos Lepores

Data

15 de January, 2016

Share

Verão no hemisfério sul, inverno no hemisfério norte. Enquanto o frio e a neve ainda vão deixar a paisagem de Berlim cinza e fazer os não-iniciados se recolherem para aproveitar o que o inverno também tem de bom, só resta ficar salivando à espera dos dias quentes, da volta dos gramados verdes dos parques e – claro – do sol!

Milhares de pessoas do mundo todo vêm a Berlim para curtir o verão, mesmo sabendo que, como dizem os locais, o verão sempre chega muito tarde, dura muito pouco e vai embora muito cedo. Então, é preciso aproveitá-lo intensamente.

As atividades ao ar livre são a grande pedida e incluem se refrescar nos lagos espalhados pela cidade e também pelas piscinas, como o Badeschiff e a novíssima Haubentaucher, no bairro de Friedrichshain.

Badeschiff
Badeschiff

É a época perfeita também para passar o tempo em um dos muitos Biergartens da cidade (Prater Garten, o mais antigo, Café am neuen See, o mais romântico, e Clärchens Ballhaus, o mais kitsch, são meus preferidos) ou se refrescar tomando um sorvete, como o de cumaru, especialidade da sorveteria Hokey Pokey, em Prenzlauerberg.

Café am neuer See
Café am neuer See

E nada melhor do que começar a se preparar para o verde trazido pela primavera desde já, em pleno inverno. Por isso, aqui vai um calendário com o melhor que Berlim oferece durante 2016:

Janeiro:

Além da Fashion Week, a cidade recebe o Japan Festival, com espetáculos de música, dança e teatro, lutas marciais e muito mangá.

show: Ellie Goulding

Fevereiro:

É o mês dos grandes festivais de inverno, liderados pela Berlinale e seus mais de 400 filmes em exibição entre os dias 11 e 21, em inúmeras salas de cinema espalhadas pela cidade. O CTM Festival é obrigatório para os amantes de música eletrônica e de artes visuais e o Transmediale explora as relações entre música, cultura e tecnologia.

O primeiro final de semana do mês ainda traz o Berlin Graphic Days, festival com exposições, workshops, live painting e muita música.

show: Tame Impala

Março:

O grande destaque do mês é o FestTage ou Festival Days, festival de ópera criado pelo maestro Daniel Barenboim.

Em março, também acontece a maior feira de negócios ligados ao turismo, a International Tourism Trade Show Berlin. Oportunidade única para viajar por todos os cantos do mundo sem sair do lugar.

show: Scorpions

Abril:

Com a chegada da primavera, a prática de esportes ao ar livre se intensifica e a cidade organiza sua meia maratona . As inscrições já estão encerradas, mas vale tentar uma vaga com operadoras de turismo especializadas em viagens de corredores ou por meio de entidades beneficentes.

Para os amantes de bicicletas, no final de semana dos dias 16 e 17, acontece a feira VeloBerlin, trazendo as últimas tendências sobre a mobilidade em duas rodas.

No dia 16, acontece o Record Store Day, criado para promover lojas de disco independentes, e, do 20 até o final do mês, o Gallery Weekend Berlin, um dos maiores eventos de arte contemporânea da Alemanha, do qual participam mais de 50 galerias de arte.

show: Janet Jackson

Maio:

Durante quatro dias – 13 e 16 de maio – o Carnival of Cultures celebra a diversidade cultural na capital alemã e termina com um desfile no domingo de Pentecostes, atravessando todo o bairro de Kreuzberg.

Carnaval das Culturas
Carnaval das Culturas

Em local ainda a ser confirmado, está prevista para os dias 13 e 14 de maio a Berlin Summer Rave, trazendo de volta o espírito dos anos 1990.

show: Adele

Junho:

É um dos meses mais agitados do ano, começando pela feira de aviação International Air Show Berlin, aberta ao grande público.

O começo do mês também conta com o DMY – International Design Festival, festival anual em que designers consagrados e principiantes apresentam novos produtos, protótipos e ideias.

Ainda no campo da arte, acontecem o Open Air Gallery, embaixo da ponte Oberbaumbrücke, que liga os bairros de Friedrischshain e Kreuzberg, onde centenas de artistas vão seu expor seus trabalhos em fotografia, pintura e escultura, e a Berlin Biennale, que ficará em cartaz até 18 de setembro, mostrando o melhor da arte contemporânea em diversos lugares da cidade.

Open-Air-Gallery-auf-der-Oberbaumbruecke

Nos últimos dias da primavera, será realizado o Velothon, segunda maior “corrida” de bicicletas da Europa e inspirada nas maratonas, com três percursos diferentes.

Para abrir oficialmente o verão, no dia 21, data do solstício de verão, acontece a Fête de la Musique, inspirada no mesmo evento criado em Paris nos anos 1980, e que conta com artistas fazendo música por toda a cidade. E de graça!

show: Muse

Julho:

Que tal aproveitar uma longa estada na cidade para fazer um curso de verão? A Technische Universität de Berlin oferece cursos de duas a seis semanas, sobre artes visuais e tecido urbano, o poder das redes sociais ou sobre a identidade de gênero e a crítica feminista.

No dia 16, o jardim botânico, localizado no belo bairro de Dahlem, promove sua Botanical Night anual, com iluminação e atrações especiais.

Botanical Night
Botanical Night

E no dia 23, acontece o CSD (Christopher Street Day), que é a parada gay de Berlin. No mesmo dia, acontece também uma parada no bairro de Kreuzberg, na Oranienstrasse, com menos gente e música menos comercial.

show: Neil Young

Agosto:

No auge do verão, a programação é intensa. Logo no primeiro final de semana, acontece o International Berlin Beer Festival, na monumental Karl-Marx-Allee. Cerca de 2.400 tipos diferentes de cerveja serão trazidas por 340 cervejarias de 87 países do mundo!

Tanz im August é um dos mais importantes festivais de dança da Europa, ao lado do de Montpellier e do de Viena. As datas ainda serão anunciadas.

O festival de música Pop-Kultur toma conta de todo o complexo do mítico clube Berghain, com muita música, mas também workshops, discussões, leituras e performances.

Na última sexta-feira do mês, acontece a Lang Nacht der Museen, a longa noite dos museus, com mais de cem museus e centros culturais de portas abertas durante a madrugada adentro, oferecendo exposições permanentes, perfomances e concertos.

Bode Museum
Bode Museum

E para os góticos, que já não aguentam mais sol e calor, agosto ainda reserva o festival Atonal, dedicado à música industrial, no qual já se apresentaram nomes como Faust e Einstürzende Neubauten.

show: Rihanna

Setembro:

O mês encerra o verão abrindo a temporada de concertos de música clássica, com o Musikfest Berlin, apresentando diversas orquestras do mundo todo em várias salas da cidade.

Durante quase uma semana, entre os dias 13 e 18, acontece a Berlin Art Week, com eventos e exposições de arte contemporânea espalhados por inúmeras galerias.

No último domingo do mês, é a vez da 43ª Maratona de Berlim, uma das mais concorridas do mundo, atraindo nada menos do que 40.000 competidores.

Lollapalooza no Tempelhof Feld, que ocupa a área do aeroporto desativado
Lollapalooza no Tempelhof Feld, que ocupa a área do aeroporto desativado

Setembro ainda é o mês do Lollapalooza, com programação ainda a ser divulgada, e do Folsom Europe, festival dedicado aos mais variados fetiches gays.

show: Justin Bieber

Outubro:

Trazendo o outono, outubro é o mês europeu da fotografia, em que mais de 120 museus e galerias dedicam seus espaços a mostras de fotografia, neste que é o maior evento do gênero na Alemanha.

O Festival of Lights usa de luzes e vídeo-projeções para iluminar uma série de monumentos e prédios históricos da cidade, como o Portão de Brandenburgo e a Catedral de Berlim. As datas ainda vão ser divulgadas.

show: The Cure

Novembro:

Logo no primeiro final de semana do mês, acontece o Jazzfest Berlin, festival que há 50 anos apresenta os mais variados estilos de jazz.

O teatro Volksbühne
O teatro Volksbühne

Entre os dias 15 e 20, a cidade recebe o International Short Film Festival, dedicado aos filmes de curta-metragem, que serão apresentados no histórico teatro Volksbühne, dentre outras salas de projeção.

show: Wilco

Dezembro:

Não dá para pensar em dezembro e deixar de lado os mercados de Natal, época ideal para começar a enfrentar os dias frios, aquecendo o corpo tomando litros de vinho quente e esperando pela volta do verão no ano seguinte!

Quem escreveu

Domingos Lepores

Data

15 de January, 2016

Share

Domingos Lepores

No seu aniversário de sete anos, ganhou um globo terrestre e pouco depois já sabia (quase) de cor o nome das capitais dos países do mundo. Ainda não conheceu a Ásia e a Oceania, mas mudou há cinco anos para Paris e mora há dois em Berlim. É péssimo em senso de orientação. Sempre acaba se perdendo nas ruas transversais e achando aquele café ou loja que você vai ver indicado na edição de um guia de viagem só no ano seguinte.

Ver todos os posts

Comentários

  • Incrível como alemães já têm programação inteira do ano bem definida. A cidade é um espetáculo em qualquer estação.
    - Henrique oAcervo.com

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.