Berlim 24 horas

O dia-a-dia de quem mora em Berlim com dicas culturais, gastronômicas e de passeios para todos os gostos e bolsos.

Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2022 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

SXSW Music: Austin Powers and the UK Cool Kids

Quem escreveu

Carlos Borges

Data

08 de March, 2022

Share

E não é que vai ter SXSW Music de novo? \o/ Selecionamos bandas de puck e rock imperdíveis que tocam na edição de 2022.

Dois anos, muito longos, sentindo saudade do festival mais legal do mundo. Após este hiato causado por todo-mudo-sabe-o-porquê, voltamos a programação normal de palestras, filmes e shows incríveis ao vivo.

Para manter a tradição aqui no CoP, vamos falar das bandas desse ano! Em especial daquelas que tem guitarras poderosas e que provam que o rock não só não morreu, como consegue se renovar lindamente, sempre.

A curadoria do SXSW Music é – até que me provem o contrário – uma das melhores do mundo para isso. Enquanto a maioria dos festivais se ancora nos grandes nomes para atrair público, o festival traz à tona nomes muitas vezes desconhecidos do mainstream musical. Em Austin, quem conhecer 20 bandas ou artistas (dos mais de 1000 que tocam durante o evento) tem o meu respeito. Pensando neles, montamos essa playlist pra saborear enquanto o festival não chega.

Para ajudar ainda mais nessa viagem ao desconhecido, separei algumas bandas que vale incluir no playlist antes de vê-las nos palcos. Esse ano queria fazer uma singela homenagem a cidade – que tem bandas incríveis e já consagradas como Spoon, White Denim e Okkervil River. Assim, vou falar de três bandas locais que tocarão esse ano e três bandas novas inglesas.

A Giant Dog (Austin/ TX)

A Giant Dog - foto de Lance Conzett
Lance Conzett para o nashvillescene.com

Um patrimônio de Austin e do próprio SXSW Music. Eles tocaram em praticamente todas as edições que eu fui e não me canso de vê-los. Com quatro álbuns e na estrada desde 2008, a banda ainda tem a energia de quem está na primeira tour. A vocalista Sabrina Ellis é uma força da natureza com uma energia e uma presença de palco que por si só já fazem o show valer a pena. Aliado a isso, um repertório poderoso que deve ficar ainda melhor esse ano. Recentemente eles regravaram o Neon Bible do Arcade Fire e tem versões incríveis que estou ansiosa pra ver ao vivo.

Ringo Deathstarr (Austin/ TX)

Ringo Deathstarr divulgação
Ringo Deathstarr divulgação.

Se você curte o estilo shoegaze do Jesus and Mary Chain, Ride e My Blood Valentine vai se sentir em casa no show do Ringo Deathstarr. Banda veterana de Austin, o power trio traz ao vivo o melhor dos seus 5 álbuns. Com sons densos compostos pela guitarra forte do Alex Gehring e pela voz da Elliot Frazier, Ringo Deathstarr é uma excelente pedida para quem curte um show mais contemplativo.

Being Dead (Austin/ TX)

Banda Being Dead - Foto de Richie Loria
Richie Loria

O caçula da turma e o mais inusitado. Formado em 2016 pelo casal de multi-instrumentistas Juli Keller e Cody Dosier o show deles é pura diversão, ainda mais se for em lugares pequenos onde os amigos sempre estão presentes na plateia. Compensam o repertório mais curto com muito carisma e uma performance irreverente onde eles vão trocando papéis entre guitarra, bateria e teclados numa experimentação lo-fi onde nenhum show é igual ao outro.

Working Mens Club (Yorkshire/ UK)

Working Mens Club - foto de James Clare
Foto de James Clare.

Com menos de dois anos de vida o Working Men’s Club acertou em cheio no seu álbum de estreia – Working Men’s Club – ao trazer uma mistura synthpop com post punk de uma forma que não se via desde LCD Soundsystem. Com um segundo álbum já finalizado, devem trazer algumas músicas novas para Austin, mas nem precisava já que só o seu debut álbum já tem material mais do que suficiente para um excelente show.

Yard Act (Leeds/ UK)

‘Unexpected musical feints’: Yard Act, com James Smith ao centro
‘Unexpected musical feints’: Yard Act, com James Smith ao centro.

Depois de alguns singles de sucesso, o Yard Act lançou o seu primeiro álbum em janeiro de 2022 e já ganhou o “one to watch” na BBC Sound 2022 além do “Best New Artist de 2021” pela Paste, isso só com os singles. Com uma mistura de post punk, no wave e indie rock inglês, suas apresentações devem ser tão disputadas quanto foram as do Fontaines DC em 2019.

Wet Leg (Isle of Wight/ UK)

‘Oh-so catchy’: Hester Chambers e Rhian Teasdale da Wet Leg no Omeara. Fotografia: Andy Hall/The Observer
‘Oh-so catchy’: Hester Chambers e Rhian Teasdale da Wet Leg no Omeara. Fotografia: Andy Hall/The Observer.

Se você se espantou com o hype do Yard Act, o Wet Leg ganha. O duo formado pela Rhian Teasdale e Hester Chambers tem apenas 4 singles que atraíram a atenção da mídia especializada pela qualidade. Wet Dream é um hit perfeito que te pega logo de cara trazendo um rock dançante de primeira e aumentando a expectativa para o álbum de estreia. Com data de lançamento prevista para abril de 2022, quem for vê-las ao vivo certamente poderá ver grande parte do que será um dos debuts mais aguardados do ano.

Pra quem quiser escutar mais algumas bandas novas que tocarão lá no SXSW Music esse ano a gente preparou essa playlist maravilhosa

E uma dica bônus se você ainda não se sente confortável em aglomerações em lugares pequenos e fechados. Das centenas de lugares de show espalhados pela cidade, alguns são abertos e mais espaçosos. Como as bandas tocam várias vezes durante o festival, é muito provável que você consiga essa lista acima em algum desses lugares. Corre atrás da programação do Hotel Vegas, Cheer up Charlies, Mohawk, Bangers, Container Bar e Stubs.

*Foto destaque: Giant Dog / divulgação

Quem escreveu

Carlos Borges

Data

08 de March, 2022

Share

Carlos Borges

Carlos Borges pra nós e pro mundo é o Carlão, um apaixonado por músicas que façam ele tocar sua air guitar no último volume. Planner em tempo integral e latergram convicto, é do tipo que faz roteiro de tudo nas suas viagens, adora fotografar lugares abandonados e prefere curtir os momentos do que posta-los.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.