De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

O artista Olafur Eliasson abre restaurante pop-up na Islândia

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

13 de August, 2018

Share

Tudo que o Olafur Eliasson cria faz meus olhos brilharem. Mas eu não sabia dos seus projetos relacionados à gastronomia. O estúdio Olafur Eliasson em Berlim tem o The Kitchen há 13 anos, que oferece almoço vegetariano preparado apenas com alimentos orgânicos, quatro dias por semana, aos seus 100 colaboradores (além de convidados). O The Kitchen ganhou até um livro, pela Editora Phaidon, com mais de 100 receitas vegetarianas servidas no restaurante.

Almoço no Studio Olafur Eliasson (2017). Foto: María del Pilar García Ayensa
Almoço no Studio Olafur Eliasson (2017). Foto: María del Pilar García Ayensa

E, desde 11 de agosto, o The Kitchen se mudou para Reykjavik, na Islândia, e fica aberto ao público em geral até outubro. A empreitada de Olafur Eliasson é feita em parceria com sua irmã, a chef Victoria Eliasdóttir. Agora você não precisa mais ser colaborador ou amigo do Olafur para conseguir um lugar na sua mesa. O SOE Kitchen 101 vai um pouco além da cozinha do The Kitchen, oferecendo um menu baseado em pescados combinado com as receitas originais do estúdio em Berlim. Para manter o espírito berlinense, o restaurante conta com uma longa mesa comunitária para promover a conversa entre os frequentadores.

Olafur Eliasson, Victoria Eliasdóttir and Leifur Kolbeinsson, 2018 Studio Olafur Eliasson
Olafur Eliasson, Victoria Eliasdóttir e Leifur Kolbeinsson, 2018. Foto: Studio Olafur Eliasson

Além da comida, o SOE Kitchen 101 também conta com obras do próprio Olafur, novas e antigas, que incorporam materiais colhidos na Islândia. O restaurante tem ainda uma agenda de eventos com música, palestras, workshops, atividades familiares e arte. Ficou com vontade de conhecer? Eu fiquei e bastante.

Marshall House, Reykjavik, Islândia. Foto: Einar Geir
Marshall House, Reykjavik, Islândia. Foto: Einar Geir

O restaurante foi instalado na The Marshall House, uma antiga fábrica de alimentos construída em 1948. Em 2017 o prédio foi restaurado e hoje é um centro cultural e casa da Gallery Kling & Bang, do Living Art Museum e do Studio Ólafur Eliasson, na Islândia. No térreo fica o The Marshall Restaurant + Bar, que hospedará o SOE Kitchen até 28 de outubro de 2018. Caso a Islândia esteja nos seus planos nesses próximos meses, não deixe de reservar uma mesa antes de ir, pois acredito valer bastante a pena. Há dois tipos de menus degustação por cerca de 65 euros, além de pratos à la carte (mais em conta) e menu especial para o brunch.

*Foto destaque: cortesia Maria del Pilar Garcia Ayensa / Studio Olafur Eliasson

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

13 de August, 2018

Share

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.