De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

Shows imperdíveis em São Paulo em Fevereiro

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

30 de January, 2017

Share

Aposto que você deve estar achando que fevereiro só vai ter samba e marchinha. Pois não poderia estar mais errado: por incrível que pareça, o que não falta esse mês é variedade. Tem festival de música eletrônica, homenagem a lenda do reggae, mulheres incríveis e muito mais. Não quer perder os melhores shows na cidade em fevereiro? Então, cola nessa lista:

Festival SÊLA

Festival Sêla
Festival Sêla

O selo SÊLA surgiu para reunir cantoras, compositoras, produtoras e instrumentistas para criar, produzir e divulgar seu próprio trabalho. Dele, vem essa primeira edição do festival, que contará com nomes conhecidos fechando cada um dos 3 dias de evento: Tiê, As Bahias e a Cozinha Mineira e Tássia Reis. A abertura fica por conta de cantoras de todo o Brasil representadas pelo selo.
Festival SÊLA
Dia 3 a 5 de fevereiro, a partir das 19h
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso
Ingressos a de R$ 15 a inteira (Compre aqui)

Ney Matogrosso

ney_matogrosso
Um dos cantores mais importantes da música brasileira, Ney Matogrosso vem ao Espaço das Américas para a turnê Atento Aos Sinais. Ela leva o nome do seu disco de 2013, que teve parcerias com Arnaldo Antunes, Lenine e Criolo, além de interpretações de composições de outros artistas.
Ney Matogrosso
Dia 3 e 4 de fevereiro, a partir das 20:30h
Espaço das Américas – Rua Tagipuru, 795 – Barra Funda
Ingressos a partir de R$ 160 a inteira (Compre aqui)

Dekmantel

Dekmantel
Dekmantel

O conhecido festival holandês Dekmantel faz sua primeira edição fora de casa em parceria com o Gop Tun, trazendo artistas conhecidos da cena eletrônica fora e dentro do Brasil. São mais de 50 apresentações que se dividem em dois eventos: o Dekmantel by Day, no Jockey Club, e a programação adicional noturna, o Dekmantel by Night, na Fabriketa no Brás.
Dekmantel
Dia 4 e 5 de fevereiro, a partir das 13h
Durante o dia no Jockey Club de São Paulo – Rua Doutor José Augusto Queiroz, s/n, Portão 1 – Cidade Jardim / A noite na Fabriketa – Rua do Bucolismo, 81 – Brás
Ingressos a partir de R$ 90 (Compre aqui)

Peter Tosh Celebration

Peter Tosh Celebration
Peter Tosh Celebration

Um dos grandes nomes do reggae jamaicano, e ex parceiro de Bob Marley no The Wailers, Peter Tosh, recebe um show homenagem esse mês com presença do filho do cara, Andrew Tosh. Quem acompanha o rapaz é uma das maiores bandas do gênero, a Word Sound & Power, que inclusive acompanhou Peter após sua saída do Wailers.
Andrew Tosh apresenta Peter Tosh Celebration
Dia 9 de fevereiro, às 20h
Cine Joia – Praça Carlos Gomes, 82 – Liberdade
Ingressos a R$ 120 a inteira (Compre aqui)

Yasiin Bey (Mos Def)

Yasiin Bey (Mos Def)
Yasiin Bey (Mos Def)

Rolou uma tristeza geral quando o show do Yasiin Bey foi adiado em dezembro, mas agora chegou a hora. Boatos dizem que pode ser o último show do cara, que anda falando em encerrar a carreira. Os ingressos para a nossa infelicidade já estão esgotados, mas vale ficar de olho na página do evento, porque sempre aparece algum.
Yasiin Bey
Dia 10 de fevereiro, às 23:30h
Cine Joia – Praça Carlos Gomes, 82 – Liberdade
Ingressos esgotados

Verônica Decide Morrer

Verônica Decide Morrer
Verônica Decide Morrer

Formada em 2010 em Fortaleza, a banda Verônica Decide Morrer volta a São Paulo esse mês e já cai no palco do Sesc Belenzinho para um show com participação especial da MC Xuxú. Se ainda não conhece a banda, ela é inspirada pelo pós punk e new wave e dá para ouvir aqui.
Verônica Decide Morrer
Dia 11 de fevereiro, a partir das 21h
Sesc Belenzinho – Rua Padre Adelino, 1000 – Belém
Os ingressos começam a ser vendidos online no dia 31 de janeiro e nas unidades no dia 01 de fevereiro. Custa R$ 20 a inteira (Para comprar online dia 31, clique aqui)

E a Terra nunca me pareceu tão distante

E a Terra nunca me pareceu tão distante
E a Terra nunca me pareceu tão distante

A banda E a Terra nunca me pareceu tão distante anda ganhando destaque no cenário independente com sua mistura de jazz, rock alternativo e punk. O show vai ser baseado no disco Medo de Morrer | Medo de Tentar. Quem toca também é a Two Wolves, banda de pop rock alternativo de Goiânia.
E a Terra nunca me pareceu tão distante
Dia 16 de fevereiro, a partir das 21h
Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93 – Pompeia
Os ingressos começam a ser vendidos online no dia 7 e nas unidades no dia 8 de fevereiro. Custa R$ 20 a inteira (Para comprar online dia 31, clique aqui)

Elza Soares

Elza Soares
Elza Soares

Eleita a melhor cantora do milênio pela BBC de Londres, Elza Soares lançou em 2015 o disco A Mulher do Fim do Mundo, o primeiro da sua carreira apenas com canções inéditas. Logo que foi lançado, o disco foi aclamado pela crítica nacional e internacional, ganhando vários prêmios.
Elza Soares – A Mulher do Fim do Mundo
Dia 16 a 19 de fevereiro, a partir das 20h
Sesc Belenzinho – Rua Padre Adelino, 1000 – Belém
Os ingressos começam a ser vendidos online no dia 7 e nas unidades no dia 8 de fevereiro. Custa R$ 60 a inteira (Para comprar online dia 7, clique aqui)

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

30 de January, 2017

Share

Dani Valentin

A Dani gasta todo o seu dinheiro com viagens. Um de seus maiores orgulhos é dizer que já pisou em cinco continentes. É do tipo sem frescura, que prefere localização a luxo e não se importa de compartilhar o banheiro de vez em quando. Adora aprender palavras no idioma do país que vai visitar e não tem vergonha de bancar a turista.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.