De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos em São Paulo para driblar a crise.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

Festival Sonora chega à segunda edição com as mulheres no comando

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

14 de September, 2017

Share

São Paulo tem ganhado festivais produzidos, promovidos e com programação 100% feminina, e nós vibramos por isso. Caso alguém ache isso “sexismo” de alguma forma, [email protected] a escolher dez festivais de música e analisar o line-up. Verá que a mulherada ainda é pouco presente na maioria deles.

O Festival Sonora é um que nasceu para colocar a mulher como protagonista. Nele há apenas mulheres à frente de todas as etapas da produção. E não é só por aqui. O Sonora nasceu na Internet em 2016 (um ano apenas!) e, em 2017, ocupa 69 cidades espalhadas pelo mundo, em países como EUA, Zimbábue, Gana, Suíça, Chile, Egito, Colômbia e Turquia.

Para viabilizar a segunda edição, o Festival Sonora criou uma campanha de crowdfunding no Partio, onde conseguiu captar quase 20% além da meta estabelecida, o que denota o valor que um festival com esse teor como esse tem. A próxima edição acontece entre os dias 29 de setembro e 2 de outubro, no Centro Cultural São Paulo, Jazz dos Fundos e Red Bull Station. A programação, parte gratuita e parte paga, conta com shows, palestras, oficinas e debates com o intuito de formar mais mulheres para o mercado da música.

O time lindo por trás do Festival Sonora São Paulo. Foto: divulgação FB
O time lindo por trás do Festival Sonora São Paulo. Foto: divulgação FB

Organizamos a extensa programação por dia e horário para facilitar para vocês.

Programação

29 de setembro – sexta-feira

Red Bull Station
Red Bull Station

Red Bull Station
Abertura com bate-papo mediado pela jornalista Roberta Martinelli, com as participações das artistas Papisa e Ana Larousse. Em seguida, o som fica nas mãos da DJ e produtora Bad Sista, às 20h. Gratuito.

30 de setembro – sábado 

Red Bull Station
Workshop Minas em estúdio às 11h. Vai rolar uma discussão sobre os fundamentos de captação de áudio e microfonação. Quem comanda é Alejandra Luciani, assistente de engenharia de som no Red Bull Studio São Paulo. Gratuito, mas inscrições encerradas.
Oficina: Técnica de som com Lilla Stipp às 12h @ Red Bull Station. Gratuito com inscrição prévia.

Centro Cultural São Paulo
Oficina: Amplicando sua música através das redes sociais com Ana Beatriz Resende às 14h. Gratuito com inscrição prévia.
ShowcaseAline MachadoYasmin OlíMarujosIssa PazAs DespejadasSixKicks, às 14h. Gratuito.
Debate: Mercado da música para instrumentista. Mediado por Roberta Youssef com Anna TréaLarissa Conforto e Patricia Ribeiro às 14h. Gratuito.
Debate: Tiê entrevista As Bahias e a Cozinha Mineira sobre gestão de carreira, às 15h10. Gratuito.
Oficina: Produção – da ideia à realização com Katia Abreu às 16h. Gratuito com inscrição prévia.
Debate: Composição – mediado por Ana Larousse com Mc Tha, Cris BotarelliMakiko eBárbara Eugênia trazendo seus diferentes backgrounds do mundo das músicas criadas por mulheres, dividindo anseios e pontos de vista, às 16h. Gratuito
Debate: Música além do gênero / gênero além do tempo. Esse debate trará o recorte de como a questão era tratada décadas atrás e como ela é hoje. Discutido por Gui Salles, Karina BuhrMarcelle BarretoTriz e Divina Raio-Laser. A mediação fica nas mãos de Aretha Sadick, às 16h15. Gratuito. 
Show: Alzira + Alice Ruiz às 17h30. Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia);
Show: Karina Buhr às 19h. Ingressos: R$ 25 (inteira) e R$ 12,50 (meia);

1 de outubro – domingo

Centro Cultura São Paulo
Oficina: Girls Rock Camp – guitarra para meninas com Flavia Biggs às 14h. Gratuito com inscrição prévia.
Oficina: Composição – a lírica do rap para mulheres com Lurdez da Luz às 14h. Gratuito com inscrição prévia.
Debate: Onde estão as produtoras musicais com BadSistaGabi Lima e Jesus Sanchez, mediado Claudia Assef, às 14h. Gratuito.
Oficina: Construção da imagem – da letra ao look com Isadora Gallas, às 16h. Gratuito com inscrição prévia.
ShowcaseTrouble and The New BraziliansBruna Prado cantoraResostenido,MalaguetasAs LavadeirasAghata Saan às 14h. Gratuito.
Debate: Mulheres na técnica mediado pela técnica de som Florencia Saravia, debatido por Olivia MunhozElis Menezes e Fernando Sanches. Às 15h. Gratuito.
Show Soledad + Marcelle às 17h. Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Show Badi Assad + Liniker e os Caramelows às 18h15. Ingressos: R$ 25 (inteira) e R$ 12,50 (meia)

Jazz dos Fundos
– Show com Blubell e Jam das Minas às 22h. Ingressos: R$ 25.

2 de outubro – segunda-feira

Estação Metrô São Bento
O encerramento do Sonora SP será segunda-feira com a Batalha Dominação e pocket shows de Tati Botelho e Omnira. Esse evento acontece todas segundas-feiras na estação São Bento do metrô, reunindo um público misto e funciona como uma batalha de rima de conhecimentos na qual apenas mulheres podem participar.

*Foto destaque: Bárbara Eugênia, uma das participantes da programação

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

14 de September, 2017

Share

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.