Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Experimente Bucareste: Mini-guia básico do centro antigo

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

30 de May, 2017

Share

Quando pensamos em viajar para a Europa, a Romênia nunca vem à nossa cabeça. Aliás, não pensamos no país nem quando nos limitamos a Europa Oriental. E, no final, sabemos muito pouco sobre o lugar. Sabemos da Transilvânia e do Drácula. Sabemos também que o país passou por uma longa ditadura que acabou no fim dos anos 80 de forma trágica. Mas, como a maioria dos países do leste europeu, a Romênia está passando por uma grande transformação.

Para mostrar isso – e para apresentar o país saindo de estereótipos – aconteceu agora em maio o Experience Bucharest, um evento gigante com mais de 80 blogueiros e instagrammers de todo o mundo. Nos cinco dias do evento, rolaram festas, palestras, tours e muita comilança. A gente aqui do CoP gostou tanto de Bucareste, que estamos arrependidos de não termos ficado mais. E o resultado desse amor todo vai vir em forma de 4 mini-guias, falando de diferentes facetas da cidade. Este é o primeiro deles: o básico do centro antigo.

Um pouco da história

Old Town Bucareste. Foto: Dani Valentin
Old Town Bucareste. Foto: Dani Valentin

O centro antigo de Bucareste, conhecido como Centru Vechi, é, segundo a lenda, o local onde a cidade nasceu. Foi lá que o pastor de ovelhas Bucur (daí o nome Bucareste) construiu uma igreja e a cidade expandiu a partir disso. O engraçado é que ninguém sabe ao certo onde a igreja ficava ou se ela existiu de fato. Hoje, o centro é basicamente formado por prédios construídos antes da Segunda Guerra Mundial – os últimos que sobraram por ali – e é cheia de bares, igrejas, restaurantes, lojas e hotéis. Apesar de muitos desses prédios estarem passando por um processo de restauração, muitos deles ainda estão em péssimo estado e apresentam alto risco de desmoronamento caso aconteça um terremoto na cidade (eles são marcados com um ponto vermelho).

A área foi negligenciada por anos. Após o fim da Segunda Guerra, os donos de muitos espaços dali foram presos por autoridades comunistas e os prédios foram deixados vazios para apodrecer. Eles passaram então a ser ocupados por ciganos, tanto legal quanto ilegalmente. No fim dos anos 90, restaurantes e baladas começaram a abrir na região, o que levou à gentrificação, tornando hoje uma das áreas mais legais da cidade. Se você for para Bucareste, é altamente recomendável ficar hospedado próximo ao centro.

O que ver

Livraria Carusel. Foto: Dani Valentin
Livraria Carusel. Foto: Dani Valentin

Um dos lugares mais instagramados de Bucareste – e com razão – é a lindíssima livraria Carusel. O casarão era a moradia de um dos homens mais ricos do país e, quando voltou para as mãos da família depois do período comunista, foi completamente restaurada. Além de livros, dá para comprar lembrancinhas da cidade, como canecas, louça e chás, além de ter um café delicioso no último andar.

Carturesti Carusel
Strada Lipscani 55
Segunda a quarta, das 10h às 22h; de quinta a domingo, das 10h às 00h

Vlad, o Empalador. Foto: Dani Valentin
Vlad, o Empalador. Foto: Dani Valentin

Claro que a figura mais conhecida da Romenia foi Vlad, o empalador, que inspirou o Drácula de Bram Stoker. Ele não é visto com esse horror por lá, e é tido até como herói responsável por manter o país unificado. Seu busto pode ser visto no Old Court, que foi a casa medieval de vários príncipes romenos. Da construção, sobraram apenas algumas paredes, e é um museu desde 1972. Ao lado, está a Old Court Church, a mais antiga da cidade.

Old Court
Strada Franceză

Igreja Stavropoleos. Foto: Dani Valentin
Igreja Stavropoleos. Foto: Dani Valentin

Das muitas igrejas na cidade antiga, a mais legal é a pequena Stavropoleos, construída em 1724. A igreja foi construída no estilo Brâncovenesc, que é uma mistura entre diversas arquiteturas, inclusive romana, otomana e bizantina. Ela é toda trabalhada, tanto na parte externa quanto interna, com lindos murais e foi completamente restaurada.

Igreja Stavropoleos
Strada Stavropoleos 4

Um dos prédios mais bonitos do centro é o antigo palácio da Câmara de Comércio. Quando foi aberto, no começo do século 19, a inauguração foi tão pomposa que até a família real compareceu ao evento. Já foi correio, QG do ministério da energia, biblioteca central e por último biblioteca nacional – até 2012. Não é o palácio todo que fica aberto para visitação, apenas uma parte na qual existe uma feirinha para comprar presentes ou objetos antigos.

Antigo Palácio da Câmara do Comércio
Strada Ion Ghica 4

Onde comer e beber

O Caru’ cu bere é um dos restaurantes mais clássicos de Bucareste. Está no mesmo local desde 1899 e costuma ficar bem cheio. Tem pratos típicos romenos, como o sarmalute, rolinhos de repolho recheados com carne, ou polenta com creme azedo. O lugar tem apresentações típicas de dança e tem cerveja própria.

Caru’ cu Bere
Strada Stavropoleos 5
Segunda a quinta e domingo, das 8h às 00h; Sexta e sábado, das das 8h às 2h

A Hanul lui Manuc é uma das pousadas mais antigas de Bucareste, construída em 1808. No seu quintal, onde paravam as carruagens antigamente, fica agora um popular restaurante. O lugar é delicioso e o ambiente é ótimo, a céu aberto. Se não for comer por ali, vale pelo menos parar por ali para uma limonada.

Hanul lui Manuc
Strada Franceză 62-64
Segunda a quinta e domingo, das 8h às 00h; Sexta e sábado, das das 8h às 2h

Nos arredores

A avenida Victoriei é uma das principais da cidade, e devido aos hoteis e lojas que existem nela, é comparada a Champs-Élysées em Paris. Por ali tem ótimos restaurantes, lojas incríveis como a Cos, e a Praça da Revolução (da qual falaremos mais no nosso próximo mini-guia).

Pasajul Victoriei. Foto: Dani Valentin
Pasajul Victoriei. Foto: Dani Valentin

A pequena passagem com guarda-chuvas é presença constante de quem vai para Bucareste. Se trata da Pasajul Victoriei, a apenas poucos metros do centro. Aliás, as passagens nas cidades são lindinhas e sempre uma boa surpresa.

O melhor restaurante que comemos na cidade é um bem típico chamado La Mama, apenas 15 minutos andando. Não deixe de pedir as pastinhas de entrada, a zacusca, de pimentão e berinjela e a fasole batuta, de feijão branco.

A avenida Unirii fez parte dos planos megalomaníacos do ditador Ceausescu. Ele demoliu grande parte do centro cívico para fazer a enorme avenida, que tem 3,5 quilômetros. No final dela, dá para ver o Palácio do Parlamento (que sairá também no próximo guia).

Veja os outros mini-guias:

Viajamos a Romênia para participar do Experience Bucharest, um projeto que visa promover o turismo na cidade. Usamos o seguro viagem da GTA – Global Travel Assistance (Facebook).

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

30 de May, 2017

Share

Dani Valentin

A Dani gasta todo o seu dinheiro com viagens. Um de seus maiores orgulhos é dizer que já pisou em cinco continentes. É do tipo sem frescura, que prefere localização a luxo e não se importa de compartilhar o banheiro de vez em quando. Adora aprender palavras no idioma do país que vai visitar e não tem vergonha de bancar a turista.

Ver todos os posts

Comentários

  • estivemos em setembro de 2016, estava calor e visitamos Brasov também!
    esse restaurante Caru’ cu Bere é ótimo: 5 etapas por um preço justo, alem da cerveja boa e barata!
    e as micro padarias vendendo pretzels a menos de 1 real! e cerveja nos mercados também a 1 real!
    só achei a cidade muito cinzenta, mas tem aquele parque onde se pode remar no lago por + – 3 reais por 1h!
    Bucareste é um lugar muito bacana!

    - Marcelo Barbosa

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.