De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

Eventos em São Paulo para celebrar o Dia Internacional da Mulher

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

08 de March, 2017

Share

Dia da mulher é todos os dias, mas ter um dia marcado no calendário não nos deixa esquecer da nossa batalha diária pelos nossos direitos, pela igualdade, pelo fim do machismo e por mais uma lista imensa que temos à nossa frente, a qual encaramos todo santo dia. Então vamos celebrar o nosso dia, vamos lembrar que sim, é incrível ser mulher. Fizemos uma lista com eventos para curtir a semana com as amigas e amigos e não deixar esquecer o quanto somos maravilhosas, afinal temos um dia só pra nós. E o mais legal, praticamente todos são gratuitos! Então não tem nem desculpa para não explorar esta agenda.

Semana de Arte HeForShe

Ava Rocha, uma das participantes do HeForShe Week
Ava Rocha, uma das participantes do HeForShe Week

Aos poucos o mundo a arte traz uma busca por maior representatividade para as mulheres em sua diversidade, porém ainda há um caminho bem longo para percorrer. Justamente para para fortalecer esta representação das mulheres nas artes e expandir a noção de identidade de gênero e raça, a ONU Mulheres se juntou ao MAM na Semana de Arte HeForShe. O evento rola durante sete dias, cada um focado em uma forma de expressão artística. A agenda conta com concertos, palestras, filmes, bate-papos, teatro, música, dança, poesia, exposições de artes e oficinas.
Semana de Artes: HeForShe
De 8 a 14 de março, horários diversos. Conferir agenda completa aqui.
MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo, Parque Ibirapuera
Gratuito – sujeito à lotação (não há inscrição)

8M – Paralisação Internacional das Mulheres

17022289_265359253902707_8784403156988454935_n
A chamada é para no dia 8 de março, nós, mulheres, nos reunirmos nos espaços públicos de nossas vilas, municípios e cidades para a Greve Internacional de Mulheres (GIM) em oposição à misoginia, xenofobia, lesbofobia, bifobia, transfobia e racismo crescentes internacionalmente. A ideia é essa: greve geral das mulheres, não só aqui, mas em mais de 50 países. No MASP vai rolar um encontro a partir das 15h. Quem estiver em outras localidades e quiser participar, vale conferir aqui os diversos movimentos que acontecerão na cidade.
8M – Paralisação Internacional das Mulheres
Quarta-feira, 8 de março, das 16 às 20h
MASP. Av. Paulista, 1.578

As Arteiras

Caixa Cultural Sé. Foto: Cecília Bastos
Caixa Cultural Sé. Foto: Cecília Bastos

Caixa Cultural criou uma série de oficinas para celebrar o Dia Internacional da Mulher ao longo do mês de março. “A presença feminina no Edifício da Sé” mostra as curiosidades e recortes sobre a presença feminina no Edifício da Sé, trazendo a história de mulheres importantes que tiveram destaque na Caixa Econômica Federal no início do século XX até os dias atuais; enquanto “Sampa Negra – Mulher(s) e Visualidade(s)” pretende construir uma reflexão sobre a representação, lutas, conquistas e visibilidade da mulher em São Paulo, finalizando com um tour fotográfico por alguns pontos da região central da cidade em busca dessas representações e das múltiplas identidades da mulher.
A presença feminina no Edifício da Sé
Dias 8, 9, 14, 15, 16, 28, 29 e 30.03, sempre às 14h30. Duração: 1h30
Público a partir de 7 anos. Capacidade: 30 participantes por dia
Sampa Negra – Mulher(s) e Visualidade(s)

Dia 12 de março, das 9h30 às 18h30, com intervalo entre 13 e 14h. Duração: 8 horas
Público: Educadores, professores, pesquisadores e interessados . Capacidade: 20 participantes
Caixa Cultural Sé. Praça da Sé, 111, Centro
Gratuito

Mulheres Guerreiras: Dia Internacional da Mulher


Mulheres Guerreiras vai discutir no MIS a atuação das mulheres na luta pela moradia. O evento exibe o making of do filme “Era o Hotel Cambridge“, de Eliane Caffé, que estreia no dia 16 de março e narra a trajetória de refugiados recém-chegados ao Brasil que, juntos com trabalhadores sem-teto, ocupam um velho edifício abandonado no centro de São Paulo. Depois rola um debate sobre a luta pelo direito à moradia sob a perspectiva destas mulheres, mães, estrangeiras e refugiadas, a partir de suas experiências pessoais.
Mulheres Guerreiras
Quarta-feira, 8 de março, das 22 às 22h
MIS – Museu da Imagem e do Som. Av. Europa, 158, Jardim Europa
Gratuito

Women’s Music Event Especial Dia da Mulher


O Women’s Music Event nasceu com o objetivo de fomentar a união e a colaboração entre mulheres que atuam no mercado da música, além de querer encorajar as aspirantes a entrar nesta indústria sem medo de ser feliz. Elas celebram nesta quarta-feira o Dia Internacional da Mulher mergulhando de cabeça no universo das musicistas. A noite começa com o documentário “The Godmother of Rock’n Roll” sobre a guitarrista Sister Rosetta, que inspirou o Elvis Presley e Chuck Berry, e segue adentro com um time de peso, incluindo a DJ Cinara Martins, uma das mais habilidosas do país, para discutir Técnica & Feeling na música. O evento vai ser um aperitivo para o Women’s Music Event 2017, que rola nos dias 17 e 18 de Março.
Women’s Music Event
Quarta-feira, 8 de março, das 19 às 21h
Centro Cultural São Paulo. Rua Vergueiro, 1000
Gratuito

Tinha que ser mulher

17022168_1239310736152687_4802356022666013295_n
Que tal um sábado regado a cerveja produzida por 4 mulheres, a Japas Cervejaria, mostrando que cerveja é coisa de mulher sim. Mas não é só ela, tem também a 2cabeças, Cervejaria Treze e a Cervejaria Dádiva. Além das cervejinhas artesanais, a tarde rola solta com exposição, intervenção artística, música (só com vocais femininos) e, claro, quitutes. Tudo num clima praia na Galeria 540.
Tinha que ser mulher
Sábado, 11 de março, das 14 às 22h
Galeria 540. Rua Mourato Coelho, 540, Vila Madalena
Gratuito

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

08 de March, 2017

Share

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.