De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos em São Paulo para driblar a crise.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

Um fim de semana para ver e viver dentro dos videoclipes

Quem escreveu

Renato Salles

Data

12 de August, 2016

Share

No finzinho de 2012, toda a (minha) geração entrou em polvorosa com uma exposição. Eu sou dessa geração que chamaram de MTV, porque nós ficávamos com o nariz grudado no UHF esperando o clipe das nossas bandas favoritas passar, com os dedos cravados no PLAY e no REC, em uma época que nem se sonhava com internet ou Youtube. E o frisson aconteceu com a primeira edição de m-v-f, ou Music Video Festival, que fez a nostalgia gritar com os clipes que marcaram a nossa infância e a adolescência. Tinha de Michael Jackson a Deee Lite, de Dire Straits e o inconfundível Money For Nothing à mistura de realidade com desenho do A-ha. Foi ótimo, mas e aí? Para onde poderia um evento que já apresentou tudo que a gente queria ver?
Corta para 2016, e o m-v-f chega a sua quarta edição, se consolidando como um grande festival que une música, imagem, diversão, cultura e atualidades. Condensado em 2 dias, nesse próximo fim-de-semana o evento traz muitos videoclips, instalações interativas e imersivas, debates e conversas com gente do ramo, VJ sets, pocket shows, cinema, e um disputado concurso para eleger os melhores clipes do ano, nacionais e internacionais. Tem programação para todos os gostos, mas como é bastante coisa, selecionamos as atrações que mais queremos conferir no MIS nesse sábado e domingo:

‘The Odyssey’ – Florence + the Machine: a imparável Florence Welch se juntou com o cineasta Vincent Haycock para criar uma experiência visual para seu último álbum “How Big How Blue How Beautiful”, com uma história contada através de coreografias. O projeto foi lançado todo em partes, seguindo a divulgação de cada single, e pela primeira vez ele vai ser apresentado na telona, todo de uma vez, no Brasil.
Clipes em Realidade Virtual: além da exibição de inúmeros clipes, como sempre, o m-v-f ainda vai se aproveitar da tecnologia para fazer o público experimentar viver dentro de alguns deles. Em uma parceria com a Samsung, 2 clipes vão poder ser vistos em realidade virtual – “Crown”, do Run The Jewels, e “The Hills”, do The Weeknd. E para coroar a experiência, o clipe “The Missing”, do Cassius, terá uma exibição interativa em vídeo que permite ao espectador manipular os 20 atores do elenco, resultando em um total de 100 combinações possíveis.
Você no clipe do Liniker: a banda Liniker e os Caramelows vai filmar seu novo clipe, “Prendedor de Varal”, durante o festival, com produção da Planalto. Para isso vai contar com a participação do público. Se você quer por a sua estrela para brilhar, essa é a tua chance. Em climão de karaokê, com fundo chroma key, quem quiser participar é só subir no palco e soltar a franga voz. Diversão garantida.

Shows: a área externa do MIS vai virar uma bela casa de shows a céu aberto, com as bandas mais bacanas soltando o som uma atrás da outra. Olha só quem vai passar por lá: O Terno, Noporn, Lia Paris, Silva, Liniker e os Caramelows, Strobo com participação de Marina Lima, Serge Erege, e muito mais.
Não paga nada: eu comentei já que é tudo grátis? Só tem que ficar ligado que senhas são distribuídas uma hora antes de cada evento, e deve lotar rápido.
Music Video Festival 2016
Sábado e domingo, 13 e 14.08, das 14h30 às 22h
MIS – Avenida Europa, 158 – Jardim Europa
Ingresso: grátis
 

Quem escreveu

Renato Salles

Data

12 de August, 2016

Share

Renato Salles

Para o Renato, em qualquer boa viagem você tem que escolher bem as companhias e os mapas. Excelente arrumador de malas, ele vira um halterofilista na volta de todas as suas viagens, pois acha sempre cabe mais algum souvenir. Gosta de guardar como lembrança de cada lugar vídeos, coisas para pendurar nas paredes e histórias de perrengues. Em situações de estresse, sua recomendação é sempre tomar uma cerveja antes de tomar uma decisão importante. Afinal, nada melhor que um bom bar para conhecer a cultura de um lugar.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.