Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Por dentro das casas temáticas: a Casa França

Quem escreveu

Luciana Guilliod

Data

12 de August, 2016

Share

Uma das melhores coisas dos Jogos Olímpicos é que a cidade fica cheia de novidades, como as casas temáticas dos países e de algumas marcas, como já falamos por aqui. Na Rio 2016, não é necessário ter ingresso para nenhuma competição para se divertir horrores. A Casa de Hospitalidade da França está montada na Sociedade Hípica Brasileira, na Lagoa – como se não bastasse a programação de esportes, shows, gastronomia, festas e atividades, tem sempre uns cavalinhos fofos no seu campo de visão. Não é a toa que o Club France foi nossa escolha para ver a maravilhosa cerimônia de abertura da Olimpíada.

IMG_6669_AGi9_Murillo Tinoco_p

O lugar tem capacidade para atender até quatro mil pessoas simultaneamente. Todos os dias, das 13h às19h, há animações de circo e diversos esportes para a prática do público. Entre as modalidades estão futebol, vôlei, basquete, badminton, skiing board, arco e flecha (não profissional), mini tênis, rugby, parede de escalada, tênis de mesa, simulador de golfe e a francesíssima petanque. Se você tem crianças, é um programaço. Quando a fome bater, leve a família para a Place du Marché, uma área voltada para foodtrucks com crepes, hamburgers, boulangerie e demais delícias, sempre com um toque francês.

IMG_6764_AGi9_Murillo Tinoco_p

Dá pra assistir as competições nos vários telões espalhados pela Hípica. Tá sobrando Euro? Tem uma Maison Lacoste, loja temporária da marca com as coleções Supporter e a exclusiva France Olympique Collection – ambas desenvolvidas especialmente para os Jogos Olímpicos.

IMG_6789_AGi9_Murillo Tinoco_p

Os bons drinks pós-labuta podem ser degustados no Lounge Air France, um espaço no terraço da Hípica que tem diariamente sunset parties. Festas, muitas festas, traz mais DJ que tá pouco! Porque fomos escutar e aprovamos, e até fizemos um playlist para você se ligar na qualidade do som:

As festas  acontecerão todos os dias, entre 19h e 21h. Veja a programação:

5/8: Délicieuse Musique (ouça)
6/8: TEPR (ouça)
7/8: Délicieuse Musique
8/8: TEPR
9/8: Jean Tonique (ouça)
10/8: POSTAAL (ouça)
11/8: Jean Tonique
12/8: POSTAAL
13/8: Jabberwocky (ouça)
14/8: Le Tournedisque (ouça)
15/8: Jabberwocky
16/8: Le Tournedisque
17/8: KPCK (ouça)
18/8: Monsieur Monsieur (ouça)
19/8: KPCK
20/8: Monsieur Monsieur

 

Club France – Sociedade Hípica Brasileira
Endereço: Av. Lineu de Paula Machado, 2448, Lagoa, Rio de Janeiro

Horário de Funcionamento: 5 a 21 de agosto, das 12h às 2h

O Club France funciona até 21 de agosto, de 12h às 02h. O preço dos ingressos das festas varia e eles podem ser comprados aqui.

Fotos: Divulgação

Quem escreveu

Luciana Guilliod

Data

12 de August, 2016

Share

Luciana Guilliod

Carioca da Zona Norte, hoje mora na Zona Sul. Já foi da noite, da balada e da vida urbana. Hoje é do dia, da tranquilidade e da natureza. Prefere o slow travel, andar a pé, mala de mão e aluguel de apartamento. Se a comida do destino for boa, já vale a passagem.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.