Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Os melhores eventos ao redor do mundo em maio

Quem escreveu

Renato Salles

Data

26 de April, 2016

Share

O mês de maio é sempre muito aguardado no Hemisfério Norte, porque é quando a primavera engata de vez, e todo mundo fica radiante de poder sair na rua sem se encapotar todo. É também nessa época que começa a temporada de festivais de música, aparece um monte de eventos de rua e os museus ficam em polvorosa. Do nosso lado de baixo, ainda estamos em um clima relativamente ameno, e o que não falta é coisa para fazer. Quem estiver com o passaporte na mão para viajar, dá uma olhada para ver se não rola alguma coisa no seu destino.

Londres

MTMwMTYwNTg5Njg2MjU0MjEx

A capital inglesa abre o mês com uma lista de shows de fazer tremer o mais calmo amante de música. De cara, está “sold out”, mas sempre se dá um jeitinho: o Radiohead se apresenta nos dias 26, 27 e 28 de Maio na Rondhouse, em Londres. Não sei vocês, mas acho imperdível a oportunidade de ver show de uma banda que eu amo fora de festival. E tem sido cada vez mais raro quando se trata de banda grande. Mas lá na Roundhouse tem 2 ótimos shows rolando também em maio e ainda tem ingressos para ambos: Andrew Bird, no dia 4 de Maio, e Lush, nos dias 6 e 7 de Maio.

Aliás, em maio a agenda de shows em Londres está concorrida. Chris Cornell faz show no Royal Albert Hall no dia 3 de Maio; The Kills (ah, que saudades deles) toca em Londres após 3 anos de intervalo no dia 4 de Maio, no Village Underground. Lembra do We Are Scientists? Se quiser reviver 2006, vá assisti-los no Koko no dia 4 de Maio também. Ainda no dia 4 tocam Caetano Veloso e Gilberto Gil no Barbican, mas os ingressos estão esgotados. Voltando a 2006, você lembra da bela Juliette & The Licks? Eles tinham encerrado a banda em 2009 mas agora estão de volta e se apresentam no Heaven, também no dia 4 de Maio, o mais concorrido em Londres. No dia 13 de Maio, é a vez de Iggy Pop & Josh Homme mostrarem o novo álbum “Post Pop Depression” no Royal Albert Hall, mas os ingressos estão esgotados.

Nova York

12799304_166808017034915_1556456175621962489_n

A grande maçã está florescendo junto com suas cerejeiras (tem evento dia 30 agora), e os amantes de arte vão se esbaldar por lá. Para começar, do dia 5 ao dia 8 acontece a Frieze Art Fair, que reúne as melhores galerias, artistas, palestras e restaurantes no Randall’s Island Park, em frente ao East River. No mesmo dia 5, o Metropolitan abre a exposição Manus x Machina, que explora a moda de alta costura desde a invenção da máquina de costura no século 19, até as mais arrojadas tecnologias de impressão 3D. O New Museum recebe a partir do dia 4 a exposição Al-Ugh-Ories, da francesa Nicole Eisenman, uma das artistas figurativas mais importantes de sua geração. Isso sem contar que já estão rolando mostras de Janett Cardiff na galeria Luhring Augustine, no Chelsea (quem foi a Inhotim conhece o trabalho dela), e do Steve McQueen no novo Whitney Museum, que abre essa semana.

No dia 3 começa a temporada da edição novaiorquina do Rooftop Cinema Club, que vai até setembro. Serão exibidos vários filmes, desde clássicos como Casablanca (que abre o evento) e Taxi Driver, até os filmes que concorreram ao Oscar desse ano. As sessões começam sempre ao pôr-do-sol e acontecerão no terraço do Yotel, no meio de Manhattan.

Claro que a agenda de shows também está a mil. Começa nos dias 1 e 2 com Pearl Jam no Madison Square Garden. No dia seguinte, os suecos do Peter Bjorn & John apresentam seu novo álbum no Baby’s All Right. Saído da dupla She & Him (com a Zooey Deschanel), M. Ward apresenta seu trabalho solo junto com o projeto Nice as Fuck no dia 4 no Webster Hall. Lá também tem Moderat + Telefon Tel Aviv no dia 19. E no dia 18, tem show da Anohni (ex Anthony & the Johnsons), no Park Avenue Armory.

Paris

nest-2-seater-sofa-pierre-paulin-artifort-6

A cidade luz aquece os motores já com muitos festivais de música, para todos os gostos. Quem curte jazz pode aproveitar o Festival Jazz à Saint-Germain-de-Près, que vai do dia 16 até o fim do mês. Também quase em junho, tem muita música eletrônica no Villette Sonique, que vai do dia 27 até 1. O Andrew Bird também toca em Paris no dia 9 no Le Trianon.

O Pompidou recebe a partir do dia 11 uma exposição com os móveis incríveis do designer francês Pierre Paulin. O Museu Picasso está com uma mostra do pintor espanhol focado em suas esculturas, não tão famosas quanto suas pinturas. E o Grand Palais recebe a partir do dia 8 mais uma vez a mostra bienal Monumenta, que foca este ano no trabalho do artista de vanguarda chinês Huang Yong Ping, que promete uma exposição bem imersiva.

E depois de tanta atividade, que tal um brinde para relaxar? Começa dia 29 de abril, e indo até dia 8, a Paris Beer Week. Em plena Île-de-France, o público encontra muitos produtores de cerveja artesanal, produção de cerveja colaborativa, campeonato de brewing, e muito mais. Salut!

Veneza

PYKLWEUAMW58629

A pequena cidade italiana para mais uma vez para receber a Bienal de Arquitetura, que esse ano vem com o tema Reporting from the Front. A abertura do evento é no dia 26, e, para o público, no dia 28. Entre os destaques, está o trabalho do brasileiro Gabriel Joaquim dos Santos, feito inteiramente de restos de construções, cacos de vidro, pedaços de cerâmica e todo o tipo de material encontrado no caminho, e que demorou 62 anos para ficar pronta.

Mundo – música

Fora isso, os festivais estão pipocando por todos os lados, inclusive aqui no Brasil. Já falamos, por exemplo, do Liverpool Sound City aqui. Alguns outros dos mais bacanas são:

Lyon – Nuits Sonores: Há 10 anos a cidade recebe o festival para quem gosta de música eletrônica. São cerca de 80.000 pessoas por edição, 250 artistas, entre nomes conhecidos internacionalmente e apostas locais da música eletrônica e indie, seja rock, pop ou hip-hop. Ao todo, são 50 lugares diferentes espalhados por Lyon, durante 5 dias e 5 noites, com uma programação extensa. De 4 a 8 de maio.

Boston – Boston Calling: Esse festival rola duas vezes por ano (também em setembro), atraindo cerca de 22 mil pessoas por edição, ou seja, relativamente pequeno. Isso não quer dizer que não tem show bom, já que no line up estão SIA, Disclosure, Robyn, Sufjan Stevens, Miike Snow, Janelle Monáe, entre outros. De 27 a 30 de maio.

Chicago – Ferris Fest: Faz exatamente 30 anos que Ferris Buller e seus amigos cabularam aula para curtir a vida adoidado. Para celebrar a data, nada melhor do que a cidade onde acontece toda a bagunça ficar paralisada para reviver aquela parada épica no centro de Chicago. No festival, vai ter uma exibição pública do filme, claro, uma recriação do quarto do Ferris, um tour guiado pelos cenários do filme (incluindo a casa de vidro), além da parada junto com os atores do filme.

Foto: http://www.goianiabr.com.br/
Foto: http://www.goianiabr.com.br/

Goiânia – Bananada: O festival Bananada chega à sua 18ª edição com 75 atrações distribuídas em 2 palcos no Centro Cultural Oscar Niemeyer, além de shows que rolam em casas noturnas e teatros espalhados pela cidade. O festival privilegia artistas nacionais como Jorge Ben Jor, Liniker, Planet Hemp, Aldo the Band, Autoramas, Carne Doce, Thiago Pethit, Mahmundi, Siba, Sara Não Tem Nome e também DJs como Mau Mau, Renato Cohen, Anderson Noise, Finger Fingerrr. De 9 a 15 de maio.

Paraty – Bourbon Festival: O Bourbon, tradicional em São Paulo, desembarca para sua 8ª edição no litoral, com o melhor do jazz, blues, r&b e soul internacional. Em 2015 foram 150 mil pessoas curtindo shows memoráveis em palcos no Centro Histórico de Paraty. E, se não bastasse já ser incrível e em Paraty, o festival é gratuito! De 20 a 22 de maio.

Mundo – artes

Se você quer descansar os ouvidos, mas estimular os olhos, maio é um dos melhores meses. Para começar, no dia 18 acontece o International Museum Day, em que museus do mundo inteiro celebram a sua importância no desenvolvimento da civilização. Alguns festejam por uma hora, outros por um dia e alguns por uma semana. Fique de olho, porque muitos aproveitam a data para liberar a entrada.

Art-Fair-Tokyo-2014.-Photo-by-Munetoshi-Iwashita-2-865x577

Maio também é marcado pelas feiras de arte, que estão se espalhando pelo mundo. Se pingar em alguma dessas cidades, não pode deixar de pagar pelo menos uma visitinha.

Berlim abre o mês com o Gallery Weekend, entre os dias 29 de abril e 1 de maio. A Romênia tem a terceira edição do Art Safari, no centro de Bucareste, do dia 5 ao 15. A Art Fair Tokyo acontece na capital japonesa entre os dias 12 e 14, com galerias de arte moderna e contemporânea. A arteBA Contemporary Art Fair acontece em Buenos Aires do dia 19 ao 22. Em Portugal acontece a ARCOlisboa, que conta inclusive com galerias brasileiras, como Luisa Strina, Baró e Vermelho, do dia 26 ao 29. A Grécia pode estar quebrada, mas está prosa com a Art Athina, em Atenas, no mesmo período. E para fechar o mês, nos mesmos dias acontece também a Art! Vancouver, no Canadá.

bannersol

Quem escreveu

Renato Salles

Data

26 de April, 2016

Share

Renato Salles

Para o Renato, em qualquer boa viagem você tem que escolher bem as companhias e os mapas. Excelente arrumador de malas, ele vira um halterofilista na volta de todas as suas viagens, pois acha sempre cabe mais algum souvenir. Gosta de guardar como lembrança de cada lugar vídeos, coisas para pendurar nas paredes e histórias de perrengues. Em situações de estresse, sua recomendação é sempre tomar uma cerveja antes de tomar uma decisão importante. Afinal, nada melhor que um bom bar para conhecer a cultura de um lugar.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.