De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

O jazz democrático do Jazz na Fábrica

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

02 de August, 2016

Share

A gente já cantou a bola no nosso post dos shows imperdíveis em agosto que o Jazz na Fábrica é um dos grandes eventos do mês e por causa da grande variedade de coisa que vai rolar. Mas resolvemos fazer um post só para ele. O festival está em sua sexta edição e é um dos mais importantes do país. Esse ano, acontecerá do dia 11 a 28 de agosto, com shows de quinta a domingo, no SESC Pompeia. Nesse período, 20 atrações de 9 países assumirão os palcos.
A programação aqui é bem ampla: abrange o jazz tradicional ao experimentalismo. Vai ser possível notar também as diferenças que culturas e nacionalidades trouxeram ao gênero. Os ingressos custam de 18 a 60 reais, dependendo do show e do tipo de ingresso, mas a boa notícia para quem está na pindaíba é que vai ter uma programação de graça. O Jazz na Faixa vai ser ao ar livre, no deque do Sesc Pompeia. Acontecerá aos domingos às 17h e contará sempre com duas atrações nacionais.
Os ingressos começam a ser vendidos ainda essa semana: online a partir de quinta, dia 04,  às 17h e em todas as unidades do Sesc, na sexta, dia 05, a partir das 17h. A programação completa, você encontra aqui, mas se você quer uma mão e saber o que vale a pena, se liga nas dicas a seguir:

Wallace Roney

wallace-roney-cover
Vai ser um dos shows mais disputados no evento. O Wallace é pupilo de Miles Davis e teve aulas com gente como Clark Terry e Dizzy Gillespie. Ele tem o talento reconhecido desde os 16 anos.
Quando: 11, 12 e 13 de agosto, às 21h30.
Quanto: R$ 60 a inteira (R$30 meia e R$18 para sócios)

Donny McCaslin Group

Donny McCaslin 1 (c) Jimmy King
A banda tocou em Blackstar, último e derradeiro disco de David Bowie (sdds). Tem seus alicerces no groove e Donny McCaslin já foi indicado 3 vezes ao Grammy.
Quando: 18 e 19 de agosto, às 21h
Quanto: R$ 50 a inteira (R$25 meia e R$15 para sócios)

Ester Rada

A vocalista Ester Rada é israelense com ascendência etíope e tem influência de Nina Simone, Ella Fitzgerald, Aretha Franklin, Eryka Badu, Lauryn Hill e Jill Scott.
Quando: 18 de agosto, às 21h
Quanto: R$ 60 a inteira (R$30 meia e R$18 para sócios)

Rumpilezz

A orquestra baiana estará lançando seu segundo disco, “A saga da travessia”. Foi criada em 2006 pelo compositor e músico Letires Leite e é composta por 20 músicos, entre instrumentos de percussão e de sopro. O som é uma mistura de raízes africanas e jazz moderno.
Quando: 13 de agosto, às 21h. 14 de agosto, às 19h
Quanto: R$40 a inteira (R$20 a meia e R$12 para sócios)

Robert Glasper

gettyimages_142156667
Robert Glasper dialoga com hip-hop, soul e R&B e lançou um disco ano passado com faixas de Radiohead, Joni Mitchell e Kendrick Lamar. Tem dois Emmys no currículo.
Quando: 20 de agosto, às 21h30 e 21 de agosto, às 19h30
Quanto: R$ 60 a inteira (R$30 meia e R$18 para sócios)

Tidiane Seck

Photo PS Guerrier 3_Credit photo Philippe Savoir
É um dos músicos mais importantes da África contemporânea. Já fez parceria com muita gente famosa, como Manu Chao, Youssou N’Dour e Fela Kuti. Tocou também no projeto Rocket Juice & The Moon com Damon Albarn, Flea e Tony Allen.
Quando: 26 e 27 de agosto, às 21h30
Quanto: R$ 60 a inteira (R$30 meia e R$18 para sócios)

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

02 de August, 2016

Share

Dani Valentin

A Dani gasta todo o seu dinheiro com viagens. Um de seus maiores orgulhos é dizer que já pisou em cinco continentes. É do tipo sem frescura, que prefere localização a luxo e não se importa de compartilhar o banheiro de vez em quando. Adora aprender palavras no idioma do país que vai visitar e não tem vergonha de bancar a turista.

Ver todos os posts

Comentários

  • Oie, boa noite!! tudo bem galera? Me chamo Taís Feijão, sou carioca e venho desenvolvendo meu trabalho Jazzista aqui pelo Rio de Janeiro. Acabei de lançar meu primeiro disco #Todas pelo Youtube, Itunes, Spotify, Deezer... nas plataformas digitais! Eu gosto de misturar os sons e ritmos de todo o Brasil com as variações do Jazz, é uma música sem manual.. quero apresentar à vocês o meu disco, que eu canto, faço a guitarra, o arranjo musical e as composições, disco independente: https://www.youtube.com/channel/UCs4o-ggJoD1TvPRsbGQ4UVg/videos?spfreload=10 Se vocês curtirem, já fica aqui o meu convite para uma troca de nossos trabalhos da forma que mais convir. Agradeço a atenção.. espero agradar com o som! um abraço, Taís Feijão.
    - Taís Feijão

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.