Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Destino África: 5 razões para ir para o Quênia

Quem escreveu

Jo Machado

Data

01 de June, 2016

Share

Conhecido mundialmente pelo seu café, o povo do Quênia também é conhecido por sua paixão pelos esportes de atletismo. Quem nunca ouviu falar em um corredor ou saltador queniano? Para nós, brasileiros, a São Silvestre é uma prova da devoção desse povo pela corrida. Mas o Quênia vai além do café e do esporte, e é um dos destinos mais interessantes no continente africano. Repleto de belezas naturais, cultura e vida selvagem, é um país onde o sorriso e alegria são os maiores tesouros do seu povo.

Kimutai Ngeno e Fatma Bashir
Kimutai Ngeno e Fatma Bashir

Durante a nossa experiência na INDABA/2016, a convite da South African Tourism, em Durban na África do Sul, feira que fomenta o turismo no continente africano, conversamos com Kimutai Ngeno, gerente de comunicação da autoridade de turismo do Quênia, e com Fatma Bashir, gerente de marketing, que nos deram alguns bons motivos para visitar o país.

1. SAFARIS REALMENTE SELVAGENS

giraffe-562391_960_720
Foto: Reprodução – PeterW (pixabay.com)

O Quênia é um país extremamente rico quando o assunto é vida selvagem. No país existem mais de 60 parques nacionais, repletos de animais selvagens, incluindo os famosos “Big Five”, onde acontecem diversas modalidades de safaris. De carro, a pé, de bicicleta, a cavalo e até de balão. No Quênia, a vida selvagem está por todo lado, então em quase todo o país é possível encontrar um bom safari ou atividade em meio à vida selvagem.

2. DANCE, DANCE, DANCE

O Quênia é um país dono de uma carga cultural única, com mais de 40 etnias. Muito parecido com o Brasil, a alegria e a festividade do povo são latentes. Segundo Fatma, não é incomum encontrar pessoas dançando e se divertindo pelas esquinas das cidades ou nos terreiros de vilarejos tribais mais longínquos. Os mais conhecidos dançarinos são os Maasais, tribo que também é conhecida pelos homens saltadores, capazes de se impulsionar a até 1,5m de altura.

3. AQUELAS PRAIAS DE ÁGUAS QUENTES E SEUS CORAIS

Robinson Island
Robinson Island – Foto: Reprodução – Luca Boldrini

Com a costa totalmente voltada para o Oceano Índico, o Quênia ainda tem seu território cortado praticamente ao meio pelo Equador. Suas praias de águas quentes e um costa protegida por barreiras de corais são propícios para atividades subaquáticas. Esportes como o kitesurf, o snorkel e o stand up paddle também são muito comuns por lá. Tudo praticado em meio a belíssimas paisagens e praias de areias brancas.

4. PATRIMÔNIOS DA HUMANIDADE PELA UNESCO

Com uma história que se confunde com a história da humanidade, acredita-se que o Quênia seja habitado desde o do surgimento da humanidade. Os mais antigos achados paleontológicos ficam naquele país. Também por conta disso, o país abriga diversos lugares considerados pela Unesco como Patrimônio da Humanidade. Entre os sítios com o título estão: lagos, como o Bogoria Lake, uma salina em meio a uma região vulcânica, que chega a reunir mais de 1,5 milhões de flamingos durante uma época do ano; parques nacionais, como o Mount Kenia e Lake Tukana National Park, onde também se encontra Ilha dos Crocodilos; construções como a Lamu, uma cidade em meio ao arquipélago de Lamu, e o Fort Jesus, construção portuguesa para defesa do porto de Mombasa.

A lista completa dos patrimônios da humanidade no Quênia, você encontra no site da UNESCO.

5.  Moda e Comida

Foto: Reprodução – ReplayiBlog

A capital do Quênia, Nairobi, é um dos mais expressivos polos de moda, gastronomia e cultura do continente. Em seus mercados, cheios de referências, é possível encontrar desde roupas típicas Maasai, até coleções de pequenos designers locais. A boa comida também está presente. Nos mercados, há também uma grande diversidade das comidas regionais e frutas exóticas.

Quer saber mais sobre o Quênia? Visite o site oficial de turismo

 

Foto do destaque: Bjørn Christian Tørrissen

Essa é uma série especial sobre alguns bons motivos para visitar países africanos. Falamos também sobre o Moçambique, Uganda e a Tanzânia.

Quem escreveu

Jo Machado

Data

01 de June, 2016

Share

Jo Machado

O Jo é do tipo que separa pelo menos 30% do tempo das viagens para fazer o turista japonês, com câmera no pescoço e monumentos lotados. Fascinado pelas diferenças culturais, fotografa tudo que vê pela frente, e leva quem estiver junto nas suas experiências. Suas maiores memórias dos lugares são através da culinária, em especial a comidinha despretensiosa de rua. Seu lema de viagem? Leve bons sapatos, para agüentar longas caminhadas e faça uma boa mixtape para ouvir enquanto desbrava novos lugares. Nada é melhor do que associar lindas memórias à boas canções.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.