De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos em São Paulo para driblar a crise.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

Absolut revive festas mais icônicas da cidade

Quem escreveu

Renato Salles

Data

08 de June, 2016

Share

Hoje é até meio estranho falar em surgimento de uma cena de música eletrônica, porque parece tão distante que nem lembramos que já houve a vida sem ela. Ela teve sim um pontapé inicial, que em São Paulo foi dada em grande parte pelos ‘clubbers’, com seus cabelos coloridos e roupas esquisitas, e ao Hell’s. Entre 1994 e 1997, o after atravessou as manhã de domingo em plenos Jardins, e trouxe muita novidade para a vida noturna paulistana. Para saber um pouco de como era, recomendo esse texto da Gaía. Eu, infelizmente, ainda era muito novo e careta naquela época, e só consegui aproveitar a segunda fase do Hell’s, que ocupou o Vegas já no fim dos anos 2000. A música eletrônica já não era novidade, o público não era transgressor, mas pelo menos me diverti muito.
Quem viveu essas épocas, e quem não viveu mas ficou com uma pontinha de inveja de estar lá nas histórias da Gaía (como eu), não pode perder a chance única de reviver, mesmo que rapidinho, a lendária noite do Hell’s. A Absolut está lançando sua nova campanha Absolut Nights, que quer reviver todas aquelas lembranças de noites de muita jogação que guardamos na memória. Por isso eles estão recriando duas festas lendárias, para todo mundo poder matar um pouco a saudade.
13340220_1146082278764830_6472304360457628450_o
Além do Hell’s, ainda vai dar para curtir de novo o Manga Rosa, casa que surgiu em 1999 na Vila Olímpia, e ajudou a popularizar a cultura  da música eletrônica na cidade com festas bem fervidas.
Os caras da Absolut fizeram uma pesquisa história pesada com ajuda de gente que viveu aquelas épocas intensamente, e prometem recriar os cenários e o clima das festas. E claro que também chamaram aquelas figuras ilustres da cena para marcar presença: os DJ’s, as doors, os performers e os batedores de cartão estarão lá. O saudosismo grita!

A festa do Hell’s acontece amanhã, quinta, e a do Manga rola no dia 11, sábado. Quem quiser participar de uma das festas, pode se inscrever na página oficial de cada evento no Facebook. Mas tem que correr, porque as vagas são bem limitadas. Prepara o look e a disposição, porque essas festas prometem ver o sol raiar.

#ABSOLUTNIGHTS feat. Hell’s
DJs: Pil Marques, Mau Mau e Glaucia ++
Quando: 09 de junho

#ABSOLUTNIGHTS feat. Manga Rosa
DJs: Anderson Noise, Cris Labra e Claudinho I
Quando: 11 de junho

Onde: Rua Cardeal Arcoverde, 2926 – Pinheiros
Lotação: 400 pessoas 

Quem escreveu

Renato Salles

Data

08 de June, 2016

Share

Renato Salles

Para o Renato, em qualquer boa viagem você tem que escolher bem as companhias e os mapas. Excelente arrumador de malas, ele vira um halterofilista na volta de todas as suas viagens, pois acha sempre cabe mais algum souvenir. Gosta de guardar como lembrança de cada lugar vídeos, coisas para pendurar nas paredes e histórias de perrengues. Em situações de estresse, sua recomendação é sempre tomar uma cerveja antes de tomar uma decisão importante. Afinal, nada melhor que um bom bar para conhecer a cultura de um lugar.

Ver todos os posts

Comentários

  • Legal.
    - Henrique

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.