Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

3 lugares imperdíveis em Portugal por Jota Erre

Quem escreveu

Chicken or Pasta

Data

02 de August, 2016

Share

Conhecido viajante e íntimo das turnês internacionais, o cantor, compositor e multi­instrumentista pernambucano JOTA ERRE esteve de volta à Europa neste mês de julho. Desta vez, divulgando seu mais recente álbum, o Binário (2016), Jota passou por diversas cidades em Portugal durante os meses de junho e julho. O músico listou para o Chicken or Pasta os três lugares que mais o impressionaram por sua efervescência cultural e os points artísticos que você não pode perder ao visitar o país.

Jota Erre. Foto: Divulgação / Inker Agência
Jota Erre. Foto: Divulgação / Inker Agência

‘1º) Lisboa -­ Alfama

Alfama. Foto: Jorge Franganillo
Alfama. Foto: Jorge Franganillo

Alfama está na região onde nasceu Lisboa. É neste bairro onde a cultura e a música da cidade ganharam força. Passear por Alfama é respirar a música em forma de cultura, pois o fado, a música tradicional de Portugal, está em todo lugar. Está nas pessoas, nos lugares, na boa comida e na bebida. E se engana quem pensa que esse som clássico é para velhos. O bairro não dorme! Você ouve a cultura do fado casa sim, casa não, a música é como choro de criança aqui. Os jovens saem para tocar o fado e se divertem, reinventam a música, que é impressionantemente linda. Alfama é um lugar boêmio e vale cada hora de uma noite passada em seus arredores. E o pessoal tem se integrado muito com os recém ­imigrados da Angola, do Cabo Verde, o que é cada vez mais comum no país. Tenho certeza que dali sairão grande artistas, grupos, grandes misturas e música muito boa. Uma boa pedida para o anoitecer é visitar o Tejo Bar. Lá é onde tem se concentrado boa parte de cena underground e independente de Lisboa. Fraternidade no atendimento e você vai ter contato com músicos do mundo todo, parece que o bar foi feito para isso. É uma experiência e tanto, principalmente para quem vive da música.

2º) Porto ­- Casa da Música

Casa da Música, Porto. Foto: Michell Zappa
Casa da Música, Porto. Foto: Michell Zappa

Apesar de ser conhecida como uma das capitais europeias da cultura, Porto foi uma cidade onde pouco tive a oportunidade de explorar seus atrativos e as pessoas na cidade. Dentre todas as cidades que passei, pareciam menos conectadas à cultura. Contudo, tive a honra de tocar em um espaço ícone para toda a Portugal: a Casa da Música. Lá me apresentei debaixo das escadas. Isso mesmo, debaixo das escadas! Mas não porque me esqueceram por lá, e sim porque a Casa da Música se trata de um projeto arquitetônico ambicioso e respira tal ideal de funcionalidade desde sua inauguração. Parece que tanto seus espaços internos quanto a área externa foram planejados de forma a vibrar musicalidade em sua estrutura, na disposição das paredes, caminhos, salas, em suas frestas, tudo. O anexo externo também possui uma acústica incrível e lá nos apresentamos em frente a um café em uma área totalmente irregular, assim como a disposição da estrutura da Casa. Foi mágico mesmo. Ao olhar para o desenho da Casa da Música, a primeira impressão é que ela não tem frente, lado, cima, baixo, ou direção certa. Ela é isso, a vibração da música. O ano todo conta com uma programação finíssima de apresentações não só de música, com artistas e concertos, mas também rolam peças e exposições. Imperdível passar pela experiência daquele lugar.

3º) Lisboa -­ Ericeira

Ericeira. Foto: João Campos
Ericeira. Foto: João Campos

Ericeira é uma região de praia ao norte de Portugal. Durante o verão, lá o Sol só se põe perto das 22h. Como o inverno é rigoroso, a molecada sabe como aproveitar os dias quentes. A cena surf por lá é incrível, as praias são ótimas para os surfistas e nessa época acontecem muitos festivais e festas ao céu aberto. É como se a região se organizasse em uma gincana em prol disso. Sabendo da chegada do verão, a população local toda colabora para esse lifestyle chill out acontecer, os comerciantes se juntam, tudo para que a programação dê certo. Enfim, você muita gente frequentando esses festivais pelo bem estar, nem sempre pela atração musical mas, sempre abertos a conhecer algo novo, a fomentar a arte e a música. Lá me apresentei num point de surf que promove música ao vivo durante as tardes, ao mesmo tempo em que rolam campeonatos de esportes. Lembra muito o estilo costeiro norte­americano, porém os europeus têm uma relação diferente com a cultura e até em como se relacionam entre si quando estão em um clima como esse.’

*Foto capa: Casa da Música por Michel Zappa

Quem escreveu

Chicken or Pasta

Data

02 de August, 2016

Share

Chicken or Pasta

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.