De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos em São Paulo para driblar a crise.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

Os destaques do Mês da Cultura Independente em SP

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

04 de September, 2015

Share

Chegando à sua 9ª edição, o Mês da Cultura Independente traz para a cidade uma programação vasta incluindo cinema, shows nacionais e internacionais, feira literária, oficinas, dança e performance abrangendo também programação infantil. O evento se espalha por diversos locais de São Paulo promovendo uma ampla ocupação do espaço público, além daqueles que a gente já tem conseguido ocupar.

SP na Rua. Foto: Divulgação/Laurence Trille
SP na Rua. Foto: Divulgação/Laurence Trille

No sábado o SP na Rua é uma das programações que abre o MCI ocupando as ruas do centro histórico da cidade levando aos palcos as festas que a gente ama: Calefação Tropicaos, Metanol, Voodoohop, Selvagem + Festa Mel, Jazz na Kombi, SSEX BBOX, Free Beats, Venga-Venga!, Bike System, Creative Commes, Tsunami Coletivo + Lâmina, Vaca de Galáxia e Na Quebrada + Ocupa PL são os que nos farão dançar até o sol raiar no domingo. É só circular entre às 22h e 5h da manhã pelas ruas São Bento, Álvares Penteado e XV de Novembro.

CemporcentoFavela2012
100% Favela

Também no sábado, a famosa festa de rap 100% Favela, que acontece anualmente no Capão Redondo, traz shows de Mano Brown, Ferréz, Facção Central, Negredo, Rincon Sapiência, Detentos do Rap, Rosana Bronks, Yzalú, entre outros convidados. A festa rola na Associação Periferia Ativa, na Rua Adoastro de Godói, 4, Jardim Ipê, no sábado 5 (amanhã), a partir das 15h. Gratuito.

Já no domingo a Garageira chega na sua 3ª edição e entra no calendário do MCI também. A festa é encabeçada pelo Mandíbula e Paribar, trazendo ao palco montado na Praça Dom José Gaspar as bandas Los Tones (Austrália) e as brasileiras The Dead Rocks e OS Subterrâneos. Dia 06 a partir das 16h, gratuito.

Um dos grandes destaques desta edição é o Lee Ranaldo, ex-guitarrista e um dos fundadores do Sonic Youth, que faz show gratuito com sua banda The Dust, no Largo da Batata, em Pinheiros. Quem abre o show é o Cidadão Instigado, no dia 26 de Setembro, a partir das 19h. Anota aí porque vai ser imperdível.

A Cidade Tiradentes recebe o RZO (Rapaziada da Zona Oeste) que voltou à ativa no ano passado após longo hiato. Sandrão, Helião e DJ Cia apresentam músicas inéditas como “Destinos” e “Triplex” com participação de Ice Blue, do Racionais MC’s. O show, também gratuito, acontece no Centro de Formação Cultural Tiradentes, na segunda-feira, dia 7 de Setembro, às 19h. A abertura fica por conta das bandas Apocalipse Urbano e Fantasmas Vermelhos. CFCT, Rua Inácio Monteiro, 6.900, Tiradentes. 150 lugares. Na segunda-feira, 07, a partir das 19h

Trevor Watts e Veryan Weston
Trevor Watts e Veryan Weston

Uma novidade nesta edição é a série de concertos de jazz e música instrumental que rolam nas alturas, o topo do Edifício Martinelli, uma boa oportunidade para subir ver São Paulo de um dos lugares mais emblemáticos da cidade. Por lá se apresentam Jozef van Wissem (Holanda), na quarta 16, às 19h30, Lars Greve (Dinamarca), na quarta 30, às 19h30, Trevor Watts e Veryan Weston (Inglaterra), na quarta 23, às 19h30 e sábado 26, às 16h30, e Vitor Araújo (Brasil), no sábado 19, às 16h30. Edifício Martinelli – terraço. Av. São João, 35, Centro. 80 lugares. Gratuito.

Titica
Titica

A angolana Titica, símbolo do kuduro em seu país é uma das principais convidadas do MCI. Ela apresenta-se no dia 12, às 20h, no Largo do Arouche. No dia seguinte, a partir das 12h, também apresenta-se ao lado do intérprete e músico haitiano BélO e o rapper brasileiro Dexter no projeto Glicério Para a Vida, na Praça Doutor Mário Margarido, s/n, Glicério. O evento também conta com a participação do Batuq do Glicério, Escola de Samba Lavapés, Rapper JG, Di Função, DJ Xand. Gratuito.

Deixa Ela Entrar
Deixa Ela Entrar

Quem prefere se aventurar na Sétima Arte não pode perder o Cinetério, que rola dentro do Cemitério da Consolação, no sábado, 12 de Setembro, às 22h. Nesta edição os 3 filmes exibidos serão “Amantes Eternos”, de Jim Jarmusch, com direito a trilha sonora do holandês Josef Van Wissen, “Deixa Ela Entrar”, direção de Tomas Alfredson e o austríaco “Boa Noite, Mamãe”, de Severin Fiala e Veronika Franz. Arrepiou por aí? Eu também, mas fica a dica: vá bem cedo, porque essa é uma das programações mais concorridas do MCI.

Centro Aberto
Centro Aberto

O projeto Centro Aberto no Largo São Francisco volta com shows, sessões de cinema e karaokê, transformando a área em um centro cultural a céu aberto. Entre os destaques, dia 10, será exibido o filme “Sabotage: O Maestro do Canão”. No dia seguinte, é a vez da diva Shanawaara apresentar o Xuxu Karaokê, tradicional point LGBT da década de 2000. No dia 19, apresentam-se no local artistas de diversos países em um único encontro de música eletrônica e global bass: a Grave Mundial. As atrações programadas são o norte-americano Maga Bo, o “eletrônico-tropical-extra-terrestre” dos argentinos do Frikstailers, o DJ norte-americano Chief Boima, além dos DJs residentes Dago e Viní. Já no dia 20, é a vez dos argentinos do Fauna, com ritmos que mesclam cumbia, dubstep e kuduro; e do Mexican Institute of Sound (IMS), com música eletrônica regada de folclore latino-americano.

 Lei di Dai por Natália Dominici
Lei di Dai por Natália Dominici

Dentro da Semana de Mobilidade da Prefeitura de São Paulo, o projeto Música nos Terminais traz artistas independentes tocando ao vido nos terminais de ônibus da capital, com shows de norte a sul. São eles: Picanha de Chernobill (dia 21), Caju e Castanha (dia 22), Lei Di Dai (dia 23) e Bagunço (dia 24). Terminais Pirituba e Tiradentes, às 18h30.

Pedro Bayeux lança o documentário “23”, em que registrou entre dezembro 2014 e fevereiro 2015 a maior intervenção artística de grafitti na América Latina, com 5,4km de extensão. O encerramento da sessão de exibição será com a Discopedia, que traz osDJs Dandan (Criolo), Marco (Céu) e Nyack (Emicida). Dia 17, às 19h no Largo São Francisco. Gratuito.

boogarins_05

Para encerrar, dia 25, o Bananada traz a Bananada Showcase para São Paulo. No line up, o DJ Lucas Manga e as bandas Carne Doce, Hellbender e show conjunto do Boogarins e O Terno.

Para conferir a programação completa, acesse aqui.

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

04 de September, 2015

Share

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.