De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

O que não perder na Jornada do Patrimônio

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

10 de December, 2015

Share

Pela primeira vez, cerca de 80 imóveis públicos ficarão abertos 24 horas para visitação neste final de semana. A Jornada do Patrimônio já acontece em vários países da Europa há quase 30 anos – a primeira foi a Journèe du Patrimoine em 84 em Paris e hoje são mais de 30 países participantes – e a intenção tanto lá como aqui é aproximar a população da história e memória da sua cidade.

Foto Thiago Leite/Shutterstock
Foto Thiago Leite/Shutterstock

Em São Paulo, acontece este sábado e domingo, dia 12 e 13, e a maioria das construções participantes datam do início do século passado. Para se ter uma idéia do que será possível visitar, entram no roteiro o Palacete Teresa Toledo Lara, o Castelinho da Rua Apa, e alguns lugares já abertos, como o Ponto Chic do centro. A Casa do Artigas é imperdível, o imóvel é um dos marcos da arquitetura moderna residencial brasileira, e como tem gente morando ainda lá, não é fácil conseguir uma oportunidade de visitá-la.

Além dos prédios abertos, o evento oferece roteiros para alguns deles, palestras e oficinas. Ficou com preguiça de pesquisar o que ver? A gente então faz o serviço sujo para você e selecionamos o que é imperdível:

Roteiros

Dado Photos / Shutterstock.com
Dado Photos / Shutterstock.com
  • Já começando de madrugada, com uma visita a meia-noite a Biblioteca Mario de Andrade.  Já cantamos a bola que a prefeitura pretende deixar o prédio funcionando 24 horas em breve
  • O Cemitério da Consolação recebe 3 visitas no sábado (17:30; 18:30 e 20) e duas no domingo (às 16 ou 17). Ou seja, não dá para dar a desculpa que estava ocupado
  • Um dos nossos museus preferidos da cidade, o Museu da Imigração, vai ter visita às 9 no sábado e às 10 no domingo
  • A Cinemateca tem visita nos dois dias às 16h
  • O Centro Cutural Banco do Brasil e o Edifício Martinelli tem visitação nos dois dias também às 9h
  • A da Casa da dona Yayá e a casa de vidro são sábado e domingo às 10
  • Visitas dialogadas acontecem na casa de Mário de Andrade, às 9:30, 11 e 12:30 no sábado. e às 9:30 e 10:30 no domingo

Toda a programação de roteiros está aqui.

Oficinas

  • A “Fotojornada do Patrimônio” é para fotógrafos profissionais e amadores e é dividida em pelos temas As Galerias do Centro Novo; O Bairro do Bom Retiro; O Centro Histórico e O Bairro da Liberdade.
  • A oficina “Um novo olhar sobre o patrimônio de SP” ensina a olhar a cidade por meio da fotografia.
  • “Quem é você por São Paulo” vai filmar a relação das pessoas com a cidade e as melhores histórias vão virar um documentário exibido no aniversário de São Paulo
  • No “Passeio Sonoro pelo Bom Retiro” um audioguia traz a história do bairro, contada por moradores, arquitetos e curadores. Dá para baixar o guia aqui e é preciso levar o próprio fone.

A programação de todas as oficinas estão aqui. Todas as oficinas da jornada são gratuitas mas muitas precisam de inscrição antecipada.

Palestras

Foto por Filipe Frazao/Shutterstock
Foto por Filipe Frazao/Shutterstock
  • Em “Vila Itororó: Construção, permanências e impasses” as urbanistas Sarah Faldman e Ana Castro apresentam pela primeira vez os resultados de uma pesquisa histórica a respeito da Vila e que virará livro
  • “A memória e o patrimônio da zona leste de SP” apresenta a situação atual do patrimônio cultural da zona mais populosa da cidade.
  • O historiador Carlos Danilo Mesa Mergulhão aborda em “A história de São Paulo por meio da Arquitetura” 3 momentos da arquitetura na cidade: Arquitetura de Taipa de Pilão –da Colônia a República; a arquitetura de tijolos – do século XIX ao XX e a arquitetura de concreto do século XX e XXI
  • “Turista na cidade de nascença”: o patrimônio cultural que vivemos e nem percebemos” aborda como o patrimônio histórico está inserido no cotidiano e passamos sem notar.

Todas as palestras estão aqui.
* Foto de capa: Alf Ribeiro / Shutterstock.com
 
 

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

10 de December, 2015

Share

Dani Valentin

A Dani gasta todo o seu dinheiro com viagens. Um de seus maiores orgulhos é dizer que já pisou em cinco continentes. É do tipo sem frescura, que prefere localização a luxo e não se importa de compartilhar o banheiro de vez em quando. Adora aprender palavras no idioma do país que vai visitar e não tem vergonha de bancar a turista.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.