Arte & Cultura

O bunker que virou galeria de arte em Berlim

Quem escreveu

Sarah Galvao

Data

14 de July, 2015

Share

Uma das coisas mais incríveis para fazer em Berlim é ir aos lugares onde as paredes têm história e tentar imaginar como era a vida ali há décadas atrás. Que tal então visitar um bunker que foi construído em 1942 como abrigo anti-aéreo, que durante a guerra fria serviu de depósito de frutas e que foi palco de raves e festas hedonistas nos anos 90? Ficou interessado? E se eu te contar que esse bunker é hoje é uma galeria com uma das maiores coleções de arte contemporânea privadas? Bem-vindo a Sammlung Boros!

Foto: Sarah Galvão
Foto: Sarah Galvão

O bunker onde fica a Sammlung Boros é uma grande caixa de cimento de 5 andares, sem nenhum letreiro avisando o que é aquele gigante. Ao entrar, você verá a espessura das paredes e o interior do prédio e assim entenderá como essa foi uma das poucos estruturas que ficaram totalmente de pé depois dos bombardeios de 1945.

Foto: Sarah Galvão
Foto: Sarah Galvão

Em 2003, o publicitário Christian Boros comprou o bunker para abrigar sua coleção de arte. A obra terminou somente em 2007 e no ano seguinte, a Sammlung Boros foi inaugurada. A primeira exibição durou 4 anos e misturava instalações, fotos, pinturas e esculturas de artistas como Olafur Eliasson, Sarah Lucas e Elizabeth Peyton. Em 2012, foi lançada a “Sammlung Boros #2”, exibição que está até hoje aberta ao público com obras como a impressionante árvore de Ai Weiwei e fotos de famosos tiradas por Wolfgang Tillmans.

Foto: Unlike
Foto: Unlike

Já deu para perceber que essa galeria não é nada convencional e por isso visitá-la não é tão fácil. Todas as visitas são guiadas, o que torna a experiência muito mais rica, já que o guia explica a história do bunker e também sobre as obras e o contexto de cada uma. Como nenhuma das obras conta com o título e o nome do artista nas paredes, o guia é mais do que imprescindível para entender a coleção. Por isso, todas as visitas tem hora marcada e para conseguir uma vaga, você precisa entrar no site e reservar sua ida com meses de antecedência. Não é fácil conseguir um horário de última hora, mas com um bom planejamento é totalmente possível. E vale muito a pena, pois minha visita a Sammlung Boros é uma das coisas mais inesquecíveis que fiz em Berlim. Pela oportunidade de entrar em um bunker, ver como ele é por dentro, entender como um prédio daquele funciona, ter acesso a uma coleção privada de arte tão incrível e com um guia para te explicar tudo. Aula de história e arte contemporânea interativas por 12 euros, com um reduzido grupo de até 12 pessoas por vez.

Dica: quando terminar a visita, vá a lojinha e busque pelos livros com as fotos da cobertura do bunker. É que Christian Boros mora lá com sua família e claro, o apartamento é uma loucura de tão maravilhoso, da decoração às obras de arte preferidas dos Boros que, essas sim, ficaram exclusivas para eles no seu apartamento.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Sammlung Boros: Reinhardtstraße 20, Mitte, Berlim. Para reservar seu horário de visita, clique aqui. Vale lembrar que só é possível visitar a Sammlung Boros pela reserva online e recomendamos que seja feita com pelo menos 1 mês de antecedência.

* Foto destaque: Sarah Galvão

Quem escreveu

Sarah Galvao

Data

14 de July, 2015

Share

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter