Comidas de bêbado pelo mundo

Quem escreveu

Jo Machado

Data

01 de May, 2014

Share

Alguns optam por fastfood, outros pelos restos de geladeira. Outros ainda pelo risoto de limão siciliano em plena madruga. Sem julgamento algum, sabemos que após aquela balada, seja no Brasil ou qualquer outro país, aquela comidinha é essencial para que a noite seja perfeita. Desesperado ou apenas desejando beliscar algo, sabemos que quase todo mundo sente fome após alguns ou vários drinks.

Captura de Tela 2014-04-30 às 10.24.33

Sendo assim, você já pensou o que se come nessa situação em diferentes lugares do mundo? O BuzzFeedYellow, um canal de Youtube, felizmente resolveu mostrar o que cada país curte colocar em sua barriga nesse momento.

Nossos queridos alemães por exemplo, amam um bom Currywurst,  aquela salsicha picada com mostarda (YUMMY!) e fritas. N Brasil, segundo o vídeo, o preferido é o famoso acarajé, contudo eu não acredito que seja o preferido da nação.

Eu adorava ficar bêbado em Berlim como desculpa para comer um delicioso Currywurst. Admito! No Brasil, um bom misto quente resolve meu problema.

E lembre-se sempre: mate sua curiosidade e sua fome, mas beba com responsabilidade!

*imagem destaque: Vinicius Tupinamba – shutterstock.com

Quem escreveu

Jo Machado

Data

01 de May, 2014

Share

Jo Machado

O Jo é do tipo que separa pelo menos 30% do tempo das viagens para fazer o turista japonês, com câmera no pescoço e monumentos lotados. Fascinado pelas diferenças culturais, fotografa tudo que vê pela frente, e leva quem estiver junto nas suas experiências. Suas maiores memórias dos lugares são através da culinária, em especial a comidinha despretensiosa de rua. Seu lema de viagem? Leve bons sapatos, para agüentar longas caminhadas e faça uma boa mixtape para ouvir enquanto desbrava novos lugares. Nada é melhor do que associar lindas memórias à boas canções.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.