Lifestyle

15 lugares para correr em Paris

Quem escreveu

Domingos Lepores

Data

17 de January, 2014

Share

E se naquela sempre tão sonhada viagem a Paris, no meio das alas do museu do Louvre, você se inspirar tanto que tiver vontade de bater o record de Anna Karina em Bande à part

A um mês e meio do semi-marathon de Paris – e com um inverno ainda morno -, tire o par de tênis da mala, se aqueça e escolha um dos parques da lista abaixo. 1, 2, 3 e já!

1) Le jardin des Tuileries: o mais clássico

Vista aérea Parc Tuileries - Crédito foto: cdrin - Shutterstock.com
Vista aérea Parc Tuileries – Crédito foto: cdrin – Shutterstock.com

Entre o Louvre e a praça de la Concorde, o jardim desenhado por André Le Nôtre é um pequeno oásis no centro de Paris que permite esquecer toda a poluição e congestionamento da rue de Rivoli e das margens do Sena.

Pró: a linha reta de 750m, ideal para muscular o coração no sprint
Contra: as muitas poças d’água que se formam nas alamedas em dia de chuva

2) Les jardins do Palais Royal: o mais exclusivo

Crédito foto: http://parisien-flaneur.blogspot.com.br/
Crédito foto: http://parisien-flaneur.blogspot.com.br/

Ligeiramente escondido atrás do teatro da Comédie Française, é o lugar ideal para iniciantes ou para um breve jogging.

Pró: correr olhando para as arcadas dos prédios que circundam o jardim e tentando adivinhar qual é o prédio em que mora a família Hermès.
Contra: não aconselhado para quem corre por mais de 15 minutos.

3) Place des Vosges: a mais histórica

Places des Vosges - Crédito foto: ArTono - Shutterstock.com
Places des Vosges – Crédito foto: ArTono – Shutterstock.com

A mais antiga praça de Paris, construída ainda no século 17 e localizada no Marais, é um quadrado de 127m x 140m cercado dos típicos hôtel particuliers de tijolos vermelhos. É a melhor pedida para quem tiver hospedado no Marais e for debutante.

Pró: a localização no Marais e as alamedas separadas do restante da praça
Contra: inviável depois das 11h da manhã quando os grupos de turistas tomam conta da área

4) Jardin des Plantes: o mais natureza

Jardim Botânico, Paris - Crédito foto: posztos - Shutterstock.com
Jardim Botânico, Paris – Crédito foto: posztos – Shutterstock.com

O jardim botânico de Paris é um complexo no fim do 5ème arrondissement, ao lado da Gare d’Austerlitz. É preciso motivação para não se perder em meio a milhares de espécies de arbustos, árvores centenárias e suas flores na primavera.

Pró: além das alamedas do jardim, os corredores podem se servir da área arborizada ao lado da estação de Austerlitz.
Contra: resistir à tentação de não entrar nas várias estufas e no museu de história natural.

5) Jardin de Luxembourg: o mais que perfeito

Parque Luxemburgo - Crédito foto: Brian Kinney - Shutterstock.com
Parque Luxemburgo – Crédito foto: Brian Kinney – Shutterstock.com

É um dos parques mais esplendorosos da cidade, com a monumental fontaine de Médicis e o prédio do Senado. Atmosfera tipicamente BCBG da Rive Gauche.

Pró: o circuito plano de 3km em terra batida
Contra: tomar cuidado para não correr no sentido inverso do fluxo de corredores para evitar de receber olhares enfezados dos parisienses.

6) Champ de Mars: o mais turístico

Jardins des Tuileries
Jardins des Tuileries

Aos pés da torre Eiffel, o campo de marte possui um circuito de 2 km, com duas retas de 1km cada. É o único parque em Paris que não possui grades, o que significa ser possível correr a qualquer hora do dia ou da noite.

Pró: as várias perspectivas da torre Eiffel
Contra: as hordas de turistas que paralisam as alamedas

7) Parc Monceau: o mais chic

Monceau Parc - Crédito foto: cecoffman - Shutterstock.com
Monceau Parc – Crédito foto: cecoffman – Shutterstock.com

Na divisa dos 8ème e 17ème arrondissements, o parque Monceau fica numa das áreas mais chiques da cidade, rodeado de embaixadas e de escritórios consulares.

Pró: o circuito de 1km, ideal para não se perder na contagem do percurso da corrida
Contra: o efeito hamster depois da décima volta

8) verte/promenade plantée: o mais longo

Crédito foto: Bierophile - panoramio.com
Crédito foto: Bierophile – panoramio.com

Depois da demolição da antiga estação de trem da Bastilha para a construção do prédio da Ópera, a linha de trem de Vincennes foi desativada e transformada numa longa passarela verde que atravessa o 12ème arrondissement e acaba numa das entradas do Bois de Vincennes.

Pró: o percurso de quase 5 km e a fonte de água (gasosa, para quem tiver a pressão arterial em dia) do Jardin de Reully para hidratar o corpo e prosseguir a outra metade do trajeto.
Contra: o trecho realmente estreito entre a entrada ao lado da Ópera Bastilha e o Jardin de Reuilly, onde os pedestres flanadores têm prioridade.

9) Parc Montsouris: o mais calmo

Crédito foto: http://saportareport.com
Crédito foto: http://saportareport.com

No fim do 14ème arrondissement e ao lado da Cité Universitaire, é o parque ideal para uma corrida leve em família.

Pró: o agradável percurso ao redor do lago
Contra: a localização afastada do centro

10) Parc des Buttes-Chaumont: o mais eclético

Parc des Buttes Chaumont - Crédito foto: Perig - Shutterstock.com
Parc des Buttes Chaumont – Crédito foto: Perig – Shutterstock.com

É o parque mais romântico de Paris e merece um post só para ele! Construído no que restou de uma antiga pedreira, é frequentado pelos habitantes do 19ème arrondissement e também por parisienses que atravessam a cidade para disputar milímetros de grama para fazer um pic-nic numa tarde ensolarada de primavera.

Pró: a coabitação de judeus, muçulmanos e africanos, única na cidade.
Contra: as subidas e descidas que podem machucar tornozelos e joelhos.

11) Canal de Saint-Martin/Canal de l’Ourcq: o mais insider

Canal Saint Martin - wikipedia.org
Canal Saint Martin – wikipedia.org

Aos domingos, a avenida que contorna o canal de Saint-Martin é fechada para os carros e subir o canal em direção ao parque de la Villette é a ideia de 9 entre 10 corredores parisienses de final de semana.

No final do canal de Saint-Martin, corra ao lado da pista ciclável no canal de l’Ourcq, passe pelo parque de la Villette, atravesse o boulevard périphérique e continue até o parque de la Bergère, já em Bobigny. Se o esforço tiver sido muito grande e faltar energia para a volta, sem desespero: a linha 5 do metrô faz praticamente o mesmo trajeto!

Pró: correr, correr e correr para dar de cara com o prédio todo grafitado do antigo entreposto de Câmara de comércio e indústria de Paris
Contra: o solo de paralelepípedo em quase todo o trajeto que pode acabar por arrebentar o tornozelo.

Credito foto: Domingos Lepores
Credito foto: Domingos Lepores

12) As margens do Sena: o mais mítico

Rio Sena - Credito foto: Nightman1965 - Shutterstock.com
Rio Sena – Credito foto: Nightman1965 – Shutterstock.com

Qual corredor nunca pensou em correr ao longo do rio Sena?

Infelizmente, durante a semana, os trechos onde é possível correr são próximos do leito do rio. Se não bastassem os paralelepípedos, alguns desses trechos são bem estreitos e irregulares.

No final de semana, porém, as marginais tanto do lado direito, quanto do lado esquerdo são fechadas para os carros e as vias expressas tornam-se perfeitas para a corrida.

Pró: ver uma série de monumentos desfilar diante dos olhos
Contra: viável apenas aos domingos.

13) Bois de Boulogne: o mais à oeste

Crédito foto: http://rosemai.canalblog.com
Crédito foto: http://rosemai.canalblog.com

É um imenso bosque à oeste do 16ème arrondissement que reúne o parc de Bagatelle, o Jardin d’Acclimatation, o Hipódromo de Longchamps, o estádio de Roland Garros e as Serres (estufas) de Auteil.

Pró: o grande circuito de 14km
Contra: a falta de limpeza e manutenção de alguns trechos

14) Bois de Vincennes: o mais à leste

Crédito foto: threshold2000 - http://www.panoramio.com/photo/8207402
Crédito foto: threshold2000 – http://www.panoramio.com/photo/8207402

A maior área verde da cidade, que ocupa 10% da área de Paris, é localizada após o 12ème arrondissement e contorna as cidades de Saint-Mandé e Vincennes, entre outras.

Pró: o circuito em torno do lago Dausmenil
Contra: algumas áreas ainda com pouca vegetação, que vem sendo refeita desde a tempestade de 1999 que destruiu boa parte dos bosques.

15) Stade Charléty: o mais atlético

paris-stade-charlety4

Para quem quiser correr em uma verdadeira pista de atletismo, o estádio Charlety, no fim do 13ème arrondissement, é a melhor opção.

Pró: é o lugar mais apropriado para correr em total segurança
Contra: É praticamente inviável chegar até lá sem precisar tomar algum tipo de transporte público (falo isso porque prefiro chegar aos lugares de bicicleta).

MAPA

Para facilitar a sua vida, colocamos todos os parques com suas descrição na íntegra no Google Maps, assim você pode acessa-lo onde estiver.

Foto do destaque: Shutterstock – sdecoret

Quem escreveu

Domingos Lepores

Data

17 de January, 2014

Share

Assine nossa newsletter