Roteiro cultural e gastronômico de Denver, Colorado

Quem escreveu

Talita Di Iorio

Data

13 de April, 2018

Share

O estado do Colorado tem sido mais lembrado ultimamente pela legalização da maconha, mas essa é apenas uma das atrações. A natureza e as paisagens são de tirar o fôlego e fazem parecer que você está num filme quase o tempo todo. Para quem quer isso, mas não abre mão de estar em uma “cidade grande”, com programas culturais, bares, restaurantes e museus, Denver tem a combinação perfeita, mesmo que você esteja sóbrio.

Dei uma voltinha por lá, recebi sugestões dos locais e peguei as dicas da galera do Museu de Arte Contemporânea de Denver (parece que eles sabem uma coisa ou outra sobre programas diferentes). Experimentei e selecionei alguns programas legais para diferentes ocasiões:

Cordei, quedê café?

Bancos que lembram uma espinha de baleia no White Whale Room. Foto: 303

White Whale Room: ao lado da estação de trem e fora do burburinho, esse bar/café é lindo por dentro – você senta num “esqueleto de baleia”.

City O’ City: comida vegana bem gostosa, seja você vegano ou não

Jelly Café: acordou com vontade de brunch num lugar com cara de anos 80? Este é seu lugar. Experimente o Molly Hot Brown!

Explorando a cidade

– Parques: temos vários. City Park tem o Museum of Nature and Science, lago com pedalinhos e trilhas bem legais. O Washington Park – Wash Park para os íntimos – é o parque central de Denver, legal para deitar na grama num dia de sol. O Cheesman Park já foi um cemitério com uma história bem curiosa. O Zuni & 51st Park é pequenininho mas tem uma vista bem legal da cidade.

Denver Botanic Gardens: um lugar lindo e tranquilo no meio da cidade com um bônus: você pode trazer bebida!

South Broadway: concentra bares (alguns novos e lindos, outros velhos e autênticos), brechós, lojas de discos, arcade, teatros e muitas outras coisas.

– Tattered Cover / SIE Film Center / Twist And Shout: um lugar na Colfax Ave que concentra uma loja de discos, uma livraria e um cinema independente. Vale uma visita se estiver nos arredores. O SIE Film Center recebe, em abril, um festival de cinema dedicado apenas a diretoras mulheres.

Denver, Colorado
Um dos muitos murais do RiNo Art District. Foto: denver.org

RiNo Art District: River North é onde as galerias, estúdios de arte, ateliês e negócios criativos se concentram.

LoDo: Lower Downtown é a parte mais antiga de Denver, que concentra os melhores restaurantes, bares, lojinhas.

Música, comida e lugares inusitados

Red Rocks Amphitheatre: não perca esse lugar, mesmo que não tenha nenhum show acontecendo. É um anfiteatro construído em meio a rochas gigantes, aproveitando a acústica natural do lugar, inspirado nos antigos teatros romanos e gregos. Um dos lugares mais incríveis do mundo para ver um show (vide a foto abaixo).

Red Rocks Amphitheater, Denver, Colorado
Red Rocks Amphitheater – foto: Divulgação

Dazzle Jazz Club: um bar de jazz que oferece brunch aos sábados e, às vezes, aulas de dança gratuitas. Considerado um dos top 100 bares de jazz do mundo.

Ophelia’s e Linger: dos mesmos donos, dois lugares muito curiosos que mantêm a temática anterior, com comida deliciosa, música boa e drinks mara. Ophelia’s era um bordel e Linger, uma funerária que se chamava Olinger Mortuary (eles mantiveram o neon original, e só alteraram o nome para Linger Eatuary, “Linger” também significa “ficar”, “permanecer”).

Dio Mio: massas frescas caseiras maravilhosas num lugar tranquilo e casual.

Forest Room 5: você vai se sentir numa mistura de Moonrise Kingdom com casa da árvore. Tem um pátio com uma tenda, inclusive. O espaço vale a visita.

The Clocktower Cabaret: de cabaret a slam de poesia. Vá lá.

1UP: um bar com arcades antigos e pinball!

denver, the source
Por dentro do The Source, que reúne restaurantes, bares e um mercado de comida e bebida artesanais

The Source: um galpão renovado que hoje abriga um mercado de comida artesanal, bares e restaurantes. O Acorn é um dos restaurantes mais famosos de Denver. Você pode atravessar a rua depois para continuar bebendo no Great Divide Barrel Bar.

*Foto do destaque: Flickr – Michael Levine-Clark

Quem escreveu

Talita Di Iorio

Data

13 de April, 2018

Share

Talita Di Iorio

A mãe da Talita diz que ela tem "rodinha no pé". Saiu do país pela primeira vez já adulta, e desde então nunca mais perdeu uma oportunidade de conhecer uma cidade nova. Consegue passar longos períodos em museus, ama arte de rua e tirar fotos de pessoas quando elas não estão vendo. Detesta despachar bagagem e viaja com mala de mão mesmo em viagens longas. Seu objetivo é conquistar 24 territórios à sua escolha.

Ver todos os posts

Comentários

  • ooo loko !! - :) que fresh ver paradas sobre cidades menos conhecidas! um belo itinerário e um olhar fino. valeu
    - jj

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.